Pinturas, objetos, sons, imagens, máscaras e vídeo. Todos esses formatos estarão presentes na exposição “Raízes – Narrativas Ancestrais”. A abertura está marcada para este sábado (12), a partir das 15h, no Centro Cultural Acesso Popular em Bauru. O evento é gratuito e livre para todas as idades.

A mostra reúne trabalhos dos artistas Mah Fernandes, Tiago Rosa e Gabriel Duarte e tem, como temática central, o resgate da ancestralidade que compõe a identidade cultural brasileira.

A artista plástica Mah Fernandes, que também atua como musicista, cantora e arte-educadora, levará para a mostra uma série de pinturas ainda inéditas. “Ao terminar cada pintura, senti uma emoção profunda, uma certeza da permanência de memórias tão preciosas e que falam de presente, passado e futuro”, conta.

Segundo ela, o fato de ter nascido e passar parte da vida no Maranhão (MA) foi fundamental para entrar em contato com a ancestralidade negra e cultura popular. “Desde muito pequena, era comum madrugar para ver o bumba-meu-boi, envolver-me com o cacuriá e tambor de criola, imaginar o mundo invisível que era contado através das lendas e sabedoria dos mais velhos. Ter essas memórias me emociona”, explica Mah.

Quadro de Mah Fernandes (Foto: divulgação) 

Toda essa riqueza cultural também está presente nas danças, saias e tambores. E, embora festivos, também contam histórias de resistência política e cultural. “São narrativas de luta. Somos o que somos hoje por termos ancestrais que se aquilombaram, que recontaram histórias, canções, batuques, jeitos e fazeres. Essa é minha singela homenagem a esses invisíveis que nos deram tão linda herança: a potência de ser. E também uma celebração às forças da natureza, aos meus ancestrais, uma forma de manter suas narrativas vivas e pulsantes”, finaliza.

Além dos trabalhos de Mah Fernandes, a exposição também contará com cerca de nove obras – entre pinturas e máscaras – produzidas pelo artista plástico e produtor cultural Tiago Rosa. Ele também assina a produção da vídeo-performance “Onilé”.

Realizado em parceria com o performer Gabriel Duarte e Victor Reversi (filmagem e edição), o vídeo recria artisticamente o mito da divisão dos elementos do planeta terra entre os orixás. O vídeo será exibido diariamente durante a exposição.

Foto: Gabriel Duarte

Seguindo as orientações sanitárias para conter a pandemia de Covid-19, todos os protocolos de segurança serão seguidos durante a exposição. A capacidade de público é reduzida, e todos devem obrigatoriamente usar a máscara e álcool em gel.

Serviço
Exposição Raízes – Narrativas Ancestrais
Lançamento: 12 de junho, a partir das 15h. A exposição segue até 26 de junho
Horário de visitação: de quarta a sábado, sempre a partir das 18h
Local: Acesso Popular (Rua São Gonçalo 4-81, Vila Altinópolis, Bauru)
Entrada gratuita

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Social Bauru
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Banda D’Maori lança primeiro trabalho autoral e divulga clipe da música ‘Paris’

Com quase uma década de estrada, a banda paulista D’Maori já rodou nessa região do estado,…