Durante a escola, possuir dificuldade em algumas matérias em detrimento de outras é muito comum. Contudo, independente da profissão escolhida, desenvolver as habilidades de escrita é essencial.

Até porque, é por meio dela que é possível garantir uma boa nota na redação de um vestibular ou concurso. Sem falar na capacidade de desenvolver tarefas do dia a dia, como trabalhos de faculdade, passar por processos de emprego, escrever e-mails para alguém importante ou até mesmo uma mensagem no WhatsApp.

Pensando naqueles que ainda precisam de um empurrãozinho nessa área, os bauruenses João Andrade e Ricardo Assahi se juntaram na criação da Corrija-me – Plataforma de Ensino e Correção de Redação Online.

A iniciativa, inteiramente digital, nasceu para ajudar pessoas de todo Brasil a evoluírem sua escrita. Assim, contempla a correção de redação com aulas e monitorias de especialistas. 

Paixão pela educação 

A ideia da plataforma surgiu em 2018, dez anos após o distanciamento de João da área da educação escolar. Porém, sua paixão por ensinar já vinha de muito antes. 

“Desde essa época, interessava-me por ensinar e ajudava os amigos na resolução de exercícios. Já na adolescência, era monitor nos cursos de tecnologia da Microcamp e durante três anos fui professor de tecnologia em colégios particulares. Com o passar do tempo, a minha paixão pela educação e pela tecnologia foi direcionando minha vida profissional”, conta

Inclusive, sua amizade com Ricardo, coordenador pedagógico da Corrija-me, começou em um dos colégios em que lecionaram juntos.  

Com a extensa atuação na área, ambos tinham muita ciência da relevância da redação para a aprovação em vestibulares, concursos e para a vida. Por isso, durante uma viagem de férias, idealizaram a proposta de algo que fosse 100% online e acessível. 

Dessa forma, poderiam atender pessoas em qualquer lugar do Brasil que não possuíssem condições de fazer cursinhos ou aulas particulares. A empreitada se mostrou um sucesso e, até o momento, já soma mais de 473 alunos aprovados!

“Naquelas férias, a nossa conversa era somente sobre isso. De maneira muito rápida, após algumas semanas de pesquisa e planejamento, nascia a Corrija-me. Hoje, eu olho e tenho certeza: era o nosso destino”, afirma João. 

Assistência de especialistas 

Dessa forma, a Corrija-me é voltada para estudantes que vão prestar as mais diversas provas, como Enem, Unesp, Fuvest, Unicamp e concursos da Vunesp, por exemplo. Além de também atender quem deseja evoluir a habilidade de escrita para os mais diversos fins.

Assim, a plataforma disponibiliza mais de cem videoaulas, bem como aulas ao vivo e pelo menos quatro novos temas semanalmente para os alunos praticarem. Sobretudo, todas as redações são corrigidas detalhadamente por um time de especialistas. 

João explica que todos os corretores passam por um processo seletivo rigoroso antes de serem aprovados na equipe. Ainda, para garantir a qualidade das correções, aplicam diversas formas de verificação de qualidade. 

“Toda correção é avaliada pelos alunos. Então todo corretor tem sua média de avaliação baseada em quatro critérios de qualidade. Hoje, todos corretores na plataforma possuem uma média acima de 4.8, de um máximo de 5 estrelas. Estamos falando de milhares de redações, por isso, consideramos nossa correção 5 estrelas”, pontua o fundador da Corrija-me

Caso os alunos possuam alguma dúvida sobre a correção, também é possível participar das aulas ao vivo ou fazer perguntas por meio da plataforma e todas são respondidas pela equipe de profissionais.

Acesso facilitado para alunos e escolas

Inicialmente, a Corrija-me surgiu com o intuito de apoiar diretamente as pessoas que estudavam de forma independente. Porém, com o tempo, os sócios perceberam o potencial da plataforma para também ajudar as escolas e professores a resolverem os problemas existentes no ensino de redação.

Entre eles, a falta de tempo para aplicar uma redação por semana – considerado o mínimo para uma preparação adequada -, a falta de correções detalhadas ou demora na devolutiva, por exemplo. 

Portanto, desenvolveram um serviço voltado exclusivamente para escolas, professores e cursinhos. Nele, é possível digitalizar todo o processo de escrita da redação, terceirizar a correção e também proporcionar aulas online e práticas de escrita para os alunos.

“Acreditamos que a escola e os professores possuem um papel importante no processo de ajudar os alunos a evoluírem a escrita e também de serem aprovados nos vestibulares. Contudo, infelizmente, muitas vezes não conseguem preparar os alunos de maneira adequada. Isso acontece por diversos motivos e a nossa plataforma resolve todos esses problemas”, afirma João. 

Entre as facilidades, estão: 

  • Correção detalhada e profissional das redações;
  • Centenas de propostas de redação para escolher com qual trabalhar;
  • Diversos cursos de redação online para utilizar como reforço escolar;
  • Monitorias e aulas ao vivo para os alunos tirarem dúvidas;
  • Simulados seguindo os modelos das principais bancas de vestibulares.

O serviço torna-se vantajoso para os profissionais, porque permite que tenham mais qualidade de vida e mais tempo para ficar com a família, por exemplo. Sem falar que as correções são realizadas por especialistas – muitas vezes de bancas oficiais -, e os professores têm acesso a dados como relatórios sobre a evolução da turma e ranking dos principais erros dos estudantes.

Parceria na educação

Hoje, João vê a plataforma como agregadora e não como concorrente de escolas ou cursos presenciais. Dessa forma, com uma atuação em parceria, desenvolvem diversas soluções para que o trabalho realizado pelas instituições seja ainda melhor.

“Somos a plataforma mais completa de correção e ensino de redação. Ajudamos as escolas, os professores e ainda somos a única que oferece tudo o que o aluno precisa para treinar redação em apenas um lugar”, finaliza João. 

publieditorial

Serviço
Corrija-me – Plataforma de Ensino e Correção de Redação Online
Whatsapp: (11) 94903-4585
Site: www.corrijame.com.br/
Facebook: www.facebook.com/corrijame/
Instagram: @corrija.me 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Paula Borim
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Evento on-line que comemora o Dia Internacional da Mulher tem programação gratuita até 28 de março

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado na próxima segunda-feira, o evento…