A cerveja é companheira do brasileiro em vários momentos. No churrasco de domingo com a família, no happy hour com os amigos, na hora do jogo de futebol…

Ainda que ela seja bem tradicional por aqui, Sean Trovareli só passou a ter mais contato com as variedades da cerveja quando morou durante algum tempo do outro lado do mundo, no Japão.

Seu tio, Maurício Pinheiro, também já tinha o hábito de consumir a bebida. Na curiosidade, ele foi conhecendo novos rótulos e diversificando os estilos. Ambos, então, passaram a gostar muito das cervejas artesanais.

Unindo a paixão ao negócio, tio e sobrinho decidiram assumir a gestão da franquia Mestre Cervejeiro em Bauru, em 2019.

Maurício se aprofundou ainda mais na temática e chegou a fazer até um curso de sommelier de cervejas.

O mundo todo em um só lugar

A loja de Maurício e Sean tem a intenção de reunir rótulos do mundo todo, inclusive das escolas cervejeiras mais tradicionais (belga, alemã, inglesa e americana). Atualmente, já são quase 400 marcas comercializadas por eles.

A franquia também traz cervejas dos quatro cantos do Brasil, além de edições especiais, como a cerveja em homenagem ao rapper Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., falecido em 2013.

As cervejas premiadas também estão nas prateleiras do Mestre Cervejeiro. “Quem vai para o exterior, geralmente conhece a Delirium. Ela já foi eleita várias vezes como a melhor cerveja do mundo”, comenta Sean.

Para quem quer começar

Os proprietários contam que as cervejas artesanais são bem diferentes das vendidas em mercados, e por esse motivo podem causar estranheza em quem as experimenta pela primeira vez.

“Elas são mais complexas, no aroma e no paladar. Temos cerveja com aroma de ameixa, frutas secas. Os belgas geralmente colocam condimentos nas receitas como coentro e cardamomo. Nós temos até cerveja com aroma de bacon”, descreve Maurício.

Uma das mais diferenciadas da loja é a Weihenstephan, uma cerveja alemã que vem de uma das cervejarias mais antigas do mundo, datada de 1040.

Para quem quer começar a desbravar este universo, no Mestre Cervejeiro é possível. A indicação de Sean é começar pelas cervejas mais leves, mais parecidas com as vendidas em supermercados. Elas fazem parte do que eles chamam de estilos de entrada.

“Tem a Blue Moon, que é uma Witbier. As pessoas tomam e acham uma delícia, ela é leve, refrescante e fácil de beber. Então nós indicamos essas e aos poucos elas vão conhecendo as mais amargas, escuras e alcoólicas até chegar nas IPAs, que são as mais fortes”, comenta.

Maurício e Sean explicam que existem três famílias principais: as Lagers são cervejas de baixa fermentação; as Ales são de alta fermentação; e as Brettas são as cervejas de leveduras selvagens. Dentro das famílias, existem muitos estilos.

Ambos ainda contam que é possível harmonizar as cervejas com as comidas que serão consumidas, por exemplo.

Estilo de pubs europeus

Para vivenciar de forma ainda mais intensa o amor pela cerveja, o criador da franquia Mestre Cervejeiro trouxe para as lojas o conceito do balcão comunitário, que ele encontrou nos famosos pubs da Alemanha, Inglaterra e Bélgica durante suas viagens.

Com isso, os clientes podem se sentar, fazer amizades e compartilhar esse momento com outras pessoas, falar sobre a cultura da cerveja e conhecer cada vez mais os rótulos e estilos.

Happy Hour do Mestre Cervejeiro

Além disso, também é possível aproveitar o happy hour do Mestre Cervejeiro que acontece às quintas-feiras, das 17h às 20h. Os proprietários deixam três estilos de chope à disposição – um mais leve, um intermediário e uma IPA, que está se popularizando no Brasil e gerando curiosidade dos consumidores.

O Mestre Cervejeiro ainda conta com um deck à frente da loja para tomar uma cerveja e aproveitar o movimento da Avenida Getúlio Vargas.

Outro detalhe é que é permitido consumir lanches, pizzas e pratos de outros locais no Mestre Cervejeiro. Maurício e Sean também pretendem, no futuro, realizar eventos com food trucks e música para reunir os clientes.

Presentes e acessórios

Além das cervejas, no Mestre Cervejeiro também é possível encontrar acessórios e presentes relacionados à bebida, como camisetas exclusivas, bonés, abridores, growlers, bolsas térmicas personalizadas, copos e taças e muitos outros itens.

No fim de ano, Maurício e Sean indicam os itens para presentear os amigos e entes queridos apaixonados por essa bebida tão popular e que tem tanto a ser explorada.

publieditorial

Serviço
Mestre Cervejeiro
Endereço: Avenida Getúlio Vargas, 6-25 Loja 2
Horário de funcionamento: Segunda das 12h às 19h, terça a sexta das 12h às 22h, sábados das 11h às 22h. Happy Hour quinta das 17h às 20h
Site: mestre-cervejeiro.com
Contato: (14) 3879-9700
Instagram: @mc_bauru
Facebook: /LojaMestreCervejeiroBauru

Compartilhe!
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Com 37 anos de história em Bauru, decoradora passa para filho o que aprendeu com o pai

As fotos desta matéria são um exemplo do cuidado da Ana Paula Domingues com a decoração. A…