A equipe e os alunos do Cursinho Principia, cursinho popular da Unesp, tiveram uma ideia bem original para uma comemoração anterior às provas do vestibular. Ao invés de optarem comemorar o Halloween, festa da tradição estadunidense, como muitos fazem nessa época do ano, o Principia decidiu valorizar a cultura nacional!

No meio do ano fizemos uma festa junina, muito legal. Tivemos Karaokê, quadrilha, comida e a interação entre os membros do cursinho. No final da comemoração, conversando com um professor, tivemos a ideia de fazer uma outra festa, já que essa tinha dado tão certo. Mas não sabíamos ainda ao certo o que sugerir. Lembrei do Halloween, que é em outubro, então este professor sugeriu um ‘abrasileiramento’ da festa virando o Dia do Saci, que acontece na mesma data”, explica a aluna Maria Eduarda Mendes.

O Dia do Saci comemora a lenda folclórica do Saci Pererê, um menino negro de carapuça vermelha e uma perna só. Habitante das florestas, ele adora pregar peças e fazer travessuras com as pessoas.

A lenda sobre esse personagem surgiu no sul do Brasil em meados do século XVII e foi retratada por Monteiro Lobato anos depois em seus livros, se popularizando.

Valorizar o que é nosso

Uma curiosidade é que o Dia do Saci foi instituído por um projeto de lei federal justamente com esse propósito de valorizar figuras do folclore brasileiro em contraposição ao Halloween. Por isso, a escolha da data também foi dia 31 de outubro.

Não que seja algo ruim comemorar o Dia das Bruxas, mas muitas vezes acabamos deixando de lado tradições nacionais para incorporar comemorações de outros países.

Acho que trocas culturais são legais e importantes, porém é muito comum ver as pessoas fazendo uma substituição a partir do momento que excluem uma tradição nacional, em detrimento de uma internacional. Acho importante que valorizemos a nossa cultura nacional, porque hoje em dia é muito comum ver os jovens valorizando muito mais aquilo que a mídia norte americana impõe como um modelo universal a ser seguido. Por isso, a ideia de nomear a festa como Festa do Saci é uma tentativa de valorizar aquilo que é nosso, de nós brasileiros”, explica Maria Eduarda.

Por esse motivo, além de optarem pela festa do Saci, os alunos e colaboradores foram convidados a ir fantasiados de personagens folclóricos e da cultura nacional em vez de se fantasiarem de monstros e vilões como geralmente fazemos no Halloween.

Uma forma de driblar a ansiedade

Em um período tão próximo aos exames dos principais vestibulares do país, o evento também cumpriu o objetivo de aliviar um pouco a tensão dos alunos, que geralmente ficam bem ansiosos antes das provas.

Um dos propósitos foi dar um jeito para que os alunos conseguissem relaxar, diminuir um pouco a tensão e aproveitar um pouco dessa época tão perto do vestibular que pode causar um adoecimento psicológico. Muitos ficam com ansiedade, há alguns casos em que ficam com depressão, então teve essa função importantíssima de promover saúde mental para os nossos alunos e um momento de prazer e relaxamento com comida e música”, explica o coordenador Emílio Scalise.

Esse nervosismo, citado por Emílio, pode ser responsável por uma certa falta de atenção nas provas, fazendo com que os alunos cometam deslizes nas questões, mesmo tendo o conhecimento necessário para resolvê-las.


Equipe do Cursinho Principia

Não obstante, outro propósito da festa foi aproximar ainda mais os alunos dos professores e da equipe do cursinho no geral.

Outro fator, é promover a afetividade do aluno e professor junto aos secretários e coordenadores. Assim a gente forma uma equipe, quase como uma família, em que podemos contar um com o outro. E dessa forma, também garantir um ensino mais aprofundado e mais significativo”, finaliza o coordenador.

O que resta após esse evento é desejar boa sorte para os vestibulandos e a consciência que o Cursinho Principia transmitiu de que valorizar nossa cultura nunca é demais!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Pedro do Cordel ganha prêmio “Jovem Destaque” com projeto e cordelteca em Bauru

Apesar da pouca idade, Pedro Poppoff já é reconhecido, não só em Bauru, mas também em dive…