A bicicleta está em alta. Caiu no gosto da população que, em busca qualidade de vida, a usa para praticar esporte e lazer, sem falar que cada vez mais é meio de transporte para driblar o trânsito caótico das grandes cidades. Não é à toa que a estimativa da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) é fechar 2019 com 857 mil unidades fabricadas, 10% a mais que em 2018.

Além disso, aumentam os interessados em cicloturismo e competições com bicicleta nas ruas e off road. Brotas, capital do turismo de aventura a pouco mais de 100km de Bauru, comprova esse fenômeno. A cidade recebe turistas que aproveitam para pedalar nas belas paisagens de natureza e atletas profissionais que pedalam turistando.

O calendário de eventos de Brotas inclui grandes competições como o Trirex e o Wolf Series, que entre suas modalidades há provas com bicicleta. Neste ano também entrou para o calendário, o 1.º Brotas Ciclotur, realizado no dia 24 de novembro.

“Brotas está no calendário das corridas na natureza a pé e em bicicleta. E estamos vendo aumentar o número de provas com bike. Em janeiro, teremos a primeira competição de mountain bike de Brotas, além do Trirex e do Wolsf Series, que têm provas que incluem bicicleta”, conta Fabio Pontes, secretário de Turismo de Brotas.

Turismo sobre duas rodas

O turista comum, que não vai participar de provas, mas gosta de pedalar pode aproveitar para fazer a atividade em Brotas, já que a cidade tem estrutura. O município conta com agência de ciclismo, a Brotas Pedal, que oferece passeios de bike individual ou em grandes grupos.

Os trajetos são mapeados e proporcionam contato com a natureza exuberante das serras, vales, cachoeiras, matas, rios, lagos e nascentes. Outra opção é pedalar por conta nos ecoparques e até mesmo nas estradas rurais. Porém, se optar por terrenos mais acidentados, o ideal é estar sobre uma mountain bike.

Combina muito com Brotas chegar na cidade e trocar o carro pela bicicleta para ir para cachoeiras. Há meios de hospedagem que emprestam bicicleta para quem não lembrou ou não conseguiu levar na viagem, como a Pousada Pé na Terra e o Brotas Eco Resort. E outros, como Hotel Fazenda Shangri-Lá, ainda oferecem passeios de bike.

Bike nas alturas

Por oferecer tantas atividades voltadas para quem ama bicicleta, é comum encontrar grupos de turistas sobre duas rodas em Brotas. Principalmente na zona rural e na estrada de acesso ao Patrimônio, onde estão localizadas a maioria das cachoeiras do destino turístico.

Inclusive, há uma atividade do turismo de aventura nas alturas que é em bicicleta adaptada. É a superbike ou tirolesa de bike, oferecida no Ecoparque Viva Brotas. A prática consiste em atravessar, de um lado ao outro do vale, numa bicicleta adaptada utilizando técnicas verticais.

Para saber mais, visite o site: www.brotas.tur.br.

As informações são da assessoria de comunicação da prefeitura de Brotas.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

SORRI-BAURU completa 44 anos atendendo cerca de 2 mil bauruenses por mês

Vencer dificuldades é uma rotina nos 44 anos da SORRI-BAURU, completados neste 25 de setem…