Figura conhecida em Bauru, o Professor Sinuhe Preto é apaixonado pela língua portuguesa e por gente. Por isso, um de seus desejos era escrever um livro com várias pessoas, inclusive, com seus alunos.

Nesta terça-feira, 22 de fevereiro, ele concretiza essa vontade com o lançamento do livro “Fez-se Book”, às 19h30, no Templo Bar.

A ideia, que começou em maio de 2021, foi desenvolvida durante o último ano ao lado de diversos outros bauruenses. Junto a Sinuhe, são 29 autores que compõem o livro.

“A diversidade dos escritores e escritoras é intensa e extensa. Convidei o amigo de copo e bola, Leonardo de Brito; o amigo de resenhas de futebol, Chico Paschoarelli; a ex-aluna e jornalista, Heloísa Manduca; o amigo e guru, Evandro Joaquim”, enumera o professor.

E a lista continua com nomes como: Rosa Gabriele, Olynda Bassan, Denise Garcia, Eraldo Bacelar, Ricardo Campanholo, Edilson Jacob, Carlos Sette, José Policena, Thiago Oliveira, Zé Carlos Correa, Sandro Bola, Aninha Fraile, Cláudio Massad, Sílvio Carlos, Thiago Viana, Emy Obara, Daniel Vialogo, entre outros.

“O mais interessante é que os convidados e as convidadas para o projeto surpreenderam com textos maravilhosos”, complementa.

O livro estará disponível para venda pelo preço sugerido de R$40,00. O valor arrecadado será distribuído a entidades de Bauru, além de cobrir os gastos com a impressão do livro feita em parceria com a Editora Dagra.

Para Sinuhe, esta é a primeira de muitas edições do “Fez-se Book!”. “Quero fazer mais. Tenho outros projetos em cima disso, [um livro] só com alunos, um só sobre futebol, médicos, arquitetos”, finaliza.

Serviço
Lançamento do livro “Fez-se Book”
Data: 22 de fevereiro, a partir das 19h30
Local: Templo Bar (R. Benjamin Constant, 1-34 – Centro)
Outras informações: (14) 99749-1673

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Paisagismo abstrato: conheça a arte da bauruense Sophia Bortoletto

“A arte traz a vontade da gente querer permanecer naquele espaço”, afirma a artista plásti…