O Circo Moscou Internacional, que está em Bauru no momento, tem muita história para contar. São 150 anos de tradição e três gerações de artistas que já passaram pelo picadeiro, entre eles contorcionistas, palhaços, acrobatas e trapezistas.

Compõem a equipe atual do circo cerca de 50 artistas de 11 famílias de diversos lugares do mundo. Isso porque além de brasileiros, o circo também conta com membros da Argentina, Colômbia e Chile.

Vida de circo

Sem lugar fixo, os circos itinerantes realizam cada temporada em uma cidade. De acordo com Sandro Lima, representante do Moscou Internacional, o período que a atração fica em cada município varia de 15 dias a períodos um pouco maiores que um mês.

Aqui em Bauru, por exemplo, o circo tinha previsão de ficar mais de um mês, já que a expectativa em torno de sua chegada era alta por aqui.

No entanto, a pandemia atrapalhou os planos, pois o circo, que chegou aqui no início de janeiro, só conseguiu trabalhar três dias antes de seu fechamento devido à mudança da cidade para a fase vermelha do plano São Paulo.

Dessa forma, para o espetáculo continuar e os artistas prosseguirem com seu trabalho, o Moscou Internacional está buscando formas de arrecadar fundos para seguir para uma próxima cidade, onde possam se apresentar.

O plano inicial do circo era ir para Araras, mas a cidade também mudou para a fase vermelha. “A gente ia para Araras e tínhamos que arrecadar cerca de 9 mil reais para ir para lá, só que a cidade também entrou na fase vermelha. Agora o circo vai ter que ir direto para a cidade de São Paulo, do lado do estádio do Itaquera e aí gasta bastante”, conta Sandro.

Em Bauru desde janeiro, circo só funcionou durante três dias na cidade (Foto: Marcele Tonelli)

O gasto da mudança é grande já que o transporte de uma cidade para outra envolve diversos veículos para carregar a estrutura, os equipamentos e também os membros da equipe.

Além disso, há também os gastos com água, luz e aluguel do terreno em que o circo está. Todos esses fatores fizeram com que as reservas de dinheiro fossem se esgotando.

Live com o espetáculo

Para arrecadar doações e conseguir realizar a mudança para São Paulo, o circo realizará uma live neste sábado (27), às 18h, por meio de seu Facebook e Instagram. Nesta ocasião, será transmitido o espetáculo completo.

As pessoas que desejarem ajudar o circo podem doar valores utilizando a chave Pix: 9ac67323-3799-49c5-a89b-5d833fbed6bb.

Para saber outras formas de ajudar, os bauruenses podem entrar em contato com o representante do circo, Sandro Lima, por meio do telefone (14) 99848-5441.

Serviço
Live do Circo Moscou
Data: dia 27 de fevereiro, às 18h
Telefone: (14) 99848-5441
Facebook: /circomoscouinternacional
Instagram: @circomocosouinternacional 

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Anne Hernandes
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

No Dia da Biblioteca, saiba a importância dos acervos de Bauru

O que nos vem à mente quando pensamos em uma biblioteca? Um espaço cheio de livros. Para a…