Para ir à Casa Ajna, na Rua das Seringueiras, 253, é preciso passar por um trecho da rodovia Marechal Rondon e por um caminho em meio a árvores e chácaras. Cada metro nesse caminho te afasta da cidade e te leva a um encontro com a natureza.

É uma experiência que acontece antes de entrar no espaço, criado para unir ciência com espiritualidade. “Eu sempre tive vontade de ter o meu próprio local, e quando vi essa chácara, percebi que seria ótimo para trabalhar a expansão da consciência”, comenta Camila Pizzo, fundadora do local.

A inauguração oficial será neste sábado (4), com a 1ª Roda de Benzimento, das 14h às 18h.

Local para terapias integrativas

Com o nome baseado no sexto chakra (de acordo com preceitos de religiões orientais), a proposta da Casa Ajna é oferecer diversas terapias integrativas que permitam a união corpo, mente e espírito. Dessa forma, o espaço trabalha com práticas voltadas para o bem-estar, como yoga e reiki.

Com essas técnicas, explica Camila, as pessoas podem realizar uma jornada que começa pela autoconsciência – para abrir o espírito, aprender a se perdoar e alcançar razões para entender a felicidade – e passa por facilitar as conexões com os outros.

Local para terapias integrativas

Uma das formas de fazer isso na Casa Ajna é justamente aproveitar o espaço na chácara para fortalecer o contato com a natureza. “Só de tirar o sapato e pisar na grama, você já vai se sentir melhor”, enfatiza Pizzo.

“Quando estamos em ambientes abertos, como praia, campo e montanha, nossa respiração muda, pois o espaço físico cria essa conexão terapêutica. Eu já trabalhei em locais na cidade, mas ficava restrita. Aqui, consigo oferecer esse diferencial do sensorial com a natureza”, finaliza.

Local para terapias integrativas

Terapias integrativas como aprendizado

O principal serviço da Casa Ajna é o protocolo de dez sessões, realizadas em uma sala na chácara que costumava ser uma capelinha.

Nessa atividade, a partir dos objetivos da pessoa, Camila cria um programa personalizado englobando diferentes terapias integrativas somadas a conversas para o autoconhecimento, ensino de técnicas de respiração e treino de ferramentas para encarar as diversas situações da vida.

Segundo a psicoterapeuta integrativa, é um protocolo que ajuda a lidar com situações desde reverter um estado de desânimo até uma busca de propósitos, além da transformação pessoal que acontece no processo. Isso porque, ao fim das dez sessões, o aprendizado das técnicas é um dos benefícios.

Local para terapias integrativas

“Se ela se aprofundar nas técnicas usadas aqui na Casa Ajna, vai ter uma vida mais tranquila e com maior poder de observação sobre o corpo. Além disso, a pessoa consegue criar relações mais harmônicas com as pessoas, pois vai saber como reagir às situações incômodas da melhor maneira”, comenta.

Práticas e técnicas

Além do protocolo, o espaço oferece sessões individuais de terapias integrativas, como reiki, ventosaterapia, feng shui e auriculoterapia, e outras técnicas, como indicação de florais, medicina xamânica e outros.

Para isso, a Casa Ajna recebe facilitadores de outras áreas, que disponibilizam atendimentos de yoga, meditação, tarô terapêutico, benzimento e rodas xamânicas, ou eventos com datas específicas e inscrições limitadas.

O espaço físico da chácara também é uma forma de serviço da Casa Ajna, já que fica aberto para os clientes. Com isso, eles podem ir ao local para meditar, fazer yoga e tomar um café em dias que precisam se sentir mais leves, ou seja, quando precisam de uma fuga da cidade.

“Você pode colocar o pé na grama, ver os vários tucanos que passam por aqui, não tem barulho, dá para observar tudo à volta. Então, o fato de não estar no centro da cidade, permite modificar a visão, audição e até paladar, já que temos frutas aqui”, relata Camila.

Mudança com a maternidade

Formada em publicidade no Unisagrado, Camila veio de São Paulo para Bauru aos 10 anos, trabalhou com marketing corporativo e fez cursos nos Estados Unidos e Nova Zelândia.

Local para terapias integrativas

Em 2011, teve a filha Manuela. “Foi uma virada de chave que mudou minha vida”, resume. “Minha filha me fez enxergar a vida de outras maneiras, além do trabalho e da vida social. Comecei a ter um olhar mais amplo para a vida, senti que precisava ser mais humana”.

Naquele momento, o reiki foi a porta de entrada para as terapias integrativas. Aos poucos, foi trocando o marketing corporativo pelo estudo das práticas que a deixavam mais realizada. “E depois que entra, não sai mais. Realmente comecei a enxergar as minhas conexões por outro prisma”, comenta, explicando quando decidiu fazer a mudança profissional. 

“Tem aquela frase: a mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original, e é exatamente isso. Depois que nós expandimos nossa consciência, nossa relação com o mundo também muda”, conclui.

Local para terapias integrativas

publieditorial

Serviço
Casa Ajna
Promoção: Os 10 primeiros paciente que fecharem o protocolo e disserem que vieram pela matéria -ganham uma ferramenta exclusiva no final do tratamento.
Endereço: Rua das Seringueiras, 253. Chácaras Nova Califórnia
Horário de funcionamento: De segunda a sexta, das 9h às 17h.
Contato: (14) 99169-6615
Instagram: @casaajna

Compartilhe!
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Joalheria no centro de Bauru guarda história de família há 40 anos no ramo

Algumas histórias de Bauru não começam aqui. A da Amily Joalheria e Ótica, por exemplo, co…