Todo consumo gera alguma forma de resíduo para o meio ambiente. Entendendo a importância de repensar alguns processos, a Assenag (Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bauru) promove a palestra “A reciclagem dos resíduos orgânicos e desafios da compostagem no Brasil” para os bauruenses.

O evento será no dia 03 de dezembro, às 19h30, via Plataforma Zoom. O objetivo é propor reflexões e discussões acerca da compostagem e reciclagem de resíduos orgânicos de origem agrícola, industrial e urbana. Bem como sua utilização como fertilizantes agrícolas, diminuindo a dependência de importações.

Serão abordadas problemáticas sobre a técnica, legislação e vantagens ambientais e agronômicas. Para isso, quem ministra a palestra é a Engenheira Agrônoma Katia Goldschmidt Beltrame, que possui mais de 25 anos de experiência na área.

Além disso, ela já recebeu importantes prêmios ambientais, tais como: COMDEMA, de Piracicaba; BRAMEX – Câmara de Indústria, Comércio e Turismo Brasil, do México; VON MARTIUS – Câmara de Comércio e Indústria Brasil, da Alemanha; Monções da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da ESALQ/USP, onde é graduada e mestra.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site da Assenag: www.assenag.org.br/eventos

Mais sobre o assunto

Conversamos com a palestrante, Katia Goldschmidt Beltrame, para saber um pouco mais sobre o assunto, confira:

Palestra Assenag sobre reciclagem

  • Você fala sobre o assunto em nível nacional, acredita que cidades médias e pequenas conseguem aderir a compostagem e reciclagem em larga escala?

Eu acredito que a adesão de pequenas e médias cidades seja mais rápida e eficiente que de grandes cidades. Trabalhar em pequena escala pode trazer resultados mais efetivos e rápidos. Sensibilizar escolas, bairros, promover compostagem doméstica e comunitárias é uma solução maravilhosa para o resíduo sólido urbano.

A educação ambiental tem um papel muito importante no sentido de sensibilizar a população a começar a praticar a separação do material orgânico onde ele é gerado, ou seja, nas cozinhas. As crianças bem orientadas passam a cobrar dos adultos ações efetivas de separação e reciclagem da matéria orgânica.

O lixo é uma problema tão grande e tão diverso que não cabe apenas uma solução técnica, é preciso o engajamento e o comprometimento de todos para que as ações tenham continuidade e prosperem dando resultados que sejam visíveis para as pessoas envolvidas nessa atividade.

  • Na sua visão, por que esse tema fica cada vez mais importante?

Atualmente as preocupações referentes à preservação do meio ambiente fazem parte da vida de qualquer sociedade organizada, assim como da política pública. A primeira atua como um poderoso agente de pressão, de mudanças de atitudes, na medida em que as pessoas estão, cada vez mais, organizadas e informadas a respeito das funestas consequências que a poluição acarreta a suas vidas.

A sociedade cobra do poder público maior rigor na criação, adoção e execução de leis e ações que realmente contribuam para a melhoria das condições ambientais a que todos estão expostos, com a finalidade de preservar sua qualidade de vida e assegurar o equilíbrio dos ecossistemas naturais ou transformados. Dentro desse cenário, a compostagem da fração orgânica do lixo urbana é um caminho sem volta e deverá ser cada vez mais adotada e praticada em todas as escalas de geração.

  • Por que os bauruenses não podem perder a oportunidade de assistir sua palestra?

Porque será uma ótima oportunidade para aprender e tirar dúvidas a respeito dessa técnica maravilhosa e que pode transformar vidas.

Vamos descobrir como está a compostagem no Brasil, quais são os fatores que levam ao sucesso da operação, o potencial de geração de resíduos no Brasil, o tamanho do mercado, a legislação a ser aplicado e muitos outros assuntos correlatos.

Serviço

Palestra “A reciclagem dos resíduos orgânicos e desafios da compostagem no Brasil”
Quem ministra: Katia Goldschmidt Beltrame
Data: 03 de dezembro, às 19h30, via plataforma Zoom
Inscrições são gratuitas, limitadas e podem ser feitas através do site da Assenag: www.assenag.org.br/eventos

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Como a contabilidade auxilia na saúde de micro e pequenas empresas bauruenses?

Não é raro encontrar empreendedores que são verdadeiros “faz tudo” dentro da s…