No último domingo (10), por volta das 18h30, alguns bauruenses puderam ver inúmeras luzes no céu. Diferente de estrelas, elas movimentavam-se de forma alinhada e rápida. Quem observou o episódio ao vivo pode até se questionar se eram extraterrestres ou seres de outro planeta. Mas a resposta é bem mais simples.

As luzes nada mais eram do que satélites Starlink, da empresa norte-americana de sistemas aeroespaciais SpaceX. Segundo divulgado pela CNN Brasil, no final de abril, a empresa lançou 60 satélites de banda larga que navegam na órbita da Terra.

Ademais, o Prof. Dr. Rodolfo Langhi, responsável pelo responsável pelo Observatório de Astronomia do Departamento de Física da UNESP-Bauru, ainda diz que também foi possível observar outros dois satélites. “Também passou o Hubble e a ISS, visíveis facilmente a olho nu”, aponta.

De acordo com o site findstarlink.com, os bauruenses poderão ver a frota de satélites da SpaceX novamente nesta segunda (11), às 19h, porém com uma visibilidade ruim. Somente no dia 15, às 5h24, a população de Bauru poderá ter um boa visão da passagem de satélites.

O outro lado dos satélites

Embora seja algo interessante de assistir, o físico aponta o lado negativo dos aparelhos. “Os astrônomos profissionais estão fazendo manifestações contra o Elon Musk, dono da SpaceX, pois irão lançar mais centenas desses satélites nos próximos meses. A passagem de muitos deles no céu atrapalham as observações e pesquisas dos astrônomos profissionais”, ressalta.

Para se ter uma noção, o site stuffin.space mostra, em tempo real, a quantidade de satélites ao redor do globo terrestre.

Outro alerta fica para a quantidade de lixo que está sendo lançando para fora da Terra. “O lixo espacial é formado por satélites que caem em desuso e por restos de foguetes lançadores destes satélites que permanecem em órbita. É interessante comentar que, de vez em quando, pedaços deste lixo espacial caem do espaço para a superfície e podem causar acidentes”, finaliza o Prof. Dr. Rodolfo.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Yoga: prática acalma corpo e mente com exercícios feitos dentro de casa

A nova rotina de trabalho e as demandas têm exigido cada vez mais do nosso corpo e da noss…