Olha… Eu não tenho certeza de muitas coisas. Mas uma é fato: se vinho fosse ruim, Jesus transformaria a água em suco.

O vinho pode ser um companheiro para diversos momentos. Quer reunir os amigos? Abra um vinho. Quer comemorar uma conquista? Brinde com vinho. Quer ficar tranquilo em casa vendo uma série? Vinho com pipoca.

Na pandemia, esse consumo ficou ainda mais evidente. De acordo com uma pesquisa divulgada pela plataforma cupomvalido.com.br, no último ano foram consumidos, em média, 2,78 litros de vinho per capita no Brasil.

O crescimento foi histórico e, na América Latina, os brasileiros só tomaram menos vinho do que os nossos hermanos argentinos.

Paixão que virou negócio

No entanto, muitas pessoas o consomem apenas socialmente, e não sabem diferenciar os tipos de vinho ou as características de cada um deles.

De acordo com Cleuma de Marchi e Maria Cecília Picinin, os principais fatores que diferenciam os vinhos são o tipo da uva, a região do plantio, tipo do solo, intensidade da luz solar, a cor da bebida – tinto, rosé ou branco – e a doçura – seco, meio seco ou doce.

As duas são amigas e o amor compartilhado pela bebida as inspirou a virarem sócias da Vinho & Ponto. Após estudarem bastante sobre a área, elas abriram sua primeira loja em sua cidade natal, Santa Cruz do Rio Pardo. Agora, decidiram expandir e trazer a franquia para o Bauru Shopping.

A Vinho & Ponto é uma importadora de vinhos e todos os rótulos comercializados são exclusivos (com exceção de alguns franceses, que não têm exclusividade).

Entre os cerca de 300 rótulos que podem ser encontrados por lá, pelo menos 50 são pontuados pela crítica.

Ainda que esse reconhecimento seja um ponto forte da marca, a missão da importadora é democratizar o consumo do vinho. “Queremos tornar o vinho fácil e simples para todos”, pontua Cleuma.

Existe jeito certo de tomar vinho?

Como destacaram as sócias, muitas pessoas têm vontade de conhecer mais sobre o assunto, mas não sabem por onde começar, ou não gostam de todos os tipos de vinho.

Cecília e Cleuma explicam que o segredo de apreciar bons vinhos é criar o hábito. “Você tem que adaptar o seu paladar. Se você não gosta do vinho seco, pode começar pelos meio secos, ver qual te agrada mais, com qual uva você tem melhor adaptação para, aí sim, chegar ao vinho seco”, explica Cecília.

Por outro lado, elas esclarecem que os vinhos que têm menos tanino e acidez, são mais fáceis de tomar.

Existem, ainda, regras de harmonização do vinho com a comida que o acompanha. “Quando o vinho é branco ou rosé a harmonização é simples, como um queijo, um peixe ou um petisco. Já os tintos podem harmonizar com pizza, carne de caça ou carne de porco”, completa Cleuma.

Alguns vinhos podem não ser tão agradáveis quando apreciados sozinhos. É o caso de alguns vinhos gastronômicos, como os da região de Chianti, na Itália. “Lá, o vinho é considerado alimento. Eles tomam vinho em todas as refeições, como o nosso suco. Ele é mais forte, com muito álcool e muita acidez, por isso o ideal é que seja consumido com comida”, acrescentam.

Apesar das orientações, as sócias esclarecem que o mais importante é o gosto pessoal. “Nós não podemos forçar a regra como uma obrigação. A experiência deve ser agradável, comentam.

Para degustar e aprender

A Vinho & Ponto conta com rótulos nacionais e importados de países como Argentina, Chile, Uruguai, África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Portugal, Espanha, Itália e França. Todos os produtos e produtores são avaliados pelos sommeliers da franquia.

“A gente quer surpreender quem já entende de vinho e também dar oportunidade para quem está começando no mundo do vinho”, esclarecem as proprietárias. Para isso, elas irão oferecer degustações guiadas na loja e cursos sobre vinho, como já fizeram na unidade de Santa Cruz.

“Fizemos um curso básico sobre vinhos, com cinco módulos. Cada pessoa que participou levou cinco garrafas de vinho para casa, uma para cada semana. Também preparamos um curso sobre a região de Chianti, que durou uma noite e cada participante ganhou um vinho da região e uma lasanha à bolonhesa para harmonizar”, contam.

Vinho & Ponto em Bauru

Na loja, os bauruenses podem ter a orientação de profissionais para ajudar na escolha do melhor vinho. “No mercado, dificilmente você tem um consultor de vendas para te ajudar. A maioria das pessoas vai às cegas. Na Vinho & Ponto, os atendimentos serão personalizados”, explica Cecília.

“Muitos vinhos de mercado hoje tem um preço muito elevado por conta das críticas e pontuações boas. Nós temos vinhos da mesma região, às vezes do mesmo enólogo, do mesmo produtor, com a mesma qualidade e por um preço mais acessível, esclarecem as amigas.

A Vinho & Ponto Bauru terá rótulos entre R$46 e R$1500, justamente para abranger um grande público. Além das bebidas, a loja também terá acompanhamentos como queijos artesanais, chocolates, crostatas, torradas, mixes de castanhas, entre outras opções.

Todos os meses, a franquia oferece promoções em seus rótulos. No Outubro Rosa, todos os vinhos rosé estarão com 25% de desconto. Para o mês seguinte, os bauruenses já podem se animar com a chegada da Black Friday.

A ideia das sócias é, ainda, expandir a marca para supermercados, eventos, casamentos e confrarias na cidade. A loja também recebe pedidos de delivery e compra online para retirada.

publieditorial

Serviço
Vinho & Ponto
Endereço: Rua Henrique Savi, 15-55 – Loja AM 20 – 2º piso
Horário de funcionamento: Todos os dias, das 10h às 22h
Contato: (14) 99123-0550
Site: vinhoeponto.com.br
Instagram: @vinhoeponto_bauru
Facebook: Vinho & Ponto Bauru

Compartilhe!
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Simples em evidência: galeria de Bauru inaugura com objetos que vão do artístico ao vernacular

A um passo da simplicidade que acalma. Este é o sentimento ao entrar na Simples Galeria, c…