Admirar o teto. Essa é uma das primeiras ações que as pessoas fazem quando colocam os pés dentro do Coisa Boa, novo bar e restaurante do Chef Moacir Santana em Bauru.

Inaugurado no último sábado (30), o estabelecimento traz a típica culinária brasileira e cativa até os mais desatentos que passam pela esquina da Rua Monsenhor Claro com a Capitão Gomes Duarte. O fato se deve ao visual rústico e sofisticado que mescla tons verdes, terrosos e muitas plantas.

Por conta da aparência, a “casa”, modo como Moacir se refere ao novo ambiente de trabalho, pode ser considerada uma extensão da residência do próprio chef baiano, que pensou em cada detalhe a fim de se preservar o aconchego.

“Tudo veio da minha cabeça. Desde o céu de plantas em complemento com as cores e telhado até as luminárias de fibras naturais, vasos e macramês”, informa Moacir enquanto aponta para os arranjos de jibóias e peperômias que ele mesmo colocou nas ripas do telhado.

Coisa Boa é bar e restaurante de comida brasileira

A proposta do Coisa Boa do Chef Moa é atender do almoço executivo à vida boêmia bauruense. Para isso, o chef preparou três tipos de cardápios.

De terça a sexta-feira, das 11h30 às 15h, o local funciona como restaurante e oferece pratos executivos, que variam de acordo com cada semana. Neste momento há quatro opções, que vão de tilápia grelhada com legumes salteados e purê de abóbora a lasanha de legumes com abobrinha e molho de espinafre.

Costela prensada com molho de rapadura. (Foto: divulgação/Coisa Boa)

Para os feriados e finais de semana, o Coisa Boa traz pratos mais elaborados e que esbanjam a identidade de Moacir, composta por ingredientes como camarão, banana e carne de sol.

“Independente da casa em que eu estiver, sempre vou trazer esses ingredientes nos pratos porque é a minha cozinha brasileira e eu não quero perder a minha essência como cozinheiro”, explica o chef.

E não perde. Os focos dos almoços de finais de semana e feriados são quatro pratos, dentre eles, o camarão no coco verde.

Camarão no coco verde. (Foto: divulgação/Coisa Boa)

A refeição leva ensopado do fruto do mar ao molho de gengibre dentro do coco e acompanha crocante de mandioquinha, farofa de quiabo, mandioca e arroz branco. Além desse, Moa bajula o peixe assado com banana da terra. “É uma peixada maravilhosa!”, afirma.

Peixe assado com banana da terra. (Foto: divulgação/Coisa Boa)

Entretanto, mesmo com a variação do cardápio entre os dias da semana há pratos que todo bauruense consegue pedir, independente do dia ou horário. Aqui ficam as porções, mini pastéis e sobremesas.

“Acho que toda pessoa que vem aqui [no Coisa Boa] tem que comer os mini pastéis! O pastel é um rolê superbrasileiro, que todo mundo conhece. Mas trago opções de recheio com carne seca com abóbora, bobó de camarão ou banana da terra com carne de fumeiro”, explica.

Porção de mini pastéis. (Foto: divulgação/Coisa Boa)

Vida boêmia na encruzilhada

A calçada larga da esquina na Vila Mesquita chama os bauruenses para aproveitar a vida boêmia da cidade. Com disposição de mesas e banquinhos, ali uma porção de coxinha de língua bovina acompanha bem os drinks da casa ou as cervejas geladas. Os ‘sanduboas’ também ficam disponíveis após às 18h, com opções com carne ou vegetariana.

Limão siciliano, caju, maracujá, amora e rapadura são alguns dos ingredientes dos drinks, que vão dos clássicos aos da casa. Tudo pensado para combinar com os pratos do local e promover a mixologia brasileira.

A playlist fica por conta da equipe, que mescla desde rádio de Marina Sena e Duda Beat até clássicos da MPB. Tudo decidido conforme a atmosfera do ambiente.

Drinks. (Foto: divulgação/Coisa Boa)

Cozinheiro, chef, produtor de conteúdo e empreendedor

Moacir, Moa, Momo ou simplesmente Mo. O moço dos óculos autênticos, que agora está à frente de três estabelecimentos em Bauru (Coisa Boa, Bar da Rosa e Goró da Rosa), é natural de Lauro de Freitas, município da Região Metropolitana de Salvador.

O começo do que seria essa caminhada pelo interior paulista até os estúdios Globo, onde participou e ganhou reconhecimento nacional por meio do reality “Mestre do Sabor”, começou aos 15 anos, quando o baiano cozinhava para mais de 50 pessoas no orfanato em que morava.

Por conta da aptidão, formou-se em Gastronomia e veio para São Paulo para comandar um restaurante em Jaú. Na época, trouxe consigo uma mala de roupas pequena e a sua “bíblia”, um livro sobre culinária profissional do Instituto Americano de Culinária.

Aqui em Bauru, atendeu em alguns estabelecimentos até que inaugurou o Atelier Doce Moreno, lugar em que fez doces e bolos durante um ano, mas parou por conta de outros projetos. Para este ano, o chef revela que pretende trazer de volta os cardápios doces para os bauruenses.

“Já estou procurando um ponto para dar início depois que o Coisa Boa engrenar”, informa.

Mas o chef não para por aí. Para o futuro, ele compartilha que pretende fazer com que a cidade vire um polo gastronômico, além de abrir mais estabelecimentos pelo Brasil e ser reconhecido internacionalmente.

publieditorial

Serviço

Coisa Boa do Chefe Moa
Horário de funcionamento: segunda à domingo das 11h30 à 00h.
Endereço: Rua Monsenhor Claro, 12-72, Vila Mesquita, Bauru-SP.
Telefone e WhatsApp: (14) 3313-8861
Instagram: @coisaboadochefmoa
Facebook: /coisaboa

Compartilhe!
Carregar mais em Gastronomia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Conheça os vencedores de cada categoria do 2º Prêmio Impera de Gastronomia em Bauru

Na última terça-feira, 09 de agosto, chefs de cozinha, donos de estabelecimentos, autorida…