O termo “instagramável” já faz parte do vocabulário de muita gente! Trata-se de uma tendência que invadiu todo o mundo. A palavra é uma derivação do nome da popular rede social Instagram e se refere a tudo aquilo que pertence a plataforma, ou seja, aparecer e obter visualizações no feed dos usuários. O Instagram é um espaço virtual de compartilhamento de imagens que possibilita uma infinidade de narrativas e até mesmo negócios.

Principalmente agora, durante a pandemia, muitas marcas internacionais e nacionais perceberam que o Instagram é uma ferramenta de marketing poderosa, de rápida absorção e capaz de atrair consumidores online de uma forma bem mais interativa.

Importante lembrar que o visual merchandising é uma prática de comunicação visual eficiente, mas que depende também de um espaço físico. Para isso você deve criar uma experiência integrando o mundo real com cenários para serem fotografados. Isso vale para o seu negócio, por exemplo.

Mas, a gente sabe que muitas pessoas curtem mesmo é mostrar onde estão, o que estão fazendo, ou pra onde estão indo. São seres instagramáveis: que gostam de compartilhar suas experiências fotografando-se. Aliás, hoje o queridinho do Instagram são as selfies.

Pessoas que além de curtirem estar em algum lugar, querem mostram também para o mundo.
Tudo bem que estamos falando de uma tendência e é bom lembrar que tudo em exagero não faz muito bem. Então, curta sua vida sim! Ainda mais agora, durante essa pandemia, quando seguimos aprendendo a valorizar cada minuto de felicidade, nos agarrar em cada pedacinho de sorriso, de alegria, de valorizar tanto a nossa vida e o ar que respiramos.

Então, se você é a fim, seja um “instagramável”! Faça valer a pena cada momento vivido aqui na terra. Tenha tempo para você e faça os pequenos momentos serem grandes. Porque enquanto o tempo leva a vida embora como o vento, a memória traz de volta o que realmente importa e eterniza os momentos…

Agora, se você não é do tipo “instagramável’, curta para você e não para os outros. Não se preocupe tanto com “likes”, apenas aproveite o seu momento, no seu tempo… Lembre-se, tem algumas coisas na vida da gente que devemos entender da seguinte maneira: menos é mais. Nem tudo que fazemos precisa ser compartilhado com o universo. Acredite: com Deus já é o suficiente.
Valeu pessoal! Cuidem-se!!!

Confira mais textos da colunista: www.socialbauru.com.br/author/rosanapoli.

Compartilhe!
Carregar mais em Colunistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

5 lições de um professor saindo da pandemia

Eu detesto textos que começam com um “número X de coisas que…”. Inclusive, comecei esse aq…