Bauru completa 124 anos neste sábado (1) e nada mais significativo do que comemorar a data com o sanduíche bauru. Dando um toque solidário à receita, o Bar da Rosa irá prepará-la em seu formato tradicional revertendo parte da verba arrecadada para o Projeto Colmeia.

Os bauruenses já podem fazer a encomenda do “Bauru Solidário Bar da Rosa” por R$26,00. Na ocasião, o valor é referente a dois lanches. Para fazer o seu pedido, basta entrar em contato pelo WhatsApp: (14) 3206-1977. Devido à pandemia, todas as encomendas serão feitas apenas para a retirada às 19h no dia 1° de agosto.

Solidariedade no aniversário de Bauru

A veia solidária do Bar da Rosa não vem de hoje! O restaurante bauruense já organizou outras ações envolvendo filantropia e gastronomia, como por exemplo, o “Nhoque Solidário”. Nas duas iniciativas, a instituição escolhida para receber as doações foi o Projeto Colmeia, localizado no Núcleo Vila São Paulo – CEAC em Bauru.

Atualmente, o projeto orienta 180 crianças de 5 a 14 anos para a formação social. Entre as atividades desenvolvidas estão a arte, a música e a leitura, sempre no contraturno da escola.

“O Projeto Colmeia é uma instituição que nós adoramos ajudar, ficamos apaixonados pelas crianças e pelo trabalho lindo que é realizado lá. Então nessa data festiva pra cidade, a gente resolveu presenteá-los com essa ajuda junto com nossos parceiros. Essa criançada merece toda a atenção e carinho que nós podemos dar!”, diz o chef do Bar da Rosa, Moacir Santana.

Patrocínios: Social Bauru, Agência Exorde e Padaria Casca de Noz.

Serviço
Bauru Solidário Bar da Rosa
Encomendas: (14) 3206-1977 (WhatsApp)
Retirada: 1° de agosto, às 19h, no Bar da Rosa (R. Aviador Gomes Ribeiro, 20-81)
Instagram: @bardarosabauru

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Cinco pratos para comemorar os cinco anos de Madero em Bauru

No ano de 2015, a quinta unidade paulista do Madero estava destinada ao interior, mais esp…