Com cada vez mais tutores se importando com a qualidade de vida dos pets, mais a alimentação natural vem ganhando espaço.

Também conhecida pela sigla AN, a alimentação natural é composta por ingredientes naturais e minimamente processados, diferentemente da ração seca. Ela é elaborada de acordo com as necessidades nutricionais de cada pet, como raça, idade, peso, comportamento e estilo de vida.

Apesar do nome, é importante ressaltar que a alimentação natural não é o mesmo que servir restos de refeições, misturar alimentos naturais na ração seca ou oferecer dietas vegana e vegetariana, como informa a veterinária Luciana Domingues, especialista em nutrição de cães e gatos desde 2016.

“A AN é uma dieta balanceada composta por alimentos naturais e minimamente processados, que podem ser cozidos ou crus. É o tipo de dieta que mais se aproxima da dieta ancestral de cães e gatos. São utilizados alimentos frescos e de qualidade. Contém carboidratos, proteínas e vegetais, como legumes e folhas, e suplemento. Além do mais, é livre de aditivos químicos e conservantes artificiais”, afirma Luciana.

Ração tradicional x Alimentação natural

A ração seca é uma das opções mais comuns de alimentação canina e felina por ser balanceada, prática e amplamente aceita pelos animais. Entretanto, alguns ingredientes, como conservantes, corantes, palatabilizantes e alimentos transgênicos, podem resultar na diminuição da qualidade de vida do pet em longo prazo.

Além disso, a ração seca não é personalizada de acordo com as necessidades de cada pet, o que pode ocasionar em déficit nutricional, como ocorreu com Ayla, Shih-tzu de 9 anos e companheira da bancária Tais Ribeiro.

Ayla foi diagnosticada urolitíase, popularmente conhecida como pedra na bexiga. Após a retirada dos cristais, a tutora teve que mudar o tipo de ração, já que a tradicional auxilia na formação das pedras. Sendo assim, Tais optou por uma ração especial para cachorros com cálculos urinários. Entretanto, a nova dieta não fornecia as substâncias essenciais para a cachorra.

“Passamos por uma consulta com uma nutricionista veterinária, mostramos todos os exames e a médica fez uma prescrição de alimentação natural com cardápio específico para a Ayla”, apresenta Tais.

A companheira de Tais deixou de consumir ingredientes nocivos à saúde e, com a nova rotina alimentar, passou a ingerir mais água, auxiliando no tratamento médico, já que a refeição natural contém 7x mais líquidos do que a ração seca.

Benefícios da comida natural

Assim como para nós, humanos, a alimentação natural não tem nenhum malefício aos pets, desde que seja elaborada com orientação de veterinário nutrólogo.

Entre os benefícios estão:

  • Nutrição completa e balanceada;
  • Aumento da imunidade do animal;
  • Mais vitalidade;
  • Ingredientes frescos de qualidade e minimamente processados;
  • Alta palatabilidade, ou seja, contém múltiplos sabores, cheiros e texturas;
  • Elevado teor de água. A alimentação natural contém 7x mais água que a ração seca, o que deixa o pet muito mais hidratado.
  • Carga glicêmica baixa, sendo rica em proteína e pobre em carboidratos refinados;
  • Fezes reduzidas, com odor discreto e mais sequinhas. A AN apresenta um aproveitamento superior, gerando pouco resíduo para o corpo eliminar;
  • Microbioma intestinal mais saudável;
  • Maior variedade de ingredientes;
  • É customizável e pensada de acordo com o gosto e necessidade de cada animal;
  • Ingredientes fáceis de encontrar, já que são os mesmos utilizados na alimentação humana.

Evandro Manflin, empresário bauruense, explica que não acreditava nos ganhos da alimentação natural antes de oferecer a dieta aos próprios cachorros.

“No começo, eu mesmo duvidei dos benefícios, mas comecei a ver de perto aquilo ser materializado. Eles [os cachorros] tinham mais disposição, os exames nunca mais tiveram alterações e hoje estão muito bem de saúde, não têm lágrima ácida, têm cera de ouvido reduzida e estão com pelagem mais brilhante”, disse.

Entretanto, segundo Luciana, ao contrário da ração seca que é prática, a comida natural exige planejamento, organização e responsabilidade.

Como fazer a transição entre as dietas

A veterinária ainda explica que a alimentação natural deve ser misturada na ração do cachorro ao longo de 3 a 7 dias de modo a ir aumentando a proporção da dieta nova e reduzindo a anterior. No caso de gatos, a fase de adaptação à nova dieta pode levar mais tempo.

“Aqui a introdução deve seguir com mais cautela, principalmente se essa transição for realizada após 6 meses de vida do gatinho, pois já pode existir um vício instalado à ração seca e essa transição pode levar de uma semana a um ano, por isso é preciso ter paciência, insistência e persistência”, afirma.

Opções prontas de alimentação natural

Uma das opções para quem quer oferecer alimentação natural ao pet, mas não tem tempo, espaço ou auxílio veterinário para preparar refeições, é aderir aos pacotes especiais de empresas especializadas neste tipo de alimentação.

Esse foi um dos motivos que levou Evandro e Giovana Borgato a idealizarem a AuNatural, empresa bauruense responsável pela produção de comida natural para cães e, futuramente, gatos.

A empresa cria receitas balanceadas com suporte de zootecnista especializada em nutrição. Lá, eles seguem a dieta natural complementada cozida, que consiste em elaborar combinações entre proteína animal primária (bovina, suína e de frango), grãos (arroz, lentilha e ervilha), vegetais (chuchu, abóbora, batata doce, cenoura e beterraba) e suplementação vitamínica.

Para não utilizar nenhum tipo de conservante químico e palatabilizante (substância que torna o alimento agradável ao gosto), as porções são congeladas por um ultracongelador que alcança até 40 graus negativos.

Tais afirma que, por mais que pudesse fazer a alimentação em casa com auxílio de um nutrólogo, resolveu aderir aos planos mensais da empresa bauruense.

“Os tutores que não tem muito tempo podem comprar os pacotinhos congelados que vêm pronto. É muito prático e no nosso caso, como ela precisa de uma alimentação prescrita, com elementos certos e controlados, a solução da AuNatural foi uma maravilha”, disse.

A AuNatural conta com planos semanais e mensais a partir de R$115 reais.

Serviço 

AuNatural

Local: Av Dr. Adolpho Miraglia 11-30 – Vila Aviação

Telefone: (14) 99152-2661

Site: www.aunatural.com.br/

Facebook: www.facebook.com/aunaturaloficial

Instagram: @aunatural_pet

Compartilhe!
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Conheça 5 estilos de arquitetura em Bauru em passeio de 4 km

Um dos passeios mais interessantes para conhecer Bauru é também um dos mais simples: basta…