Se você foi adolescente por volta dos anos 90 em Bauru, provavelmente vai se lembrar dos nomes Heli Reis e Marco Campagnucci. A dupla foi responsável por boa parte da efervescência cultural da cidade na época por conta de exposições artísticas, espetáculos teatrais e festas. Todos estes eventos tinham a língua inglesa como característica em comum e faziam parte do calendário anual da escola de inglês dirigida por eles.

Heli e Marco são sócios-fundadores da American Corner em Bauru e começaram no ramo há 36 anos, com a inauguração de uma unidade da Yázigi na cidade. Uma característica que sempre se destacou no trabalho dos bauruenses foi a crença de que a fluência em inglês pode ser atingida colocando a comunicação em prática por meio de atividades culturais.

Inclusive, a aprendizagem do idioma se torna mais efetiva a partir de um vínculo emocional com a língua. Dessa forma, eles sempre associaram o ensino aos eventos a fim de despertar o interesse dos alunos pelo universo bilíngue.

Não à toa, eles já inauguraram um espaço cultural, na época restaurado pelo arquiteto Jurandyr Bueno Filho, para receber exposições de arte e grandes produções teatrais. Embora não exista mais, o lugar marcou por receber espetáculos bilíngues ou totalmente em inglês. Muitos deles eram baseados em peças da Broadway, como “Cats”, “Bela e a Fera” e “Grease”, encenados por alunos e apresentados em temporadas a cada ano.

E quem não lembra das festas mais esperadas pelos bauruenses durante a década de 90? Pois é, Heli e o Marco eram os responsáveis pelo luau que reunia cerca de 3 mil pessoas nos clubes todo ano. 

Sem contar na festa à fantasia, a Pen Pal Party. Às cegas, os alunos trocavam cartas em inglês com outras pessoas identificadas por nicknames. A festa era a oportunidade para conhecer o correspondente, que estaria fantasiado de acordo com o nickname.

Todos esses eventos refletem ainda hoje na forma de trabalho da American Corner. De forma dinâmica e baseada na abordagem comunicativa, eles ensinam o inglês atrelado à cultura americana.

4 cursos gratuitos propõem imersão no inglês

De acordo com Marco, que também foi professor de inglês por muitos anos, a abordagem comunicativa revolucionou o ensino de idiomas. De forma geral, ela utiliza a língua como instrumento de comunicação, para isso, ensina por meio de atividades interativas com diálogo contínuo em inglês.

Dessa forma, a escola também agrega as metodologias ativas ao ensino, em que o aluno é protagonista do aprendizado. “Constantemente buscamos dinâmicas diferentes para alinhar com a realidade dos alunos, sempre inseridos na questão cultural, linguística e abordagem comunicativa”, aponta a assistente pedagógica, Karine Francelin.

Agregando as duas abordagens como forma de complementar os estudos e levar à fluência na língua inglesa, a American Corner oferece cursos gratuitos aos alunos. Portanto, além das duas aulas semanais de inglês, ainda é possível fazer quatro horas extras de aulas de conversação, espanhol, violão e cultura pop.

“Todas essas aulas extras são ministradas em inglês, então é uma imersão do aluno na língua inglesa”, diz Karine.

Karine Francelin, assistente pedagógica, e Heli Reis e Marco Campagnucci, sócio-fundadores da American Corner

Olhando sempre o futuro

Durante mais de três décadas à frente de escola de idiomas, Heli e Marco sempre mostraram um pensamento vanguardista em relação à tecnologia. Eles acompanharam todas as transformações e desde 1994 apostam na internet como ferramenta de auxílio. 

Recentemente, em 2019, começaram a implementar o ensino online, com apenas alguns professores ministrando as aulas. Já em janeiro do ano seguinte, todos os educadores aprenderam a usar o novo modelo de aula.

Três meses depois, em março de 2020, a pandemia chegou e as aulas online já estavam fazendo parte do cronograma da escola. Portanto, ministrar as aulas de forma remota não foi um obstáculo, mas algo natural. 

Atualmente, com a autorização da prefeitura para aulas presenciais, a American Corner trabalha no modo híbrido, ou seja, os alunos podem tanto ir para a escola, quanto assistir a aula em casa.

“Nós sempre olhamos para o futuro, para onde o mundo está caminhando. Na época nós percebemos que a tecnologia seria o futuro”, comenta Heli.

Inclusive, umas das novidades da escola é a implementação do Class App, onde os pais podem acompanhar o aprendizado do filho, os alunos recebem atividades e a escola mantém uma comunicação rápida com as famílias.

A esquina mais americana de Bauru

Durante os 36 anos se dedicando a ensinar os bauruenses a aprenderem inglês, Marco e Heli relacionam o sucesso a dois principais fatores. “A gente gosta do que a gente faz”, diz ele; e ela ainda complementa: “nunca entramos em uma situação de conforto, porque isso nunca foi possível.”

Se você chegou até aqui, já deve estar pensando em como aprender inglês pode ser um bom investimento para este ano. A boa notícia é que a American Corner está com as matrículas abertas para alunos a partir dos 6 anos. Para quem já sabe um pouco do idioma, é possível fazer uma avaliação para descobrir qual o nível de conhecimento.

Para saber mais acesse o site ou entre em contato pelos telefones: (14) 3214-3030 / (14) 99848-8507.

publieditorial

Serviço
American Corner
Local: Rua Antônio Alves, 22-78
Telefone: (14) 3214-3030 / (14) 99848-8507
Site: www.americancorner.com.br
Facebook: /AmericanCornerBauru
Instagram: @americancornerbauru

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

No Dia da Biblioteca, saiba a importância dos acervos de Bauru

O que nos vem à mente quando pensamos em uma biblioteca? Um espaço cheio de livros. Para a…