“O Fantástico Reino do Corpo Humano” é o primeiro livro lançado pela Dra. Julieta Molina Batista, médica bauruense. A obra é voltada para crianças a partir de 4 anos, conta com ilustrações de Mariana Ostanik e tem como objetivo dar informações sobre o corpo humano de forma lúdica e acessível.

A produção nasceu dentro de uma faculdade de medicina, quando a então aluna Julieta ficou indignada por não saber noções básicas a respeito do próprio corpo.

“A vida passa e a gente simplesmente esquece do baço ou do que o pâncreas faz! Isso me deixou muito indignada. Foi daí que veio a ideia do livro. Eu queria passar não só para as crianças, mas para os adultos também as coisas básicas que simplesmente esquecemos ou nunca soubemos sobre essa máquina maravilhosa que é nosso corpo. Além disso, queria que as pessoas tivessem acesso a informações fidedignas à realidade de forma acessível, lúdica e não complexa”, diz a médica e autora da produção.

Na publicação, o corpo humano torna-se “O Reino”. Ali, os órgãos são os protagonistas.

Foto: divulgação/Thaís Nozue

Eles são apresentados de acordo com as funções exercidas. Em complemento, a narradora onisciente deixa algumas curiosidades e perguntas com propósito didático, que chamam o leitor para perto, como se fosse um bate-papo durante o café da tarde.

“Como sabemos se alguma coisa passou pelo túnel errado? Se engasgamos, a comida tentou passar pela Traqueia. Se arrotamos, o ar entrou pelo esôfogo. Quem aqui já arrotou ou engasgou?”, pergunta o livro depois de explicar a função da traqueia e do esôfago.

Aventuras enfrentadas pelos moradores

Julieta vai além. Como se não bastasse identificar cada morador do Reino, ela narra quatro aventuras enfrentadas por eles.

A primeira conta a jornada da Pequena Hemácia, uma célula vermelha do sangue que precisa trocar gás carbônico por oxigênio para o Sr. Dedão do Pé. Já as outras apresentam o sonho do Sr. Cérebro, a história da Dona Bexiga e a aventura do Grão de Milho, que viajou por todo o sistema digestivo e conta como saiu vivo dessa peripécia. Tudo com a ajuda das ilustrações da designer bauruense Mariana Ostanik.

Foto: reprodução/Instagram/@mostanik

“Eu queria trazer a anatomia real do corpo humano de uma forma lúdica, simples e engraçada de se entender. Foram imagens e mais imagens de atlas anatômicos e correções de estruturas para chegarmos no resultado! Mas foi um processo muito divertido e prazeroso!”, informa Julieta sobre o trabalho ao lado de Mariana.

Da cozinha aos consultórios médicos

Quem vê a bauruense lançando livro infantil e atendendo a pacientes, seja nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou no Pré-hospitalar do Hospital Sírio Libanes, muitas vezes não imagina que ela já foi chef de cozinha. Sim. Uma cozinheira de mão cheia, com especialização internacional e 12 anos de atuação na área.

De acordo com ela, a pequena Julieta sempre sonhou em ser médica, mas por não ter passado no vestibular na primeira vez, desistiu e investiu nas aptidões que tinha dentro da culinária.

Foto: arquivo pessoal

Assim, formou-se em gastronomia pelo SENAC, trabalhou em hotel, restaurante e fez diversos eventos particulares. Buscando especialização, realizou o curso de Cake Designer no The French Culinary Institute em Nova York. Dessa forma, foram 12 anos na cozinha, enfrentando altos e baixos.

“Infelizmente, como em várias áreas, a cozinha tem um perfil muito machista e ser respeitada como chef não é fácil para mulher. Além disso, havia as jornadas insanas de trabalho em hotéis e restaurantes, em um ambiente que te deixa exposto horas na frente do fogo e, às vezes, o conforto é um respiro dentro da câmara fria”, apresenta a ex-chef.

A migração de área consolidou-se quando ela percebeu, durante terapia, que deixou de lado o sonho de ser médica e que ainda sonhava em trocar as horas expostas ao fogo pelas jornadas e plantões.

Dessa forma, Julieta retornou para o cursinho e, em 2020, formou-se em medicina. Sua inicialização foi em meio a linha de frente da Covid-19. “Pela primeira vez, devido a pandemia, um recém-formado tinha a mesma experiência de um médico experiente”, relembra.

Julieta, Paçoca e Pelota durante ensaio de formatura. (Foto: arquivo pessoal)

Equipe da UBS. (Foto: arquivo pessoal)

Dois anos mais tarde, em março de 2022, Julieta estava na Livraria da Vila no Shopping JK Iguatemi para lançar sua obra pela Editora Atheneu.

“É um filho que acabou de nascer e agora os desafios só vão crescendo, pois a divulgação da obra pelo Brasil é um desafio tão grande quanto dar vida à obra!”, finaliza.

Foto: divulgação/Thaís Nozue

 

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Casal de Bauru cria artes digitais em NFT e vende a colecionadores pelo mundo

O NFT (Token não fungível) surgiu como uma oportunidade para os artistas digitais. Como a …