No ano de 2009, Bauru foi contemplada com a inauguração de uma unidade do Instituto Brasileiro de Direitos Tributários (IBET). Presente em 32 cidades do Brasil, a academia de ensino tem como objetivo desenvolver o campo do conhecimento jurídico no país.

Dessa forma, o IBET em Bauru está com matrículas abertas para o Curso de Especialização em Direito Tributário. Com duração de dois anos, esta é a principal pós-graduação lato sensu ministrada no Instituto. Embora tenha sido criado em 1977, o curso se mantem atualizado por conta da metodologia baseada no Construtivismo Lógico-Semântico para fazer análises e reflexões.

“Quando o IBET iniciou com o construtivismo, muita gente torcia o nariz, porque existe a teoria conservadora e clássica do Direito. Mas viemos implementando essa teoria nova no direito tributário e hoje ela é utilizada em todos os tribunais. Quem hoje atua em julgamentos administrativos, é essencial que tenha conhecimento dessa teoria e estamos na vanguarda disso”, aponta o coordenador do IBET Bauru, Edson Franciscato Mortari.

Despertando o pensar

A partir desta teoria de linguagem utilizada no IBET surgiu uma forma de ensino que prioriza o estudo ativo. Portanto, a proposta é que o estudante se prepare anteriormente sobre o tema que será discutido em aula. Durante o encontro, os professores do IBET vão fomentar a discussão, assim, além de fixar o conteúdo, é possível entrar em contato com opiniões diferentes sobre o mesmo assunto.

Administrador e advogado, Valdomiro Luqueta aponta que o IBET se destaca justamente por fugir da metodologia tradicional de ensino. “Você faz com que o aluno participe muito mais e com isso aprenda muito mais. Eu fiz uma especialização e o curso era pela metodologia tradicional, você chega, senta e escuta. Depois eu fiz a especialização do IBET e não existe comparação”, diz Valdomiro que também é professor no Instituto.

Além dos seminários, o curso ainda conta com as aulas expositivas, ministradas por um corpo docente especializado. São mais de 300 professores, todos escolhidos pela diretoria do IBET em São Paulo, que direciona cada um para o tema que têm mais autoridade.

“Os professores são pessoas que realmente se debruçaram sobre o tema, muitas vezes juízes; procuradores. Ou seja, todos esses sete grandes temas, certamente, é abordado por um especialista. Os alunos têm oportunidade de discutir com uma pessoa que tem um alto conhecimento sobre aquele assunto”, declara Gilberto Andrade Júnior, coordenador do IBET Bauru.

Especialização em direito tributário

O curso é dividido em quatro módulos em que cada um deles traz sete grandes temas. Neste primeiro semestre, com início em fevereiro, o conceito estudado é “Tributo e Segurança Jurídica”, em que aborda assuntos como espécies tributárias, sanções, crimes e presunções tributárias.

Vale ressaltar que, como uma academia aberta, o IBET não é voltado apenas para advogados. Portanto, a especialização pode ser feita por outros profissionais que também trabalham com direito tributário. Entre eles: contadores, economistas, administradores de empresas, agentes fiscais e procuradores.

Mais do que habilitar o profissional a atuar na área, o curso “habilita o aluno a lidar com os problemas do cotidiano do direito tributário, porque não ensina casos pontuais, mas mostra ao aluno e fornece ferramentas intelectuais pra ele compreender todo o sistema e como funcionam as normas”, esclarece Edson.

Nesse sentido, Gilberto ainda acrescenta: “além do foco em direito tributário, ele é um curso que desperta o pensar. A partir do momento que você adquiriu um conhecimento robusto, técnico e com bastante consistência, diante de qualquer alteração legislativa, você sabe lidar. Te credencia a estabelecer um pensamento que vai te manter atualizado.”

publieditorial

Serviço
Curso de Especialização em Direito Tributário
Matrículas: [email protected] ou www.ibetbauru.com.br
Instituto Brasileiro de Direito Tributário em Bauru: Rua Piauí, 7-55, Higienópolis
Contato: 3241-0051 / (14) 99803-8336
Instagram: @ibet.bauru
Facebook: /IbetPoloBauru

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

No Dia da Biblioteca, saiba a importância dos acervos de Bauru

O que nos vem à mente quando pensamos em uma biblioteca? Um espaço cheio de livros. Para a…