Antologia significa coleção de trabalhos literários agrupados por tema, autoria ou período. Aderindo ao universo feminino como temática, a Editora Mireveja, aqui de Bauru, está reunindo escritoras para integrar a Antologia Literária de Mulheres (Bauru).

Se você está se perguntando por que o livro será escrito por elas, a resposta é direta: uma parcela pequena dos escritores são mulheres. Entretanto, a objetividade dessa resposta é indiretamente proporcional aos inúmeros motivos que levam ao baixo número de mulheres na literatura. Ou vai dizer que você nunca ouviu falar de escritoras com pseudônimos masculinos.

“O universo literário ainda é muito machista e excludente. Partindo desse contexto, nada mais necessário do que criar mais oportunidades para que as mulheres publiquem. Mais que isso, que publiquem com qualidade, falando de seus próprios temas e que, assim, adentrem o mercado editorial de forma profissional”, explica João Correia Filho, idealizador da Mireveja.

Antologia Literária de Mulheres

O livro será uma coleção de contos e crônicas sobre o universo feminino nos dias de hoje. Assim, o intuito é retratar o que é ser mulher, mostrando a diversidade em um panorama amplo. João ainda ressalta a importância de contemplar escritoras que abordem os assuntos com olhares diferentes.

“Temos a intenção de sair da zona de conforto de trazer apenas autoras consagradas e buscar autoras que tragam outros matizes sociais e culturais – mulheres lésbicas, trans, negras, periféricas, etc. Queremos mostrar que é possível viabilizar projetos literários de qualidade na cidade de Bauru, principalmente trabalhando em grupo, reunindo pessoas em torno de uma ideia”, afirma.

Embora a previsão de publicação do livro seja em junho deste ano, a data pode mudar por conta da pandemia do coronavírus. Caso o isolamento persista, primeiro será realizado um lançamento virtual. A princípio, o livro físico custará R$40 reais. Embora as escritoras selecionadas não sejam obrigadas a comprar o livro, quem quiser, terá 50% de desconto.

Como participar?

As escritoras interessadas em participar da Antologia Literária de Mulheres (Bauru) podem se inscrever até o dia 30 de abril de forma gratuita. Para participar é necessário ter nascido ou residir em Bauru e ter idade superior a 18 anos. Para se inscrever, basta enviar os textos para o e-mail da coordenadora do projeto, Patrícia Lima ([email protected]).

Os textos inscritos não precisam seguir nenhuma regra ou padrão. No entanto, contos e crônicas são gêneros literários que pressupõem textos mais curtos.

Ainda vale ressaltar que os textos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas. Porém é importante respeitar os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente. Portanto, o direito autoral do texto para a participação na antologia precisa estar 100% com a escritora.

Para saber todos os detalhes da proposta, acesse: www.editoramireveja.com/antologiademulheres.

Editora bauruense

A editora Mireveja, que está lançando a antologia, faz parte de um coletivo de mais de cem editoras independentes, chamado Coesão independente. Nesse contexto, surge a necessidade de se desenvolver projetos coletivos e que agreguem mais pessoas. Assim, a Antologia Literária de Mulheres é uma forma disso acontecer.

“A ideia surge num momento de grandes mudanças e de grande efervescência no mercado editorial. As editoras (principalmente as pequenas e independentes) têm buscado temas emergentes ou que necessitam emergir, bem como modelos de negócios que atuem de forma coletiva”, conta João.

A Mireveja foi criada em maio de 2019, pelo jornalista João Correia Filho, autor de vários livros. Em meio às mudanças do mercado editorial, ele resolveu lançar seu quarto livro, “Buenos Aires, livro aberto” de forma independente. Dessa forma, montou uma equipe e toda a logística para a produção, lançamento e venda da obra.

A partir daí, resolveu realizar projetos de outros autores. A intenção agora é oferecer um serviço de qualidade na cidade de Bauru e região, projetando novos autores nacionalmente, bem como desenvolver projetos de alcance nacional.

A editora Mireveja tem dois livros lançados. Buenos Aires, livro aberto e O pulsar da resistência, de Arthur Monteiro Júnior. Ainda para este ano, a editora tem projetos de lançamento de mais seis livros.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Projeto abre 29 vagas para aulas gratuitas de instrumentos musicais em Bauru

Muitas vezes, o sonho de tocar um instrumento musical precisa ser adiado, ou por falta de …