Um doce é capaz de mudar o nosso dia, não? Seja uma lembrança de alguém querido, ou um gesto de autocuidado, qualquer que seja a sobremesa, tem o poder de até mudar o humor.  

E, muita gente já conhece (e se apaixonou), ou pelo menos ouviu falar, da confeitaria L’Atelier Sucré, muito famosa pelos macarons.

Agora, após 7 anos atuando sob encomenda em Bauru, Déborah Franciscato realiza um antigo sonho. Nesta quinta-feira (05), ela, juntamente com seu amigo e gerente do espaço, João Victor, inauguram o espaço próprio do atelier. 

Nele, será possível conhecer e degustar, na hora, os mais diversos doces inspirados, especialmente, nas confeitarias francesa e americana. No entanto, prezando por manter sua essência, a loja terá o conceito to go, ou seja, você pode comprar o doce e curti-lo em casa ou no trabalho.

O ateliê açucarado  

Pensado para quem está na correria da rotina, para quem busca uma opção de presente ou quer apenas se deliciar, Déborah optou pelo sistema to go, ou seja, o espaço não terá mesas. A decisão também veio graças à região em que estão localizados, onde há a possibilidade de dar uma passada assim que bater a vontade de um docinho. Seja no almoço, no intervalo do trabalho ou no final do dia. 

“Nosso objetivo é levar um doce de qualidade para todos, de forma rápida e prática. E o nosso horário de funcionamento será de segunda a sábado, das 10h às 20h30”, explica Déborah. 

Déborah frisa que todos os dias terão todos os doces com os quais trabalham. Serão vários sabores de macarons, éclairs e Tartelettes, além do brownello, um doce exclusivo do Atelier, twins cookiescookies, bombons e muito mais. Ah, e tudo feito com chocolate belga, tá bom? 

Para acompanhar o doce, também terão, no sistema to go, cafés, capuccinos, espressos, uma linha de chás gelados e uma linha de soda italiana.

Sobre a questão do to go, Déborah explica que a ideia também surgiu com a intenção de manterem-se fiéis à sua tradição. “A gente teve essa ideia porque é o que sempre fizemos. Queremos nossa primeira loja com a nossa cara, como sempre foi, só que muito mais maravilhosa.”

No caminho do coração 

Déborah, formada em Gastronomia pela USC e na Le Cordon Bleu Paris, entrega ser apaixonada pela confeitaria. Porém, foi apenas após formar-se em Nutrição, que encontrou a profissão dos sonhos.

“Eu entrei na gastronomia buscando me aprofundar na nutrição. No entanto, quando eu comecei na gastronomia eu me vi 100% mudando de rumo, e a confeitaria foi algo natural”, explica Déborah.

Inclusive, foi durante a segunda graduação que conheceu João Victor, que a acompanhou desde os primórdios do Atelier, em 2012. Após sua estadia em Paris para a especialização na Le Cordon Bleu, Déborah conta que trabalhou apenas cerca de dois meses sozinha na confeitaria.

“Um dia eu liguei para o João me ajudar a entregar uma encomenda e depois daquele dia ele nunca mais foi embora”, relembra.

No entanto, até a inauguração de sua primeira loja, ela relembra que atenderam, todo este tempo, sob encomenda. E a produção era toda feita na cozinha da clínica de nutrição da mãe de Déborah.

Começamos a sentir que nossos clientes queriam comer nossos doces não só em festas”, explica. E, com o passar do tempo, eles passaram a disponibilizar doce a pronta entrega no local, para atender a demanda da clientela.

Porém, quanto mais conhecidos ficavam, mais crescia a paixão dos bauruenses pelas delícias produzidas pela equipe, que foi crescendo durante os anos. Isso levou-os a colocar em prática planos que já tinham desde o início: inaugurar o espaço próprio.

Os rumos da confeitaria 

No entanto, o reconhecimento do público e o crescimento do negócio não vieram da noite para o dia.

Entre 2013 e 2018 o L’Atelier Sucré teve uma forte presença em festas de casamento, 15 anos, batizados, produzindo bolos e doces. A demanda das festas fez com que a equipe deixasse a produção de doces a pronta entrega um pouco de lado. 

No final de 2018, fizeram uma breve pausa para reestruturação do Atelier. Porém, o pouco tempo que deixaram de atender trouxe uma gratificante resposta do público, pedindo o retorno o mais rápido possível.

Esse era o incentivo que faltava para Déborah retornar e abrir o espaço do jeito que sempre imaginou. “Meu sonho sempre foi ter uma loja para o pessoal poder ter a gente mais perto, no ambiente que eu sempre sonhei, a loja é a cara do Atelier”, explica orgulhosa.

A França em Bauru

Durante um ano, Déborah esteve imersa na cultura francesa, graças à estadia no país para cursar o Le Cordon Bleu. A experiência, de tão marcante e especial, levou a proprietária a trazer para o Atelier inúmeros detalhes que remetem à França; a começar pelo nome, que em português significa “O ateliê açucarado”.

Os doces queridinhos também são clássicos inspirados no berço da gastronomia e da confeitaria francesa. Entre eles, destacam-se macaron, tartelette e éclair. No entanto, reconhecendo o gosto mesclado de seu público, Déborah também apostou em doces americanos.

“Desde o começo meu objetivo era ter doces clássicos franceses, só que ao mesmo tempo, que brasileiro que não gosta de um brownie, uma cookie? Então, apesar de gostarmos muito dessa área clássica, trouxemos um pouquinho de cada para atender todos os gostos. Tentamos abranger todos os paladares. Isso tudo com um toquinho brasileiro”, explica a proprietária.

Ainda, o novo espaço também não perde a essência idealizada por Déborah. Por isso, sua decoração é diretamente influenciada por detalhes franceses. “A gente já tem a cor definida há muito tempo. É algo que a pessoa vê e já relaciona com a marca, porque eu sempre quis ter o meu cantinho rosa, só que agora com um toque azul”, explica.

Justamente esse estilo levou a um tagline: “L’Atelier Sucré: uma doce viagem”. A ideia, de acordo com João, é porque ao comer os doces da confeitaria é possível viajar, pelo paladar, até a França, Estados Unidos ou até aquele momento especial. Além disso, também uma doce viagem por conta da questão do to go.

“O que a gente recebe, que acho que é o maior elogio da nossa vida, é quando a pessoa fala que comeu nosso macaron e se sentiu em Paris. Quando isso acontece, pronto! Valeu a nossa vida”, conta Déborah.

O que esperar da confeitaria? 

João frisa que no Atelier sempre trabalharam com ingredientes de qualidade em todos os seus produtos (sim, todos os produtos têm chocolate belga e pura farinha de amêndoas). E agora não seria diferente.

“A gente pensa realmente em cada processo, tomamos muito cuidado. Não é só produzir e vender. A gente produz e tem que estar perfeito, por isso provamos todos os doces, todos os dias”, explica Déborah.

E é justamente isso que a equipe pretende passar para os clientes com a loja. Despertar inúmeras sensações, desde a entrada, até se derreter pelas inúmeras opções de doces.

Sobre a empreitada, o sentimento é gratidão. “É a realização de um sonho. E foi de passinho em passinho, então acho que é o que dá mais prazer, porque fomos construindo aos poucos”, pontuam.

Agora, quem já amava poderá matar a vontade de doce quase todos os dias, enquanto, para quem ainda não conhecia, poderá experimentar um pedacinho da França em Bauru.

publieditorial

Serviço 

L’Atelier Sucré Pâtisserie
Local: Rua Gustavo Maciel, 26-60, loja 7 – Jardim Estoril IV
Telefone: 14 99661-7577
Horário de Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 20h30
Site: www.lateliersucre.com.br
Facebook: www.facebook.com/lateliersucrepatisserie
Instagram: @lateliersucre

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Chef Moacir recebe mais dois mestres do sabor com menu cinco tempos no Bar da Rosa

Se você assiste a programas de culinária e sempre teve aquela vontade de experimentar os p…