Quando se trata de filmes de terror o que fica marcado são aquelas cenas que nos rendem bons e memoráveis sustos!

Se você já se assustou com algum jumpscare (cenas em que você dá pulos porque te assustam bruscamente) sabe que os efeitos dos sustos podem ser diversos: cobrir de olhos momentâneo, gritos estridentes e até mesmo algumas noites sem dormir.

Pensando nesses trechos de filmes que podem nos marcar de forma não tão agradável, o Social Bauru entrevistou alguns bauruenses para descobrir quais são as cenas mais épicas de filmes de terror para eles.

Dois avisos: essa matéria pode conter spoilers assustadores e, se você é medroso, pode ficar mais medroso ainda!

Pânico na cabana

Muitas vezes temos contato com filmes de terror quando ainda somos crianças e algumas cenas ficam marcadas na memória, podendo até ser um pouco traumatizantes.

Essa experiência foi vivenciada pela bauruense Izabella Suzuki, que ficou marcada por uma cena do filme “O Sexto Sentido”.

Uma das cenas que mais me assustou em filme de terror foi a cena do filme O Sexto Sentido, que é quando o Cole corre para sua cabana no meio da noite depois de ver mais um fantasma e quando ele acende a lanterna, ele vê uma menina vomitando e pedindo ajuda. Essa cena me marcou muito. Acho que me assustou mais porque eu era bem nova, e na minha cabeça, por muito tempo eu acreditei que a menina era mais assustadora e tinha o rosto meio desfigurado, mas depois que assisti o filme de novo quando fiquei mais velha vi que não era assim! Mas confesso que ainda tenho medo”, revela.

Televisão amaldiçoada

Quem nunca assistiu um filme de terror e depois foi assustado por algum parente ou amigo?
Foi isso que aconteceu com a bauruense Lorena Fagundes, que ficou bem tensa enquanto assistia o filme “O Chamado” do ano de 2002.

Sem dúvida, a cena que mais me assustou foi aquela clássica quando a Samara sai do poço e da televisão para matar o ex-marido da protagonista. No dia que assisti esse filme, minha mãe achou que seria engraçado tocar o telefone de casa no mesmo instante que toca no filme (isso ainda no começo). Impossível não traumatizar”, relembra.

Após ver o filme, a bauruense conta que ficou com medo por um longo período de tempo.

Na época eu tinha cabelos longos como o da Samara e mal conseguia me olhar no espelho sem lembrar dela. Foram meses sem dormir tranquilamente. O que ajudou foi o fato de eu ter cortado o cabelo e ter ficado loira, mas até hoje eu tenho horror desse filme”.

Susto momentâneo

Algumas pessoas, como o bauruense Marco Antônio Francisco, só levam susto na hora do filme mesmo, mas nem por isso a produção é menos horrorizante.

A cena que assustou Marco pertence ao filme de terror “Sexta-Feira 13” e contém um dos mais icônicos personagens de filme de terror da história do cinema: Jason Vorhees. O bauruense conta sua reação ao assistir a cena no cinema durante os anos 80:

A cena era o Jason saindo da água e aparecendo na canoa no fim do filme e me assustou porque foi algo inesperado. Apesar de só ter tido medo na hora do susto e não ter tido pesadelos, confesso que fiquei com um pouco de receio na hora de voltar a pé para casa”, revela Marco.

Seres de outro planeta…

Quem assiste “E.T: O Extraterrestre” pode acabar acreditando que ETs são apenas seres fofos e inofensivos.
Mas quem disse que seres de outros planetas também não podem ser aterrorizadores?

O estudante Fellipe Gualberto que o diga! Pois se tem coisa que o aterroriza são histórias sobre alienígenas. Tanto é que a produção cinematográfica que contém a cena que mais o assustou é a “Contatos de Quarto Grau” que conta histórias de pessoas abduzidas por extraterrestres.

Fiquei com muito medo no momento em que hipnotizam uma das personagens para saber o que aconteceu com ela durante uma abdução. A cena mais parece um ritual de exorcismo, na verdade. O medo surgiu porque no começo do filme aparece uma mensagem dizendo que ele é baseado em fatos reais. Mas mesmo depois que fiz uma pesquisa no Google e descobri que é tudo mentira, tive pesadelos e continuei mais ou menos uma semana com medo ainda”, conta.

Indicações dos bauruenses

E claro que não podíamos fechar essa matéria sem dar outras indicações de filmes de terror, não é? Por isso, fique com uma lista de filmes de terror sugeridas pelos bauruenses que deram seus relatos nesta entrevista:

  • “O Iluminado”
  • “O Babadook”
  • “O Bebê de Rosemary”
  • “Os Outros”
  • “Carrie a Estranha”
  • “Corra!”
  • “A Bruxa”
  • “Hereditário”
  • Trilogia de Sexta Feira 13
Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

O que os bauruenses precisam saber sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que completa 71 anos

O termo Direitos Humanos, ainda que conhecido por muitas pessoas, pode, muitas vezes, ter …