Viajar é sinônimo de muito diversão, conhecer lugares novos e estar com quem se gosta. Por causa disso, muitas pessoas optam por levar os pets nas viagens.

Contudo, antes de colocar o pé na estrada com os animais de estimação, é importante estar ciente de algumas recomendações necessárias. Caixinha para transporte, vacinação em dia e adequação do animal ao lugar, tudo tem que ser levado em conta para o bem-estar do pet.

A pé ou de avião

Não importante para onde você irá ou como irá, a adaptação do animal à mudança de ambiente é extremamente importante. Por isso, é sempre bom evitar o estresse desnecessário para eles. Fique ligado nessas dicas valiosas dadas pelo veterinário Paulo José Baccan Maximino, da clínica ProntoVet.

  • O animal deve ficar com a guia fixada ao cinto de segurança do carro, sempre no banco traseiro. As caixas e bolsas de transporte também são aliadas na viagem;
  • Se o transporte for feito por ônibus ou avião, em território nacional, é importante entrar em contato com a companhia e se informar sobre as exigências de cada uma;
  • Para viagens internacionais, algumas burocracias são exigidas, como exame de anticorpos neutralizantes da raiva. Tudo isso pode levar até 90 dias;
  • Nunca se esquecer de manter as vacinas em dia;
  • Levar a carteira de vacinação atualizada.
viajar com pets
Lola, a cachorrinha de Laís

Durante a viagem, caso o pet fique estressado, um veterinário pode prescrever medicamentes que tranquilizem o animal.

Adaptação ao novo espaço

Também é importante ter em mente que o animal estará em um espaço completamente novo durante a viagem. Por isso, explore o local com ele.

“Leve-o até seus pertences, como a cama, comedouro e brinquedos. Isso irá minimizar o estresse e antecipar a socialização”, explica Paulo.

viajar com pets
E parece que a Lola aproveitou muito a praia

Com os gatos, os cuidados devem ser redobrados, pois eles podem fugir e não conseguir mais retornar.

“Por ainda não terem memória deste novo local, recomenda-se deixá-los presos em um único cômodo, socializando gradativamente”, completa o veterinário.

Companhia para todos os momentos

Laís de Andrade dos Santos já levou sua cachorrinha Lola para duas viagens: uma vez para Curitiba e a outra para a praia.

Depois de fazer todos os procedimentos necessários, Laís só teve que aproveitar!

“Visitamos os principais parques da cidade e inclusive um bar/restaurante pet friendly. Lola se comportou muito bem e se divertiu demais (mais que todos da família). Em ambas as viagens, houve muito contato com a natureza, o que a fez se sentir mais feliz e livre. E nós, família, nos divertimos com sua presença”, comenta.

Além de Laís, Isabella e Vittoria Peniche também não abriram mão de levar seus pets para viajar. Elas aproveitam esses momentos para estarem mais perto de seus animais, já que a correria do cotidiano não permite.

viajar com pets
Lola também gosta de conhecer novos lugares!

“É muito mais divertido viajar com pet, a Cremosa [Bulldog francês de Isabella] é carinhosa, divertida e a hora passa rápido!”, afirma Isabella.

Além da diversão, Vittoria não consegue se ver longe dos seus pets e só se sente completa ao levá-los juntos.

viajar com pets
Vittoria e sua cadelinha, a Vick

“Porque eu não consigo ficar longe! Animal é como uma criança que sente nossa falta e precisa de nós. É um amor incondicional que eles não pedem nada em troca, só amor”, completa Vittoria.

Por isso, saiba que levar seu pet para um viagem é diversão garantida, mas não deixe as precauções de lado!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Saúde e Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Todo mundo deveria mergulhar pelo menos uma vez e bauruenses dizem o porquê!

Uma das maiores belezas que existe está embaixo d’água, e só o mergulho pode oferecer o pr…