O zoológico de Bauru vai completar 40 anos em 2020 e é uma das atrações turísticas mais conhecidas de Bauru.

Seja por ser um passeio acessível ou pelo reconhecimento do trabalho realizado, o local já foi eleito diversas vezes a melhor atração do município e em 2015 conquistou o título de 8º melhor zoológico do Brasil no prêmio Traveller’s Choice promovido pelo Trip Advisor.

Em seus 50 mil metros quadrados, o plantel abriga cerca de 700 animais de 170 espécies diferentes (entre aves, répteis, peixes e mamíferos) e conta com cerca de 50 profissionais especializados responsáveis por seus cuidados.

Mais do que um passeio divertido

Apesar de ser considerado majoritariamente um local de diversão, o zoológico também é reconhecido pelo trabalho que faz com os animais.

Nesse sentido, quando se trata da conservação da biodiversidade, o plantel já abrigou e propiciou a reprodução de diversas espécies em risco de extinção, como lobo- guará, macaco-aranha de testa branca, mico-leão-dourado, sauim-de-coleira, onça-pintada, tamanduá-bandeira, entre outras.

Além disso, o médico veterinário do local, Lauro Leite Soares Neto, afirma que o zoo também tem um papel importante quando se trata da reabilitação de animais.

“Em 2019 recebemos 116 animais em situação de atropelamento ou orfandade resgatados por órgãos públicos ou entregues por munícipes nos quartéis de Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros. Dentre estes 116, alguns já foram recebidos mortos, muitos chegaram com lesões irreversíveis, outros não resistiram ao tratamento e alguns ficaram clinicamente sadios, mas sem condições de retornar à natureza”, explica.

Dentre esses animais recebidos, 32 foram reintroduzidos à natureza e quatro permanecem em tratamento e tem a possibilidade de retornar para seu habitat natural.


Foto: Juliana Oba

Educando sobre a diversidade

De acordo com a bióloga Samantha Bittencourt, o zoológico é uma ferramenta de conservação fora do ambiente natural necessária devido à intensidade de influências humanas que refletem diretamente na fauna, como por exemplo, desmatamentos, queimadas, atropelamentos, tráfico de animais, entre outras.

Assim, um dos papéis do zoo é conscientizar a população sobre os cuidados com a natureza e a biodiversidade, realizando um importante papel de educação ambiental.

“Ao atrair um visitante para o zoológico queremos que ele saia daqui mais sensibilizado. Tanto pelos cuidados que devemos ter pela natureza e pelos animais, quanto motivados a cuidarem melhor do planeta”, explica Samantha.

Por isso, o local tem a possibilidade de agendamento de visitas com palestras no início e visitas monitoradas junto com um membro do zoológico.

Além disso, o zoo oferece alguns projetos com fins educacionais, como exemplifica a bióloga Maisa Jampauli:

“Temos ‘O Bicho do mês’, que dá destaque para um animal por mês, espalhando informações sobre o mesmo pelo zoo, um curso de férias para crianças de 4 a 15 anos, curso para professores, exposições para a comunidade dentro e fora do zoológico, participação em feiras ambientais e palestras em escolas”.


Foto: Juliana Oba

Como visitar

O zoológico de Bauru fica aberto para a visitação de segunda a sexta-feira: das 8h às 16h. E também durante sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h.

As visitas monitoradas duram cerca de duas horas e podem ser realizadas de terça a sexta-feira no período da manhã e da tarde. Nelas, um técnico do zoo acompanha os visitantes e dá informações e curiosidades sobre o comportamento, biologia, alimentação, hábito e habitat dos animais.

Nesse tipo de visita, o agendamento deve ser feito pelo responsável da excursão pelo email: [email protected] Seguindo esse passo, será enviado um formulário para a requisição oficial da visita monitorada.

Também há a possibilidade de visitas pré-agendadas gratuitas. Essa modalidade de visitação requer que haja um adulto responsável para cada 15 crianças.

O zoológico pode atender gratuitamente a quantidade de 300 pessoas pré-agendadas por período. Caso esse número já tenha sido atingido, a excursão terá que pagar ingresso, ou então, requisitar outra data.

O valor do ingresso é de R$4,00 para crianças acima de quatro anos e adultos. Pessoas com mais de 60 anos e crianças com menos de quatro anos não pagam.

Serviço
Visitação ao zoológico
Data: de segunda a sexta-feira das 8h às 16h, sábados, domingos e feriados das 8h às 17h
Local: Parque Zoológico Municipal de Bauru (Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros SP-225, km 232)
Telefone: (14) 3203-5229 / (14) 3231-2632
Site: www2.bauru.sp.gov.br/semma/
Facebook: www.facebook.com/zoo.bauru/
Instagram: @zoobauru

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Como os museus de Bauru chegam até as pessoas durante a pandemia?

Fechados para atendimentos presenciais desde março de 2020, o Museu Histórico Municipal, o…