Devido ao isolamento social – por conta da pandemia de coronavírus – muitos bauruenses estão passando mais tempo em casa. Enquanto muitos estão encontrando novas atividades e hobbies para aproveitar o tempo livre, aqueles que são pais estão tendo que administrar o tempo entre cuidar das crianças, da casa e do trabalho remoto. 

Apesar de desafiadora, a tarefa para a pedagoga, Paula Rocha, e para a administradora de empresas, Clara Cortez, resultou em uma ótima atividade para os pequenos: um jogo de tabuleiro focado na família! 

Com o objetivo de que o projeto, que estimula o lúdico e o afeto, alcance o maior número de pessoas possível, elas disponibilizaram o tabuleiro de forma gratuita aqui

Aproximando a família 

Devido ao isolamento social, Paula percebeu que, ao mesmo tempo que as famílias estavam juntas fisicamente, poderiam não ter um tempo de qualidade entre seus membros. Clara Cortez com seu filho, Fernando Ervilha Brandão, e esposo, Thiago Cesar Brandão.

Assim, a especialista em Jogos Cooperativos e Consultora de RH, entendeu que uma atividade lúdica seria uma oportunidade de mais integração, afeto e diversão entre os familiares.

Dessa forma, as amigas, que também são mães, formularam juntas o Jogo da Família.

“Após ter a ideia, a Paula dividiu comigo – que sou amiga e sócia da Missão Criativa Consultoria – e mais dois parceiros de trabalho; a Fernanda Almeida, que atua na área de marketing e conteúdo, e o Lucas Melara, que é Designer e tem uma Agência de Design e Impacto Social. Com o time formado reunimos forças para colocar o projeto no ar e poder levar essa proposta tão bacana para mais pessoas”, conta Clara. 

O jogo 

O jogo faz uma analogia com o arco-íris, paixão de Gustavo, filho da Paula. Assim, ele mostra que cada membro da família pode ser uma cor, que juntas, formam uma só. 


A pedagoga Paula Rocha brincando com seu filho, Gustavo Rocha Cavalini, e esposo Adriano Augusto Cavalini.

Ao longo do percurso são propostas atividades e brincadeiras que remetem ao carinho, lembranças afetivas da família e cantigas de roda. 

Assim, cada participante “joga” o dado, avança a quantidade de casas respectiva ao número e realiza o exercício de afeto proposto. Ainda, como foi elaborado para ser uma diversão gratuita, foram pensado recursos simples para a brincadeira acontecer. 

Por isso, por exemplo, para identificar os integrantes da família com os pinos do jogo, é possível utilizar pequenos objetos que todos têm em casa. Inclusive, a equipe considerou até aqueles que não possuem um dado, e o designer Lucas Melara sugeriu uma versão virtual, que pode ser acessada pelo QR code. 

O Jogo da Família pode ser baixado gratuitamente, assim como seu manual – que possui as instruções e um aplicativo para usar como dado. Depois, é só imprimir o tabuleiro em um sulfite A4 e se divertir. A atividade é para toda a família e é indicada para crianças a partir de três anos de idade. 

Para Clara, o maior benefício do jogo é estreitar os laços entre os familiares, especialmente em tempos de quarentena.

“Neste momento em que as notícias pesam e as incertezas aumentam, a rotina familiar mudou. Trabalho, escola, tudo passou a acontecer em boa parte dentro de casa. Essa mudança gerou uma instabilidade emocional, natural até por nunca ter passado por nada parecido. Assim, o jogo vem para aliviar esse cenário, estimular para que todos possam ter momentos em família de descontração e alegria”, finaliza.

Serviço 

Jogo da Família
Link para download:  conteudo.missaocriativaconsultoria.com.br/jogo-da-familia

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Conheça o C’lavie: espaço mistura bar, balada e restaurante e abre todos os dias em Bauru

Nova opção de lazer aqui em Bauru, o C’lavie (lê-se cêláví) é uma abreviação de C…