O primeiro semestre do ano já passou e os vestibulares começam em novembro! Se você já está na maratona de estudos há algum tempo, está no caminho certo, portanto mantenha a rotina. Mas e quem deixou para se dedicar na última hora, o que fazer? Será que ainda dá tempo?

Segundo a professora Ester Cacchi, idealizadora do Zec Vestibulares em Bauru, não existe tempo perdido. Porém, ela alerta: atenção, vestibulandos, não adianta surtar agora! Se o aluno mantiver um ritmo de estudos dá tempo.”

Para a reta final, o importante é focar no quem vem por aí. Portanto, nós conversamos com a Ester para descobrir como otimizar os estudos até os vestibulares. Então, se você não sabe por onde começar, se liga nessas dicas!

1- Se atente apenas ao seu ritmo

Todo vestibulando já escutou aquele papo de que “fulano passou em medicina na melhor universidade pública”. As comparações entre os estudantes são inevitáveis, por isso, é importante não deixar isso te afetar.

Esteja consciente de que cada um tem seu tempo e se compare apenas com você. As redes sociais e as propagandas trabalham com um nível de exigência mais focada na exceção do que na regra. Assim, o aluno desiste do vestibular antes de tentar. Então lembre-se de arquitetar e construir a sua própria trajetória de sucesso.

“O aluno deve sim se inspirar, mas ele deve olhar para si e, nesse momento, evitar as propagandas milagrosas. Não deve trabalhar com a procrastinação, achando que a qualquer momento vai ter resultados. Os resultados são construídos. Nem deve ter a ideia de que ele é burro e não vai aprender nada. Nesses meses até às provas ele deve se concentrar nos progressos que teve e saber que cada um tem seu tempo. Só não consegue quem desiste”, esclarece Ester.

2- Tenha um espaço de estudos

Um ambiente tranquilo e calmo é essencial para se concentrar e focar nos estudos. Por isso, nessas horas, organizar uma mesa com uma cadeira confortável ajuda a incentivar esse momento. E essa dica não é apenas para os alunos de cursinho não, é também para quem está no ensino médio.

Assim, com o espaço arrumado, já é possível criar uma rotina de estudos. “O que torna o ano de cursinho tão medonho para o aluno é que, muitas vezes, não tem uma rotina regular de estudo, porque ele não está acostumado a sentar para estudar. Quando ele cai no ano do vestibular, ele não está habituado à rotina. Então eu aconselho desde sempre ter um lugar em casa, por menor que seja”, pontua a professora.

3- Conheça os vestibulares

Você já leu o edital dos vestibulares que irá prestar? O documento conta com inúmeras informações importantíssimas que podem ajudar na hora de fazer a prova. Lá é possível descobrir a matérias que são exigidas e quais são as áreas específicas para o curso que irá prestar.

Depois de conhecer o vestibular, procure se fundamentar nesse conhecimento para elencar as dúvidas e dificuldades que você tem. Assim, seus estudos serão mais assertivos e os resultados podem ser melhores.

4- O que é melhor: estudar o que já sabe ou o que tem dificuldade?

A resposta para essa pergunta, segundo Ester, é o equilíbrio! “Se você abandonar o que tem facilidade, vai perder a segurança. Ainda estamos no começo, então o direcionamento é manter o que sabe e focar nas dificuldades que são possíveis de ser esclarecidas”, explica a idealizadora do Zec.

Ainda nesse sentido, colocar em prática toda a teoria também ajuda a reforçar o que já se sabe e a solucionar as dificuldades. Resolver listas de exercícios, fazer provas dos vestibulares dos anos anteriores e levar as dúvidas para os professores é essencial!

5- Estude em grupo

Outra forma de reforçar o conteúdo é estudando em grupo. Todo mundo tem um amigo que é melhor em alguma matéria. Ele pode te ajudar a aprender um conteúdo e a resolver os exercícios.

“Combinar um horário com os colegas para estudar ajuda, desde que o grupo esteja focado. É um ganho para quem ensina também, porque já diziam que a melhor forma de aprender é ensinar alguém, porque você reforça. Então eu vejo um ganho muito grande para todos nesse processo; é muito legal”, opina Ester.

6- Cuide de você

Apesar do vestibular exigir muito do aluno e ser um ano de sacrifícios com longas rotinas de estudo, exageros nunca são bons. Por isso, tenha sempre um dia de descanso na semana e não se esqueça de passar um tempo com a família e amigos. Boas noites de sono e uma alimentação saudável também são fatores que auxiliam positivamente no desempenho.

Além disso, praticar exercícios físicos regularmente traz bem-estar ao corpo. Isso ajuda a aliviar o estresse, a tensão e até a dormir melhor. Nesse período também é muito comum os alunos se sentirem pressionados. Essa pressão causa diversos sintomas trazendo consequências ruins para a pessoa como um todo. Por isso, quando o assunto é mais sério, a ajuda de um profissional é fundamental.

A dica da professora Ester é: “Procure fazer terapia com um psicólogo, vale a pena procurar um profissional. ‘Ah, vou conversar com um amigo mesmo’, amigo dá opinião, já o profissional vai te ajudar a lidar com a ansiedade e com a pressão do vestibular.”

7- Fique de olho na segunda fase

Você pode estar pensando “mas ainda nem chegou a primeira fase”. Eu sei, mas é interessante focar nos estudos para a primeira fase já pensando na segunda. O motivo é que o tempo entre as duas etapas do vestibular é muito curto e deixar para depois prejudicar o seu desempenho.

E mesmo seguindo essa dica, se você quiser dar um gás nos estudos para a segunda fase, Ester afirma que você não precisa fazer isso sozinho. Em dezembro, o Zec Vestibulares abre um grupo de estudos focados na fase final dos vestibulares. Assim, eles trabalham as especifidades de cada vestibular com correções e textos.

“A ideia é ver a escrita do aluno, porque a segunda fase é eliminatória porque, muitas vezes, o aluno não sabe organizar uma resposta dissertativa para a segunda fase. Então trabalhamos esses conceitos e fazemos correções com devolutivas. No final do ano, a gente sempre está aberto, mesmo depois do Natal. Avisando que o ritmo é power, mas os resultados têm sido muito bons”, comenta a diretora.

Zec Vestibulares em Bauru

O Zec está há três anos como curso pré-vestibular e desde 2011 como sede de diversos cursos livres em Bauru. O cursinho é dirigido pela Ester, há mais de 20 anos professora de Ensino Médio e de vários cursinhos em Bauru e na região.

Amante dos livros, ela oferece um curso baseado neles, o que proporciona uma perspectiva contextualizada. Dessa forma, é possível especificar conteúdos abordando a língua portuguesa e a história, desenvolvendo melhor a escrita do aluno.

“Como fizemos uma grade estendida, acreditamos que o livro didático permite maior aprofundamento do aluno. Então quem tem dificuldade em humanas e precisa de um texto maior para ampliar a visão, o livro favorece isso”, esclarece.

E falando nisso, no dia 09 de setembro começa o curso de aprofundamento em história no Zec. As aulas são realizadas toda segunda-feira, das 19h às 22h, e é aberta ao público. Assim, o curso envolve história do Brasil, história geral e foca, principalmente, em alguns conflitos históricos geopolíticos.

“Ter noção do contexto histórico permite ao aluno não ficar só preso às obras. A gente prepara para esse aprofundamento do vestibular que tem sido uma tendência”, finaliza Ester.

publieditorial

Serviço
Zec Vestibulares
Local: Rua Treze de Maio, 18-75
Horário: de segunda a sexta das 7h às 18h30
Telefone: (14) 3245-2472 ou (14) 99174-6336
Facebook: www.facebook.com/zecvestibulares

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Irmãos nas obras: engenheiros criam empresa de gerenciamento de construções e reformas em Bauru

Começar uma obra do zero ou até reformar um cômodo já existente pode gerar arrepios em mui…