Com apenas 20 anos, Genaro Magri acaba de realizar um sonho que é compartilhado entre muitos artistas: lançar seu primeiro álbum. Além disso, ele consagrará o feito com um show no Teatro Municipal, no dia 7 de outubro, às 20h30.

O álbum intitulado “Isso também passa” conta com oito faixas, no entanto, o artista afirma que o show terá mais que isso. Genaro viu no evento uma oportunidade de apresentar-se para o público, assim, também pretende performar canções que influenciaram seu trabalho, além de algumas poesias e histórias que inspiraram as músicas. 

“Esse será um show bem intimista. Portanto, vou propor uma conversa com as pessoas, porque por ser um show de lançamento acho que quem estiver lá merece conhecer melhor os detalhes das coisas”.

Relação estreita com as artes

Com veia artística declarada desde muito novo, Genaro conta que desde os nove anos toca violão e que sempre gostou de escrever, principalmente poemas. Além disso, ele também cogitou seguir a carreira como ator, fazendo aulas de teatro e até participando de curtas-metragens para o cinema.

No entanto, a ideia de cantar surgiu com a necessidade de que suas palavras, ideias e poemas fossem ouvidos. “Eu gosto muito das palavras, então essa coisa de cantar foi consequência de eu ter uma necessidade de expressão muito grande e ter encontrado na música uma maneira de expressar isso”. 

Inicialmente escrevendo música como uma brincadeira, ele afirma que nunca se considerou exatamente um cantor. “Eu me considero mais um intérprete, um escritor, do que propriamente um cantor”, pontua o artista que entoa canções de sua própria autoria. 

Consolidação da carreira

Apesar da pouca idade, Genaro já participa do cenário musical regional há cerca de dois anos, tocando em barzinhos durante a noite. A oportunidade de começar no ramo surgiu por acaso, ao subir no palco com uma amiga, e desde então ele nunca mais parou. 

Nesse período, o artista afirma que começou a escrever mais e a amadurecer as músicas; atitudes que culminaram em seu primeiro álbum autoral. Isso foi determinante para que o jovem, atualmente também cursa Direito, descobrisse na música sua aspiração profissional.

Porém, Genaro ainda frisa que todas suas realizações não seriam possíveis sem o apoio de amigos e da família. Inclusive, todo o processo de gravação só aconteceu graças a um colega. 

“O processo de gravação ocorreu porque eu já vinha escrevendo e estava com vontade de gravar, mas não me sentia pronto, nem encontrava a oportunidade certa. Foi aí um amigo meu, o Artur Capello, que tem um estúdio na casa dele, sugeriu que gravássemos junto; ele também produziria meu álbum”, conta Genaro. 

Inicialmente, o cantor conta que seriam apenas quatro músicas, porém, acabaram gravando oito faixas. E, assim como o processo de gravação fluiu bem, a carreira de Genaro segue no mesmo ritmo. “Não foi algo muito planejado. Eu só tinhas as músicas e a vontade. Quando eu vi já estava gravando, depois foi o lançamento e agora vai ter o show no teatro”.

“Isso também passa”

De acordo com o artista, o álbum trata de uma maneira delicada, mas sem fugir da proposta, sobre sentimentos. Especialmente discorrendo sobre questões que são inevitáveis na vida, como encontros, amores, confusões e despedidas. 

Genaro considera que suas músicas se encaixam, de uma maneira geral, no estilo MPB. “Isso ocorre muito por conta das minhas influências musicais. Eu escuto muito Caetano Veloso e também gosto muito de Belchior e Chico Buarque”. No entanto, afirma que as canções também circulam por outros estilos, algumas com traços de samba, reggae e até pop rock nacional. 

Além disso, o jovem conta que o nome “Isso também passa” surgiu devido ao fato de que tudo realmente passa; tanto os momentos bons, quanto os ruins. “Todas as coisas passam e é necessário que a gente tenha os olhos atentos a isso. Para que não nos deixemos ser dominados pelo cotidiano e esqueçamos de aproveitar as coisas, porque elas são realmente passageiras”.

Inclusive, Genaro comenta que sua música favorita é a que leva o mesmo nome do álbum. “É a minha música preferida pois acho que nela eu consegui me expressar muito bem sobre algo que é também inevitável na vida das pessoas em algum momento, que é um término. Depois é necessário que a vida continue e também entender que isso é normal”. 

Lançamento e perspectivas

Apesar de afirmar nunca ter planejado como seria esse momento de sua vida, Genaro pontua que está sendo surpreendido. “A aceitação das pessoas está sendo muito boa e eu também estou gostando. Esse álbum foi um experimento para mim, nunca tinha feito algo parecido e eu ainda pretendo conseguir circular com essas músicas por algum tempo”.

Ele também pretende lançar um clipe de uma das faixas do álbum e já tem planos de gravar mais coisas. Porém, no momento, está focado na consolidação do primeiro álbum. 

Em seu show de lançamento, na próxima segunda-feira (7), o artista afirma que o público pode se preparar para encontrá-lo em um novo formato. “As pessoas estão acostumadas a me ver tocando voz e violão sempre e eu me permiti fazer esse show no formato de banda, principalmente pela estrutura do teatro e por ser um show de lançamento”. 

Para quem quiser chegar ao evento com as músicas na ponta da língua, o álbum já está disponível todas as plataformas digitais e você pode escutá-lo no Spotify, aqui neste link.

Garantindo a entrada 

E nada como apoiar, incentivar e prestigiar artistas independentes da nossa cidade, né? 

Então para quem quiser curtir o show, os ingressos podem ser comprados pelo telefone através do número (14) 99644-9544 ou na Casa de Cultura Celina Neves, ponto de venda oficial. O preço dos convites antecipados é de R$ 20,00.

Serviço 

Show de lançamento álbum “Isso também passa”
Data: 7 de outubro, às 20h30
Local: Teatro Municipal de Bauru (Av. Nações Unidas, 8-9 – Centro)
Facebook: www.facebook.com/MagriGenaro/
Instagram: @Genaromagri

Compartilhe!
  • Cantor bauruense lança cover de sucesso da boyband N’Sync

    O Social Bauru bateu um papo com o cantor Daniel Cecci para saber como foi a produção dest…
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

25ª edição da Mostra Arte sem Barreiras terá eventos inclusivos e gratuitos em Bauru

Inclusão e representatividade são as palavras-chave da 25ª Mostra Arte Sem Barreira, que a…