Ao invés de simples mensagens de aniversário nas redes sociais, o Jorginho Júnior prefere desejar parabéns aos amigos de uma forma mais poética. “Eu me inspirava no aniversariante e pensava em um recado como se tivesse o decifrando”, explica.

Assim, as mensagens misturavam felicitações com reflexões sobre felicidade e amor. “É muito bom desejar o bem aos outros”, diz o autor. “É como se fosse uma entrega, um convite e um compartilhamento para uma felicidade sem fim. A felicidade é tão transitória que precisa ser mais expansiva e dilatada”.

Esses recados de aniversário se tornaram poesias após um processo de revisão para “lapidar as pedras brutas” e viraram o livro Felicidades Sem Fim, lançado em junho. 

Na obra, escrita em “estilo espiritualista”, como ele define, os textos, antes direcionados aos amigos, agora são uma forma de abraçar os leitores. “Por isso é uma felicidade sem fim. É como um abraço de amigo, um apelo sincero, um desejo de alegria”, diz ele.

Autor do livro

Em 200 páginas, Jorginho faz uma mistura de poesia, memórias e crônicas. Segundo ele, é uma forma de conseguir transitar pelos textos sem ficar cansativo, além de permitir ao leitor apreciar diferentes estilos. “É como se um complementasse o outro”, diz ele.

Poesias, memórias e crônicas

As poesias, de diferentes tamanhos, têm, em cada verso, as reticências ou a ausência de um ponto final como uma forma de mostrar a infinitude indicada no título do livro. Cada palavra – especialmente “Felicidades”, assim, no plural – quer transmitir o sentimento de alegria.

Nas temáticas, os trechos abordam como a felicidade “se propaga na força do vento” ao mesmo tempo que fala da sua fugacidade, como em “viver… é uma trajetória alternativa entre o drama e a comédia”. Além disso, aborda também questões como o amor, a amizade, a natureza, a vida, a beleza e o tempo, como quando diz que “o dia sucede a noite, e a noite entrega o dia”.

Nas memórias, eterniza pessoas que passaram pela sua vida, como o avô Manoel II. “Eu sempre tive uma relação paterna com ele, por isso pus no livro o legado dele para mim”, comenta. 

Já as crônicas mostram as inspirações, como, por exemplo, o filme Somos Tão Jovens. “Fiquei impressionado com o filme”, diz ele, explicando que “retrata muito bem a felicidade, como uma emaranhado de vivências em que uma hora a pessoa está sorrindo, e depois está chorando”.

Primeiro livro

Esse é o primeiro livro publicado por Jorginho Júnior, apesar de já ter outras obras escritas prontas para serem lançadas. A escolha por ‘Felicidades Sem Fim’ para iniciar a carreira foi para mostrar sua trajetória escrevendo com mais seriedade. “São mais de sete anos para chegar a este livro”, afirma.

“É uma porta que se abre”, complementa. Por isso, entre os textos reunidos nesse período, o livro traz rabiscos dos cadernos dele, uma forma de mostrar o processo de criação. “É um livro mais suave, singelo e com conteúdo. Permite à pessoa esmiuçar a felicidade, como uma busca de todos nós”, enfatiza.

Agora, Jorginho já pensa nas próximas publicações. De início, o objetivo é lançar uma trilogia que se passa no antigo Egito, formada pelos livros ‘O Barão’, ‘Orion’ e ‘Phyloê’. “São romances bem movimentados, com aventura e ação. Parece um roteiro de filme”, conta.

Inspiração na mãe

Aposentado da função de bancário em Duartina, Jorge Segundo Júnior começou a escrever seriamente em 2014, quando mudou definitivamente para Bauru para cuidar da mãe, Mercedes Segundo. “Depois que eu comecei a escrever, nunca mais parei”, diz ele, mostrando as mais de 15 ideias de livros já iniciados.

Capa do livro foi feito com arte dele

A transformação do hobbie em ofício veio da inspiração da mãe, que também tinha o hábito da escrita. Inclusive, ele fez questão de “aparecer” na foto ao lado da mãe, falecida no ano passado. Para isso, posou junto ao quadro pintado pelo próprio Jorge, feito em homenagem aos 80 anos dela, em 2012.

Aliás, a pintura é outra atividade artística dele. Espalhados pela casa do escritor, os quadros chamam a atenção, como o da capa de ‘Felicidades sem Fim’, um que será a capa de ‘O Barão’ e outro com diferentes cenários do antigo Egito.

Para ele, escrever e pintar são maneiras de buscar paz interna. Nos últimos anos, quando perdeu a mãe e, recentemente, um amigo, sentiu nas expressões artísticas uma forma de lidar com o luto e ter mais tranquilidade.

Como comprar o livro

Lançado no dia 6 de junho, o livro está disponível por meio de contato direto com o autor, pelo Facebook ou pelo WhatsApp (14) 99617-5587. 

Cartaz do livro

Para a divulgação, preparou um painel com os dizeres ‘Meus amigos, apresento a vocês um sonho’, e com um cartaz feito para assinaturas de quem adquirir um livro. É uma forma também de eternizar quem fez parte do sonho dele e compartilhar a felicidade do momento.

publieditorial

Serviço
Livro ‘Felicidade Sem Fim’
Autor: Jorge Segundo Júnior
Páginas: 200
Preço: R$ 40,00 | PIX: (14) 99617-5587
Endereço: Rua Dr. Paulo Valle, 193. Jardim América
Contato: (14)  99617-5587 (WhatsApp)
Facebook: /JorginhoJunior

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

FIB promove concurso cultural de culinária gratuito em Bauru; Confira

cPela primeira vez, o curso de Nutrição das Faculdades Integradas de Bauru (FIB) promove o…