Você sabe por que Brasília é a capital do Brasil? Pela geografia. A ideia de Juscelino Kubitschek era ter uma cidade no centro do país como capital, tanto para facilitar o acesso quanto para desenvolver essa área do Brasil. 

Um projeto parecido já passou pelo estado de São Paulo, e Bauru seria essa cidade favorecida pela localização.

A proposta, em 2008, era do deputado estadual Gilson de Souza, na época no partido Democratas (DEM). O parlamentar tinha duas motivações: além da localização, ele também via problemas na cidade de São Paulo. 

Deputado Gilson de Souza (foto: Divulgação/Alesp)

 “A cidade [de São Paulo] não comporta mais ser a capital administrativa do Estado, tamanho o volume de problemas”, disse, na época, em entrevista ao Estadão. Segundo ele, a atual capital já estava no limite de estrutura e não tinha mais como receber a sede do Governo do Estado.

Projeto na Alesp

O primeiro – e único – passo foi a aprovação da Resolução 8/08 pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). No texto, o parlamentar pedia estudos para analisar os impactos ambientais, sociais, financeiros, estruturais e outros, da mudança.

Comissão da Alesp (foto: Arquivo/Alesp)

“Temos a plena consciência de que o empenho gigantesco necessário a tal demanda será plenamente recompensado pelo progresso vindouro e pelas facilidades de comunicação com os demais pontos, econômica e socialmente relevantes, de nosso Estado, que a transferência da Capital para a Região Administrativa de Bauru trará a nosso povo”, informava o documento

Segundo notícia da Folha de São Paulo do dia 30 de outubro de 2008, a proposta seria feita em três etapas: essa resolução inicial aprovada na CCJ, um plebiscito e, por fim, o projeto de lei para oficializar Bauru como a capital. 

Entretanto, apesar do parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça, o projeto parou de tramitar ainda naquele ano.

A sugestão era de Paulo Maluf

Apesar de inusitada, uma proposta parecida já tinha sido feita por Paulo Maluf em 1979. Segundo notícia do Estadão naquele ano, o ex-governador chegou a ter maioria necessária de deputados na Alesp para aprovar uma emenda que faria a transferência da capital.

Assim como a Resolução de 2008, a ideia de Maluf era mudar para o centro do estado, embora a cidade não estivesse definida. Alguns falavam em Piratininga, mas os rumores mais fortes indicavam Brotas, distante 107 km de Bauru. 

Paulo Maluf nos anos 80 (foto: Divulgação/Bienal de SP)

Entretanto, a proposta encontrou forte resistência da oposição. Um dos movimentos para evitar essa transferência foi do deputado José Yunes, que pediu um plebiscito antes de tomar a decisão, o que adiou a votação.

E eles conseguiram evitar a mudança! Por apenas um voto, o decreto executivo sobre a proposta de uma nova capital foi derrubado na ‘Câmara Legislativa do Estado de São Paulo’, como era chamado na época.

O jornal Estado de S. Paulo cobriu o assunto na época (foto: Reprodução/Acervo Estadão)

Em 2010, em visita à Câmara Municipal de Fernandópolis, o ex-governador voltou a falar da necessidade de mudar a capital para o interior do estado, para criar um polo de desenvolvimento e tirar a pressão da atual capital.

Volta ao assunto em 2014

O mesmo tema foi abordado em 2014 pelo então deputado federal Nelson Marquezelli (atualmente no partido PTB), em entrevista ao Jornal da Cidade. Segundo a notícia, o parlamentar chegou a conversar com Geraldo Alckmin (governador de São Paulo no período) sobre o assunto.

Para Marquezelli, a mudança aproveitaria as malhas rodoviárias e ferroviárias do estado, que convergem para Bauru, e reduziria custos de ter a sede do Governo na cidade de São Paulo.

Compartilhe!
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Cidade perto de Bauru se destaca por voos de parapente, asa delta e balão

A 158km de Bauru, na Estância Turística de São Pedro, é fácil realizar o sonho humano de v…