Era hora do almoço quando eu pensei em fazer batata frita. Afinal, não tem combinação melhor no mundo do que um arrozinho com bife e batata frita. Só que, até então, eu nunca tinha feito fritura antes. 

Sabe como é, fritura é uma coisa que dá trabalho, espirra e contém altos riscos de explodir a casa se for em quem estiver fazendo. Contudo, me aventurei e fui até o fim. Ficaram muito boas, por sinal.

Só que no fim, fiquei me perguntando: o que eu faço com esse óleo? Bem, pode ser uma pergunta sem sentido para quem já está acostumado, contudo, eu não sabia como fazer o descarte correto daquele resíduo.

Depois de muita pesquisa, fui descobrir que não pode jeito nenhum despejar o óleo no ralo da pia. Há formas corretas de descartar o óleo de cozinha. Inclusive, há pontos de coleta especializados aqui em Bauru e até opções de reuso. 

De uma forma ou de outra, é importante ter a consciência do descarte correto do óleo.

Descarte correto, por quê?

Segundo o Prof. Dr. William Ricardo Amancio Santana, que ministra aulas para o curso de Ciências Biológicas no Unisagrado, o óleo não se mistura com a água, isso, devido à densidade de ambos. Dessa forma, o óleo de cozinha acaba contaminando esse recurso natural que é essencial para nossa vida.

Outro problema é que o óleo também pode contaminar o solo caso ele seja destinado para os aterros sanitários.

“O óleo tem um alto potencial para poluir grandes quantidades de água. Para se ter uma ideia, um litro de óleo de cozinha usado pode poluir cerca de um milhão de litros de água. Em outras áreas, como no mar, o vazamento de óleo contamina grandes áreas e prejudica toda a vida marinha”, explica o professor.

Também é importante não despejar em ralos, pois podem causar o entupimento das tubulações ao se acumularem nas paredes dos tubos. Além disso, o óleo que não fica preso nas tubulações vai para nos rios, contaminando os cursos d’água.

Como descartar

O óleo é considerado um produto com tempo indeterminado de decomposição, o que pode significar muitos anos!

Por isso, o professor William explica qual a melhor forma de fazer o descarte:

“A melhor opção é guardar o óleo usado em garrafas pets, por exemplo, e fazer o descarte em pontos de coleta específicos”.

Pontos de descarte em Bauru

Aqui em Bauru há locais que recolhem o resíduo usado de cozinha e dão o destino correto para tal, como o caso dos Ecopontos da Prefeitura e da empresa Petroecol. Confira os locais mais próximos de vocês:

  • Ecoponto Antonio Eufrasio de Toledo – Rua Sorocabana, quadra 2
  • Ecoponto Mary Dota – Rua Americo Finazzi, quadra 4
  • Ecoponto Jardim Redentor/Geisel – Rua Noé Onofre Teixeira, quadra 3
  • Ecoponto Pousada I – Rua 41, quadra 1 (Entre as Ruas Joaquim Gonçalves Soriano, quadra 5 e Maurício Pereira de Lima)
  • Ecoponto Edson Francisco da Silva – Rua Dulce Duarte Carrijo, quadra 4
  • Ecoponto Parque Viaduto, Rua Bernardino de Campos, quadra 28
  • Ecoponto Engenheiro Octávio Rasi – Rua Manoel Lopes Neves, quadra 1
  • Ecoponto Santa Edwirges – Rua Francisco do Rêgo Carranca, quadra 1
  • Petroecol Reciclagem Óleo Vegetal – Rua Marçal de Arruda Campos, 7-80 (Vila Lemos)

Outros destinos

Além do descarte, o óleo de cozinha pode servir de matériaprima para outros produtos. Como por exemplo, dá para fazer sabão e detergente para usar em casa. 

Contudo, o óleo também é reciclado dentro da indústria, virando biodiesel, aditivos para ração de animais e outros.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Gabriela Gomes
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Como realmente funciona a previsão do tempo? Entenda!

Você já parou para pensar como realmente funciona a previsão do tempo? Muito vezes, preocu…