A pandemia do novo coronavírus transformou a vida dos bauruenses, não só na rotina, mas financeiramente também. As consequências desse desequilíbrio têm afetado diretamente as entidades assistenciais da cidade, regularmente, mantidas com doações e ajuda da população.

A Vila Vicentina, há duas décadas em Bauru, é o lar de 50 idosos atualmente. Com o isolamento social, metade da renda da instituição – resultado do bazar (fechado temporariamente), de eventos como o Churrasco Vicentino e de doações de telemarketing – teve uma diminuição representativa. Segundo Marcos Perassoli, do departamento de comunicação da Vila, após a pandemia, as arrecadações caíram 90%.

Outro órgão que vem sofrendo com a falta de doações é a Casa da Sopa, que arrecada alimentos para famílias em vulnerabilidade social. Hoje em dia, as doações são destinadas a 1.200 pessoas cadastradas, sendo 210 famílias, 169 pessoas em hospitais e asilos e 47 reeducandos.

“Depois que começou a pandemia vários colaboradores ficaram sem renda e deixaram de contribuir. Como surgiram diversos segmentos fazendo doações diretas pra comunidade, indo pedir nos mesmos lugares que nos atende regularmente, a nossa arrecadação caiu 50%. Além disso, a contribuição financeira chegou a cair 90%. Por esse motivo é que estamos atrás de campanhas para manter o nosso serviço hoje e depois da crise”, explica Rose Lopes, coordenadora do projeto.

Entidades promovem campanhas

A fim de tentar diminuir a queda no número de doações, as instituições têm feito diversas campanhas para agregar novos doadores. Atualmente, a Casa da Sopa necessita principalmente produtos de higiene e limpeza, fraldas infantis e geriátricas, cobertores, creme dental, papel higiênico, desinfetante, detergente e sabonete. Além de leite e bolachas.

Para doar, basta entregar no endereço: rua Tenri, 9-84, Vila Independência (na casa da Laurídia). Quem quiser colaborar com qualquer valor em dinheiro, pode depositar seguinte conta corrente: Banco do Brasil – agência 6533-1; conta corrente 37468-7; CPF 469.167.848-49. Mais informações pelo telefone: (14) 99162-6811.

A Vila Vicentina também está recebendo doações diretamente na instituição ou por de depósito na conta corrente: Banco do Brasil – agência: 6853-5; conta corrente 247-x; Favorecido: Vila Vicentina Abrigo p/ Velhos; CNPJ: 45.023.371/0001-27.

CEAC também faz campanhas

O Centro Espírita Amor e Caridade (CEAC) também está com uma campanha para arrecadar doações. Entre os assistidos pelo Centro estão o Albergue Noturno, seis núcleos e duas creches, além de mil crianças e jovens.

Para continuar o trabalho, a entidade pede a doação de qualquer quantia em dinheiro. O depósito pode ser feito na conta corrente do CEAC Banco do Brasil: agência 37X; conta corrente 70356-7; CNPJ: 45.029.956/0001-54.

Ainda há uma segunda forma de ajudar, basta vincular o CNPJ do CEAC na Nota Fiscal Paulista, gerando créditos. Mais informações pelo telefone (14) 98111-4750.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

População de Bauru pode votar entre três projetos para a remodelação do calçadão da Batista

Três projetos diferentes estão à disposição para os bauruenses conhecerem e votarem. Eles …