Imagine você sendo o cangaceiro mais famoso do sertão que volta dos mortos para caçar demônios e libertar espíritos renegados. Pois é, você realmente pode fazer parte dessa história com o jogo O Rei do Cangaço, produção em realidade virtual da Ignite Game Studio, uma desenvolvedora aqui de Bauru!

Em O Rei do Cangaço, o jogador é colocado para dentro da história por meio da tecnologia dos óculos VR, ou seja, realidade virtual, e toma as rédias da vida – e das armas – de um cangaceiro. O jogo é um shooter no estilo arcade em que seu objetivo é derrotar os inimigos!

A cultura do Nordeste

O cangaço foi um movimento banditista e de protesto que teve seu início no século XVIII no nordeste. Até hoje é reconhecido no Brasil, regado de histórias, contos e lendas.

Foi desse conteúdo muito rico que nasceu a ideia do game. Segundo Matheus Mazuqueli, diretor criativo da Ignite, a ideia sempre foi destacar o visual nordestino, por ser único!

“O Brasil é muito rico em cultura e isso sempre foi pouco utilizado nos jogos. Desde quando comecei a levantar ideias para o jogo eu sempre tive o direcionamento de ‘eu quero fazer um game com tema brasileiro’ e aos poucos fomos lapidando a ideia até chegar no resultado de hoje”, ele comenta.

Desde então, o jogo já está com sua primeira etapa produzida e disponível para download gratuito no Itch.io. Por ser VR, O Rei do Cangaço está disponível para Oculus Rifts e HTC Vive. A escolha da plataforma de realidade virtual se deu pela inovação e pela tecnologia, que é muito diferente.

Um incentivo a mais

Em sua primeira etapa, o jogo contava com apenas seis meses para ser produzido e apresentado na Brasil Game Show (BGS), evento onde são expostas as novidades do mundo dos games. “Foi bem corrido mas a equipe é excelente e nós conseguimos nos organizar para fazer dar certo”, explica Matheus.

Ainda segundo o diretor criativo, a parte da produção que deu mais trabalho foi encontrar as pessoas capacitadas para ocupar cargos que a desenvolvedora ainda não tinha. Para isso, o escritório teve de ser transferido de Bauru para Curitiba durante um ano.

Mesmo com a correria, a recompensa veio! No início de 2019, a Ignite enviou o projeto d’O Rei do Cangaço para a Lei de Incentivo à Cultura. Felizmente, o jogo foi aprovado. Agora, a desenvolvedora precisa buscar empresas e pessoas físicas que queiram investir no jogo.

Uma desenvolvedora de Bauru

A Ignite nasceu de uma competição de desenvolvimento de jogos, lá em 2008. De lá para cá, a equipe conta com cinco pessoas trabalhando no projeto de O Rei do Cangaço. Além do game, a desenvolvedora também produz jogos para outras empresas, mas já possuem ideias para o futuro!

o rei do cangaçoEquipe da Ignite

“Atualmente também estamos pré-produzindo um novo título próprio. Ele será um jogo multiplataforma online!”, afirma Matheus.

Os games em Bauru estão com tudo!

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Noveleiros de plantão: bauruenses não perdem um dia de suas novelas favoritas

Olho no relógio. Ih! Já é hora da novela. E essa eu não perco por nada! Ninguém me tira do…