O ano de 2021 começa a invadir a nossa casa! E o que falar de 2020? O que realmente aprendemos passando por tantas dificuldades, perdas, desafios e o medo ainda constante do vírus? A única certeza é que tivemos de Desacelerar!

Mudar nossos hábitos, nos distanciar das pessoas, prestar mais atenção no outro e em nós mesmos. Aprendemos que nem todo dinheiro do mundo poderia nos salvar de um “inimigo invísivel” e que todos somos exatamente iguais: ricos, pobres, raças e religiões. Ninguém é melhor do que ninguém.

Tivemos a oportunidade de rever nossos valores, conceitos e darmos um outro significado para a nossa própria existência. No fim das contas, a conclusão é que Deus mandou um recado bem claro pra gente: diminuam o ritmo, respeitem o próximo, cuidem dos mais velhos (dos seus pais e avós), exerçam mais sua solidariedade e humildade.
Passamos a dar mais importância para o “estar juntos”, abraçar nossa família, amigos e de descansar nossa mente.

Enfim, de todas as lições que ficaram de 2020 é que há mudanças que precisam acontecer, há medos que devemos enfrentar, há solidões que precisamos suportar, há lágrimas que precisamos derramar e há recomeços que precisam florescer de alguma foram dentro de cada um de nós.

2020 com certeza será o ano da saudade.

E o que esperar de 2021? Pra mim a palavra-chave é Fé: acreditar que os nossos medos e incertezas estão se esvaindo. Enxergar o futuro com serenidade. Ainda há muito o que fazer, o que plantar e amar nessa vida.
Que venha 2021 com muita saúde para todo nós!

Confira mais textos da colunista: www.socialbauru.com.br/author/rosanapoli.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
  • Vida e viagem seguem as mesmas regras

    Há mais de um ano podemos dizer que vivemos “um novo normal”. O distanciamento…
  • Juiz do tempo

    Em um dos giros que esse mundo dá, percebi que já não adianta mais tanta pressa, pular eta…
  • Nascer de novo para o novo

    Durante a atual pandemia, muita coisa mudou em nossas vidas. Nós mudamos! Uns para melhor,…
Carregar mais por Rosana Poli
  • Vida e viagem seguem as mesmas regras

    Há mais de um ano podemos dizer que vivemos “um novo normal”. O distanciamento…
  • Em nome da pedra

    Navegar foi preciso para o meu aprendizado conquistar porto seguro. No histórico Ciclo das…
  • A Cesar o que é de Cesar

    O ano de 2021 é particularmente especial para Bauru, apesar da pandemia. Mas, como devemos…
Carregar mais em Colunistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Vida e viagem seguem as mesmas regras

Há mais de um ano podemos dizer que vivemos “um novo normal”. O distanciamento…