Com os constantes desmatamentos e queimadas, além das emissões de gás carbônico cada vez maiores, é essencial que a gente se preocupe com as mudanças climáticas.

Pensando nisso e no papel de atuação das crianças no futuro do nosso planeta, o jovem alemão Felix Finkbeiner, com apenas nove anos, criou em 2007 a ONG Plant for the Planet, ou em português “plante para o planeta”.

O movimento, que se espalhou pelo mundo e hoje está presente em mais de 100 países, está no Brasil desde 2017. Por aqui já plantou mais de 2800 árvores e formou cerca de 2.500 crianças como embaixadoras da justiça climática.

Pare de falar, comece a plantar!

Com o propósito de plantar um trilhão de árvores até 2030, a ONG criou uma nova campanha cujo lema é “Pare de falar. Comece a plantar!”

Para chegar neste objetivo, a Plant for the Planet atua formando crianças e jovens de 8 a 14 anos como embaixadoras da causa por meio de um workshop feito a partir de parcerias com as escolas ou com a prefeitura local.

Nós vamos até as escolas, fazemos uma formação com as crianças e ao final do dia plantamos árvores com elas, para que entendam que uma das ferramentas para combater a crise climática é super simples: plantar árvores. Quando vamos fazer esse tipo de ação ou organizamos algum mutirão, fazemos parcerias com organizações de plantios ou viveiros municipais que fazem a doação das mudas e auxiliamos a plantar quando ocorrem esses eventos”, explica Flávia Martinelli, moradora de Bauru que coordena as atividades da ONG a nível nacional.

Além da formação de jovens, a organização tem um aplicativo, disponível para Android e iOS. Nele, qualquer pessoa, empresa ou organização pode plantar sem sair de casa, doando valores para organizações de plantio de árvores nativas do Brasil e do mundo.

Ademais, o usuário do app também pode dar árvores de presente para outras pessoas, estabelecer metas e registrar plantios que fez presencialmente em sua “floresta virtual” tirando uma foto da árvore plantada e colocando a localização.

Como os bauruenses podem participar?

Uma das formas de participação é por meio do aplicativo, onde os interessados podem começar sua própria floresta virtual.

Segundo Flávia, apesar da ONG fornecer todas as informações necessárias para o plantio, ela não fornece as mudas para as pessoas que vão plantar pelo app. Entretanto, a instituição realiza, de forma periódica, mutirões de plantio presenciais em que qualquer um pode participar.

Além disso, a iniciativa tem um formulário online para quem deseja se envolver em trabalhos voluntários com a Plant for the Planet.

E, não obstante, a organização tem feito parcerias com empresas locais que desejam se envolver na causa. Um exemplo é a loja bauruense Purité Casa, que se comprometeu a plantar 10 árvores pelo aplicativo caso chegue a 1000 seguidores.

Importância da causa

Posteriormente, depois da pandemia, Flávia comenta que pretende realizar diversas ações presenciais de plantio em grupo e mutirões em Bauru.

Para incentivar os bauruenses a se engajarem na causa, a coordenadora ressalta a importância do trabalho da ONG que promove o plantio de árvores:

Plantar mais árvores pode ajudar a frear o aquecimento global e ganhar mais tempo para lutarmos contra a crise climática. Então ter um app que incentiva plantios fortalece organizações que trabalham com restauração e é uma forma dinâmica e criativa de conservarmos a natureza e a biodiversidade do planeta. Além disso, com as nossas academias conseguimos engajar as crianças e jovens para entrarem nessa luta, plantando árvores e aprendendo mais sobre o clima. Temos certeza que as crianças possuem um poder enorme de mudança de comportamento e de mudança do mundo”, afirma.

 

 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Dia do Lazer: data lançada mundialmente nesta sexta (26) ressalta importância de momentos prazerosos 

Por definição, lazer são todas as atividades praticadas no momento de descanso ou entreten…