De acordo com um levantamento divulgado pelo IBGE em 2018, cerca de 3,8 milhões de brasileiros trabalhavam em home office. Ou seja, mesmo antes da pandemia, muitas pessoas já conheciam esse formato de trabalho.

Na Arca Solutions, empresa de Engenharia de Software sediada em Bauru, essa também já era a realidade de alguns de seus colaboradores, especialmente nas áreas comercial e de marketing. 

Por outro lado, os técnicos – da parte de produção e operação – trabalhavam presencialmente em um escritório na Rua Antônio Alves. 

Home office forçado

Quando a pandemia começou, a equipe foi forçada a seguir de forma remota. “Foi uma coisa que pegou a gente de surpresa e nós precisamos nos organizar na pressa, comenta Daniel Talon, sócio e diretor de operações da Arca.

Ele lembra que, enquanto trabalhavam em casa, as lideranças buscavam saber sempre como as pessoas estavam se sentindo, já que o impacto mental foi grande. 

“Nós aplicamos questionários a cada três meses para entender o que poderia ser melhorado e quais eram as dificuldades, anseios e expectativas deles”, completa Nayara Machado, gestora de pessoas. 

Uma das pautas abordadas nas perguntas era se os colaboradores sentiam falta do trabalho presencial ou apenas das conversas e descontração proporcionadas pelo ambiente dinâmico em que eles se encontravam.

Com o tempo, eles perceberam que a segunda opção se encaixava melhor. O trabalho propriamente dito poderia ser feito de casa, mas era importante fazer algumas confraternizações e reuniões esporádicas para descontrair e socializar.

Parte da equipe da Arca em uma reunião informal pelo Zoom (Foto: arquivo)

Em setembro de 2021, alinhados com os funcionários, os gestores da Arca decidiram entregar o prédio e consolidar as atividades em home office. 

Período de adaptação

Daniel, Nayara e James Chubb, fundador da Arca Solutions, destacam que a mudança não foi feita de forma rápida ou repentina. Todos tinham uma expectativa de retorno durante a pandemia. O escritório, inclusive, chegou a ficar alugado ainda por um ano e oito meses, mesmo com todos em casa. 

Para Nayara, a adaptação não foi tão fácil assim. Ela destaca que o trabalho em casa também exige disciplina. “Os primeiros dias foram terríveis porque eu pensei que ia trabalhar de pijama e fazer coisas diferentes, mas não é bem assim. Aos poucos, fui criando uma rotina como se fosse para a empresa: acordar, tomar café da manhã, tomar um banho e me vestir adequadamente”, completa. 

Nayara Machado, Gestora de Pessoas (Foto: Gabriel Militão)

Hoje, ela já está acostumada com o home office, mas conta que seu trabalho mudou totalmente. “Eu gosto muito do contato social, e com o home office isso diminuiu. Eu tive que reorganizar a minha agenda, reestruturar os processos seletivos e as minhas reuniões”.

Fernando Gomes Nascimento, que é Gerente de Produtos, está há 12 anos na empresa e também precisou se adaptar. “O home office exigiu disciplina e um esforço de adaptação maior. Por outro lado, senti um aumento na produtividade e foco, já que não existem as distrações do dia a dia no escritório”, explica. 

Fernando Nascimento, Gerente de Produtos (Foto: Gabriel Militão)

Luiz Arthuso, UI Designer da Arca, ficou apenas quatro meses no presencial até o trabalho remoto começar. Ele também ressalta que, em casa, sua rotina é mais tranquila, e ele pode aproveitar melhor os horários. 

“Quando você trabalha no presencial, o fato de acordar cedo, se arrumar, tomar um café da manhã e passar um bom tempo no trânsito acaba tirando algumas horas que poderiam ser para descanso. Trabalhar em casa fez o meu sono melhorar muito, ajudou no meu rendimento e na minha qualidade de vida, completa.

Luiz Arthuso, UI Designer (Foto: Gabriel Militão)

Suporte de onde estiver

Como a maior parte dos clientes da Arca são de fora do Brasil, o trabalho remoto possibilita que a empresa tenha colaboradores de diversos lugares, inclusive de outros países. Isso já acontecia mesmo antes da pandemia.

O formato também ajuda a expandir o atendimento para diferentes fusos horários, como o da Austrália, que está 13 horas à nossa frente no relógio. 

Ao todo, a Arca Solutions tem 43 funcionários, sendo 40 no Brasil e três no exterior. Aqui no país, 28 estão em Bauru e 12 na região. As áreas da empresa são:

  • Administrativa
  • Base code (produtos)
  • Customer success (suporte)
  • Custom (customização)
  • Infraestrutura

Os cargos são diversos, mas a maior parte do trabalho é destinada às áreas de programação web e mobile, web design, UX e engenharia de software.  

Com o trabalho remoto, a Arca fornece para os seus colaboradores tudo o que é necessário para realizar o trabalho. Além do kit de boas-vindas para quem está chegando, todo o aparato tecnológico é enviado para a casa do funcionário, como computador, acessórios (mouse, fone de ouvido, entre outros) e até mesmo apoios ergonômicos para melhorar a postura no dia a dia. 

Agora, os sócios possuem um escritório no Edifício Prime Square, que fica na Avenida Getúlio Vargas, para as equipes que quiserem se reunir para fazer alguma atividade presencial.

Mariana Rodrigueiro, Analista de Customer Success (Foto: Gabriel Militão)

Dia a dia em casa

Cada time dentro da empresa tem liberdade para conduzir seu trabalho de forma autônoma – tudo é alinhado com os gestores para entender o que funciona melhor para cada grupo.

Eles utilizam plataformas de comunicação como Slack e Zoom e fazem reuniões diárias de alinhamento para melhorar a realização dos projetos.

Mesmo com o formato home office, a Arca continua fazendo happy hours e confraternizações quando os funcionários se sentem confortáveis. Em dezembro, eles se reuniram para a festa de fim de ano e já estão planejando a festa junina. 

Sobre a Arca Solutions

A empresa foi fundada em 2003 por James. Ele é formado em engenharia da computação e já trabalhava com desenvolvimento de softwares em seu país natal, os Estados Unidos. 

“Cheguei aqui sem falar nada de português, e não consegui um emprego. No começo, fazia alguns serviços, projetos customizados e depois de um tempo montei a empresa”, lembra. 

Quando a Arca tinha seis meses de vida, Daniel foi contratado como desenvolvedor. Na época, também entrou na equipe o primeiro designer. “O James fechava os negócios lá fora e mandava para a gente desenvolver”, conta.

O negócio foi evoluindo e eles foram contratando mais pessoas. Atualmente, a Arca tem clientes em diversos países, principalmente Estados Unidos e Canadá. 

Há alguns anos, Daniel e James contam que era mais fácil encontrar pessoas com formação técnica aqui na cidade, o desafio era o inglês fluente. Hoje, é o contrário. “Nós já encontramos um pessoal mais fluente no inglês e o desafio agora é o técnico, encontrar essa galera capacitada”, finalizam. 

Serviço
Arca Solutions
Endereço: Avenida Getúlio Vargas, 22-25 – sala 1706 (Edifício Prime Square)
Contato: (14) 99119-2695
Site: arcasolutions.com
Instagram: @arcasolutions
Facebook: /ArcaSolutions
LinkedIn: /arcasolutions

Compartilhe!
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Joalheria no centro de Bauru guarda história de família há 40 anos no ramo

Algumas histórias de Bauru não começam aqui. A da Amily Joalheria e Ótica, por exemplo, co…