Hoje, dia 13 de setembro, é o Dia Nacional da Cachaça e ficamos curiosos para saber o porquê dessa bebida ser tão famosa no país e também em Bauru!

A descoberta da cachaça aconteceu ainda na colonização do Brasil, por volta de 1530. À princípio, a receita tradicional era obtida pela fermentação e destilação do caldo de cana. Mas, com o passar dos anos, novos sabores foram adicionados à cachaça e hoje existe uma variedade da bebida!

O site Mapa da Cachaça, especializado na bebida, explica que os tipos de cachaça são prata, ouro, premium, extra-premium e reserva especial, todas com finalizações diferentes. Assim, as finalizações levam em conta o recipiente e o tempo de armazenamento.

Cachaceiros de Bauru!

Já dizia o cantor Leonardo, “Cachaceiro é quem fabrica a pinga”, e em Bauru encontramos algum desses produtores! Edison Lima começou a produzir sua própria bebida há dois anos, e hoje, com o sócio Bruno Miranda, eles produzem as cachaças DuPé!

Tudo começou quando os bauruenses começaram a levar as bebidas em churrascos com amigos e a galera aprovava. Então, esse foi o “ponta pé” para levarem a brincadeira à sério e começarem a produção.

“Começamos a fazer a ‘saborização’ para degustação própria, pela curiosidade de misturar sabores. Posteriormente vimos que era um mercado pouco explorado e com um bom campo de atuação!”, comenta Edison.

Variedade das cachaças Dupé

Segundo Edison, a produção da bebida varia e cada sabor demora um tempo para a maturação, umas podem levar 20 dias e outras até dois meses.

Outro produtor em Bauru é o Orlando de Souza, proprietário do restaurante Porks. Para ele, a cachaça já era opção confirmada mesmo antes de o cardápio ser estruturado. As opções do restaurante foram pensadas para combinar com a variedade de cachaças que o estabelecimento oferece.

Portanto, a ideia de comprar cachaças prontas foi descartada! “As saborizadas tem uma aceitação muito forte, sobretudo para quem gosta bebida mais docinha como a de banana com canela, kiwi, morango, uva, maracujá e outras tantas”, explica Orlando.

O restaurante trabalha com diversos sabores, como doces, raízes medicinais e também com a cachaça tradicional no carvalho.

Cachaça no restaurante Porks

A cachaça é patrimônio brasileiro, sabia?

Além de ser uma patrimônio brasileiro, no nosso país existe um Instituto Brasileiro da Cachaça, entidade de classe do setor produtivo e defende a bebida em âmbito nacional e internacional. Além disso, o instituto busca padronizar a bebida estabelecendo critérios para consolidar a cachaça como um destilado brasileiro.

Quando pensamos em drinks com cachaça, lembramos logo da famosa caipirinha, composta por cachaça, limão e açúcar. Mas, podemos destacar outras combinações feitas com a bebida.

Juninho Correa, barman no Üne Bar, explicou que a cachaça tem um papel fundamental na coquetelaria por ser um produto nacional. Além da caipirinha, outro drink bem conhecido é o “Rabo de Galo”, que vem crescendo com algumas variações.

Segundo o barman, podemos explorar a cachaça de várias formas! “Podemos usufruir da nossa diversidade de frutas. Assim, fazemos combinações com jabuticaba, caqui, frutas vermelhas e até mesmo com goiaba. Além da nossa queridinha do momento com cravo e canela”, completa Juninho.

Juninho Correa, barman Üne Bar

Chegou até aqui? Merece uma receita!

O barman ensinou a receita do drink “Rabo de Galo”. E que ela sirva de inspiração pra galera nesse calor!

  • 50 ML de uma boa cachaça;
  • 25 ML de vermute tinto;
  • 15 ML de Redução de açúcar demerara com manjericão;
  • Twist de laranja bahia.
Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Vivian Messias
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

50 restaurantes de Bauru irão participar do circuito do Prêmio Impera totalizando mais de 80 receitas

As inscrições acabaram e as receitas que irão participar do Prêmio Impera estão saindo do …