Com a aproximação do Dia das Mães, considerada a segunda melhor data para os lojistas, várias entidades ligadas ao comércio varejista de Bauru se uniram para lançar o COMPREEMBAURU.COM. O objetivo da ferramenta digital é ajudar comerciantes e demais setores do comércio local nas vendas, principalmente por causa das medidas para evitar a transmissão da Covid-19, como o fechamento das lojas desde 20 de março.

O portal estará disponível para todos os empresários de Bauru, que poderão cadastrar sua empresa e seu catálogo de produtos, serviços e cupons de descontos gratuitamente na plataforma. A ferramenta contará também com o canal webtv transmitido AO VIVO, das 9h às 13h, pelo site, bem como pelo YouTube, Facebook e Instagram.

Além de veicular ofertas o dia todo, a grade de programação do canal incluirá atrações de entretenimento, como música, entrevistas, dicas para empresários, orientações de saúde e stand-up comedy. O site também terá opção de doações para Rede Bauru Solidária.

“Não iremos com isso resolver o problema financeiro das empresas, mas queremos nesse momento que tem grande apelo, que é o Dia das Mães, contribuir para as empresas desovarem parte de seus estoques. E não somente as empresas comerciais, mas também bares, restaurantes e aqueles que têm uma atividade caseira de artesanato. Queremos com essa iniciativa, que conta com transmissão ao vivo, integração de plataformas, com um voluntariado todo, fomentar negócios nessa semana tão importante. Assim ajudaremos na manutenção de empregos, na geração de renda e riqueza para a cidade. Esse é nosso esforço: fazer uma entrega de valor, insisto, não apenas para nossos associados, mas para a comunidade empresarial em geral”, ressaltou Reinaldo Cafeo, presidente da Associação Comercial e Industrial de Bauru (ACIB), uma das entidades parceiras da ação.

Segundo o Presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio), Walace Sampaio, a intenção vai além de atender as necessidades dos comerciantes durante a pandemia do novo coronavírus, em que o atendimento ao público foi restringido, como também preparar o pequeno comerciante para o que virá no futuro.

“Depois que a pandemia passar, essa simbiose do comércio eletrônico com o comércio físico se tornará uma realidade, ou seja, amanhã não teremos mais essa separação entre um e outro. Com isso, o pequeno comerciante terá que ingressar nesse novo período digital e a forma que estamos fazendo isso é colocando-o em contato com essa plataforma, que é muito simples. Assim o pequeno comerciante poderá colocar seus produtos à venda e obter algum lucro agora, como forma de subsistência, e ainda se preparar para o amanhã”, explicou.

Walace ainda frisou que essa proposta teve início com o Compre Aqui, passou pelo Prestigie Bauru e agora será complementada com o lançamento da plataforma COMPREEMBAURU.COM.

“O projeto Compre Aqui foi o primeiro passo para uma proposta maior. Ele é complementado com a campanha Prestigie o Comércio de Bairro – Compre do Pequeno, que está sendo desenvolvida, e agora vem o lançamento para Bauru do COMPREEMBAURU.COM, em que os pequenos comércios poderão colocar seus produtos à venda, sem custo nenhum, e assim atingir o consumidor. São todos passos do mesmo projeto”, ressaltou.

Já o Presidente da Câmara de Dirigente Lojistas (CDL), Odair Cristovam, destacou que essa iniciativa é uma forma de movimentar o comércio de Bauru de forma segura. “Nós, do CDL, juntamente com a ACIB e o Sincomércio, apoiamos o lançamento da plataforma COMPREEMBAURU.COM como forma de movimentar o nosso comércio de forma segura.”

As informações sobre como participar do projeto podem ser obtidas pelo WhatsApp (14) 99860–4809.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Neste Dia do Síndico, especialistas da Star Service Bauru, Administradora de condomínios, explicam como funciona e qual a importância desse cargo

Quem mora em condomínios sabe das obrigações, como pagar as taxas, obedecer as regras e re…