Você se lembra das sacoleiras? Há não muito tempo, elas andavam pela cidade carregando uma loja inteira dentro de suas sacolas enormes. Aliás, algumas mulheres ainda têm esse formato de venda.

“Quando eu comecei a trabalhar com isso, eu tinha uma amiga médica que trabalhava na UPA. Então eu ia pra lá com as roupas na sacola e até as pacientes compravam. Ficava a tarde inteira”, lembra a empresária bauruense Kelen Rachide.

A necessidade de vender roupas surgiu porque em 2014 Kelen iniciou a faculdade de fisioterapia, se casou e logo depois ficou desempregada.

Para ajudar a pagar os estudos, seu marido a ajudou investindo em peças básicas e ela fotografava os manequins para divulgar seus produtos. “Ele me disse que eu era comunicativa e sabia vender, que ia vender tudo”, conta Kelen.

Além da UPA, ela também vendia as roupas na faculdade e ia até a casa das clientes ou a algum ponto de encontro.

Aos finais de semana, Kelen pegava algumas de suas roupas para usar e tirava fotos com os modelos. Fazendo isso, ela percebeu que as clientes gostavam mais desse tipo de demonstração das peças, e incorporou ao seu processo de venda.

“No começo, eu tirava fotos dos manequins. Quando chegava o fim de semana, eu colocava a roupa que pegava pra mim e tirava fotos. Comecei a perceber que as pessoas gostavam mais quando eu tirava foto com a roupa no corpo”, lembra.

Foi assim, trocando os manequins pela própria imagem, que a bauruense chamou mais ainda a atenção das suas clientes, principalmente pelas redes sociais. Hoje, mais de 4500 pessoas acompanham as novidades de Kelen no Instagram.

Loja “By Kelen”

Em 2015, Kelen descobriu um câncer de mama. Enquanto fazia o tratamento e passava pelas sessões de quimioterapia, ela tinha medo das náuseas, principalmente por dirigir bastante.

Para se manter segura e evitar que os enjoos prejudicassem suas vendas, ela abriu sua primeira loja na Rua Henrique Savi, que levava o nome “By Kelen”.

“Eu só vendia roupas femininas, então minhas amigas mandavam as fotos com as minhas roupas e diziam que estavam com um look “by Kelen”. Por isso esse foi o nome da minha primeira loja”, conta a empresária.

Na mesma época, o marido de Kelen, Fábio, ficou desempregado. Ele se juntou a ela no negócio e, juntos, abriram também a linha masculina da loja. Ambos fizeram alterações no espaço e mudaram o nome para FK Modas, contemplando as iniciais dos dois nomes.

No início, o casal investiu em uma estrutura mais barata, já que ainda estavam começando. “Nós compramos araras mais baratas, nichos mais baratos, tudo mais barato. Fomos melhorando e hoje estamos sempre investindo no melhor para a loja”, explica Kelen.

As roupas também eram mais básicas. Conforme as clientes foram indicando seu trabalho e a marca foi se desenvolvendo, eles sentiram necessidade de melhorar a qualidade das roupas.

Hoje, a linha feminina da FK Modas é toda composta por peças da Naguchi. Na ala masculina, os produtos são das marcas Enrico Rossi, Ogochi, Thoux e Fé.

Mudança de endereço

Há aproximadamente dois anos, a FK Modas mudou de endereço. Desde então, Kelen atendia suas clientes na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 3-15. Mas o nome da loja foi crescendo e o espaço foi ficando apertado para o casal.

Apesar de ficar localizada em uma rua movimentada da cidade, a fachada da loja na Alameda Brisolla ficava escondida. Além disso, nem sobrava espaço para expor as peças masculinas no ambiente principal.

“Minha linha masculina está toda lá em cima. Esse espaço já está pequeno pra nós, então decidimos abrir uma loja mais estruturada, explica Kelen na entrevista, que aconteceu ainda na unidade antiga.

Realizando um sonho, Kelen e Fábio inauguram um espaço de 70m² na Rua Engenheiro Saint Martin, 23-08, esquina com a Rua Capitão Gomes Duarte. O projeto de interiores do novo local teve a colaboração do arquiteto Marcelo Alcântara em parceria com Gianni Zanata.

Com a mudança, Kelen comemora o fato de poder unir as alas masculina e feminina no ambiente e apresentar sua variedade de produtos para os clientes de forma mais ampla.

No Instagram

Kelen faz questão de provar as peças e publicar as fotos das novidades da loja em seu Instagram. Assim, suas clientes ficam por dentro de tudo o que está chegando.

Ela também dá dicas para montar looks e aproveitar melhor as roupas. “Houve a época em que todo mundo queria um look novo pra sair. Hoje a cliente quer uma peça que ela possa usar em várias ocasiões e de várias maneiras”, explica. “Se eu não consigo montar um look eu aviso e coloco na legenda”.

Com a nova loja, Kelen pretende incorporar ao feed das redes sociais sua linha masculina. Até agora, essas peças estavam sendo divulgadas apenas nos stories.

O que encontrar na FK Modas?

Na ala feminina da loja, Kelen vende calças de tecido, t-shirts, vestidos, conjuntos, blazers, entre outras peças. “Eu vendo conforme a moda. Agora no inverno, o twin set está em alta, então a gente traz. Se a moda do outono for blazer, eu trago blazers”, explica. “No verão eu vendo roupas mais leves, como vestidos e conjuntinhos”.

Ela também conta que, por conta da pandemia, a procura por roupas mais confortáveis também cresceu, já que as clientes estão trabalhando em casa.

Na parte masculina, os clientes podem encontrar camisetas, polos, calças e bermudas jeans e também bermudas sarja.

Os tamanhos das roupas femininas variam do M ao GG. As masculinas vão do P ao G3.

Um dos diferenciais da FK Modas é a exclusividade das peças. “Eu não trabalho com peças repetidas. Por exemplo, se eu trouxer um vestido, vai ser um modelo de cada cor”, conta a bauruense. “As minhas clientes se entrelaçam, elas estão sempre juntas. Então eu trago peças únicas”.

Os clientes interessados pelos produtos podem procurar pela FK Modas no Instagram, WhatsApp ou presencialmente no novo endereço. O pagamento das compras pode ser feito em dinheiro, pix e cartão de débito ou crédito, podendo dividir em até 3x sem juros.

As entregas são feitas em Bauru e também via Correios para todo o Brasil.

Novos ares para a FK Modas

Com o espaço mais amplo no novo endereço, Kelen e Fábio vão aproveitar para divulgar ainda mais as peças masculinas. Ainda que ele tenha voltado a trabalhar, vai continuar ajudando com o empreendimento do casal.

A contratação de mais funcionários para a loja também está nos planos da FK Modas.

Outra novidade que o casal pretende trazer são os pijamas, que ainda não fazem parte da vitrine. “Eu ainda estou procurando por um fornecedor, mas quero entrar com os pijamas, porque pijama é tudo de bom”, conta.

Apesar de se dedicar mais à venda de roupas, Kelen também atua como fisioterapeuta desde que concluiu a graduação, em 2017. Ela também tem pós-graduação em dermatologia funcional e saúde da mulher, e faz atendimentos na área de estética em seu consultório.

publieditorial

Serviço
FK Modas
Local: Rua Engenheiro Saint Martin, 23-08 – Vila Universitária
Horário: Segunda a sexta, das 9h30 às 18h30 / sábados das 9h30 às 15h
Contato: (14) 99837-4373
Facebook: /fkfabioekelen
Instagram: @fkmodasbauru

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Letícia Pinho
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Empreendendo pela 1ª vez, farmacêutica de Bauru explica como medicamentos podem ser manipulados sob medida

O conceito de “farmácia” é consolidado como o lugar onde se compra remédios caso algo não …