Olhando para trás, tudo aconteceu muito rápido… O coronavírus era algo que estava tão longe e a impressão agora é de que ele está ao nosso lado. Microscopicamente capaz de PARAR O MUNDO e despertar pânico geral. Uns dizem que o vírus foi plantado pela própria China; outros citam profecias de milênios que previam acontecimentos desse tipo.

O fato é que há uma verdade: o coronavírus é muito rápido e sorrateiro, mata os mais velhos, mata os mais os novos e é assustador! Antes do corona, lutávamos contra outros tipos de vírus, além das doenças, a injustiça social, miséria, caos da saúde pública, políticos corruptos, roubalheiras e falcatruas dos nossos governantes, etc, etc…

Parece até um recado de Deus para que a humanidade possa enxergar o todo. Já que essa pandemia mostra claramente que SOMOS TODOS IGUAIS: ricos, pobres, raças e religiões. Ninguém é melhor do que ninguém.

Talvez Ele esteja dando a oportunidade de revermos valores, conceitos e darmos um outro significado para nossa própria existência. Ou seja, colocar a “casa” em ordem, refletir sobre o que somos e como agimos em relação ao outro. O isolamento social é necessário, mas cuidar da sua saúde psicológica também.

Especialistas afirmam que o estado de espírito comanda nossa mente e nosso corpo. Estresse, tristezas, pânico e depressão ajudam a desenvolver doenças. Então, apesar desse caos que o mundo está enfrentando, procure rezar, ter
pensamentos positivos e acreditar que TUDO VAI PASSAR! Cuidem também dos mais velhos (literalmente confinados – pelo menos alguns, porque outros parece que não perceberam ainda a letalidade desse inimigo invisível), exerçam mais sua solidariedade e humildade perante aos mais necessitados. Tudo isso ajuda a enfrentarmos a crise da pandemia.

E talvez o silêncio da quarentena por causa da COVID-19 seja uma forma de CURA da nossa Alma. Ou seja, Deus está falando conosco, e sinceramente, tomara que saibamos ouvir e apreender o que Ele espera da humanidade. Uns dizem até ser castigo, mas não é. Deus não castiga! Ele fala através do Amor e da Dor. Mas, infelizmente, só ressignificamos nossas vidas quando sentimos a dor do medo…

Aproveite sua quarentena para refletir… Que tudo isso sirva pra gente se dar conta da vulnerabilidade do ser humano! Protejam-se! Fiquem com Deus.
Até a próxima!

Rosana Poli – Jornalista

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Rosana Poli
Carregar mais em Colunistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Coluna Archimedes: Semana Mundo Unido, uma esperança

Enquanto o mundo apresenta nestes momentos grandes tensões, quer sejam políticas, migratór…