Nascida em Dois Córregos, Keith Guizardi foi morar nos Estados Unidos logo após se formar em Letras, em 2009. No país, foi professora na Creme de la Creme, escola de educação infantil em Atlanta, capital da Geórgia. “Ali descobri meu dom”, enfatiza. “Foi com as crianças que me encontrei de verdade”.

Somado à paixão por ensinar crianças, lá ela descobriu também outro sonho: abrir a própria escola. “Eu dava aulas planejando o meu espaço”, relembra, contando como a ideia inicial era lançar em Atlanta, e que os planos mudaram após ela e o marido Henrique Guizardi decidirem voltar ao Brasil.

Dessa forma, o sonho será concretizado em Bauru na próxima segunda-feira (27), com a inauguração da International K School, escola bilíngue de educação infantil, localizada no Jardim Estoril.

Escola de educação infantil

No local, o casal aposta em duas características: usar a experiência nos Estados Unidos para oferecer uma proposta bilíngue pensada de modo a ensinar o inglês a partir de 1 ano. Além disso, investir no aspecto lúdico da educação infantil, especialmente com atividades práticas.

Convivência com o inglês

A proposta pedagógica da International K School visa aplicar o ‘aprendizado implícito’ no estudo do inglês. Ou seja, introduzir os fonemas e expressões do idioma desde os primeiros anos de vida, fase onde os pequenos começam a se ‘especializar’ em linguagem.

Escola de educação infantil

Escola de educação infantil

“Quanto mais nova a criança, mais rápido ela pega os idiomas”, garante a professora, citando como exemplo os filhos Henry (5) e Ayla (2). Educados em inglês e convivendo com o português, os dois adquiriram a capacidade de se comunicar nas duas línguas.

Por isso, o inglês na escola é usado em 50% do tempo nas aulas em sala, desde 1 ano. “A minha ideia de escola bilíngue não é ter 10 minutinhos de inglês e nem incluir aulas do idioma. O que nós oferecemos: metade do tempo das aulas em inglês, a outra metade em português”, explica Keith.

Escola de educação infantil

Mesmo fora de sala de aula, a ideia é fazer com que as crianças estejam sempre em contato com os idiomas. Em placas, biblioteca e atividades, o inglês e português estão presentes. Da mesma forma, as professoras – chamadas de misses, assim como nos EUA – são incentivadas a incluir o inglês nas conversas do dia a dia.

Escola de educação infantil

Mais do que aprender, tanto o conteúdo quanto a convivência com o idioma visam enraizar o inglês. “Se a criança está preparada para o inglês desde cedo, quando chega na adolescência, já está pronta para aproveitar os benefícios do idioma”, comenta Henrique, explicando como abre possibilidades. “Dá para estudar e trabalhar em qualquer lugar do mundo, se você tem inglês fluente”.

Escola de educação infantil

Futuramente, o casal tem planos de usar os contatos no país para facilitar a relação dos estudantes com a língua, como realizar sorteios de viagens para os Estados Unidos e permitir a entrada de alunos em escolas e cursos técnicos.

Educação infantil

Recebendo alunos de 1 a 5 anos em turmas matutina e integral, o colégio é focado na educação infantil. Por isso, as atividades lúdicas são as principais ferramentas para que as crianças “aprendam com a mão na massa”, diz Keith.

A professora cita algumas atividades que mostram como eles tornam a escola em um espaço lúdico, especialmente a partir dos jogos pedagógicos montessori e de práticas que estimulam as crianças a se movimentarem.

Escola de educação infantil

Entre eles, estão bambolê, corda e outras “brincadeiras de antigamente”, além de jogos de madeira, teatro de fantoches e contação de histórias. Da mesma forma, a criatividade estará presente em práticas como pintura, culinária, jardinagem e artesanato com uso de material reciclável.

Escola de educação infantil

Em resumo, a proposta da International K School visa “fugir dos eletrônicos” e aproximar as crianças do mundo real. “Para aprender sobre a lua, não basta uma foto, tem que ir até a área externa e olhar a lua”, exemplifica a professora.

Para isso, formou uma equipe por meio de um processo seletivo rigoroso e adquiriu o material didático FTD Sistema de Ensino, que, segundo Keith, incentiva a proposta lúdica. Em uma aula sobre dinossauros, por exemplo, a apostila sugere enterrar ossadas na areia para as crianças escavarem. “Eles brincam de arqueologia”, comenta ela.

Escola de educação infantil

Ademais, a escola oferece uma estrutura com salas de aula, espaços lúdicos, área para brincadeiras, e extras como almoço, frutas, lanches em dois turnos, pomadas, lenços umedecidos, fraldas, entre outros materiais.

Do interior de SP aos EUA

Apesar de nascerem a 192 km de distância no Brasil (Henrique é de Marília), o casal se formou em Atlanta. Formado em Educação Física, Henrique mudou-se para os Estados Unidos há cerca de 15 anos. Por lá, começou como cozinheiro, ganhou cidadania e trabalhou como bombeiro e paramédico.

Foi em uma festa de brasileiros que eles se conheceram. Keith estava há apenas um ano no país e não queria conhecer conterrâneos, pois queria treinar o inglês, enquanto Henrique já tinha feito vários amigos brasileiros.

“Quando começamos a conversar, ela jurava que eu não ia saber onde ficava Dois Córregos. Eu sendo de Marília, claro que eu conhecia! (Risos) Nunca tinha ido, mas sabia que era perto de Marília. Aí começamos a conversar”, conta. Keith e Henrique se casaram em Atlanta quatro anos depois dessa conversa. 

Dos EUA ao interior de SP

No início da pandemia, os dois resolveram voltar para o Brasil para aproximar os filhos da família e da “cultura brasileira”, ele comenta. “Queríamos que eles sentissem como é ter avós, tios e primos por perto. Então, só nós quatro lá nos Estados Unidos ia nos deixar ‘excluídos’ da família”.

A escolha por Bauru era para ficar no meio de Dois Córregos e Marília. Apesar da mudança de estilo de vida entre EUA e Brasil, eles logo se (re)adaptaram pela proximidade com as pessoas, especialmente os filhos que agora são constantemente “paparicados” pelos familiares.

“Quando nós reunimos a família em um final de semana e vemos as crianças brincando felizes com o primo, ou pulando de alegria quando veem os avós e tios, são nesses momentos que percebemos que tomamos a decisão certa”, finaliza Henrique.

publieditorial

Serviço
International K School
Endereço: Rua Capitão Gomes Duarte, 9-55. Jardim Estoril
Contato: (14) 3234-4546
Instagram: @internationalkschool

Compartilhe!
Carregar mais em Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Joalheria no centro de Bauru guarda história de família há 40 anos no ramo

Algumas histórias de Bauru não começam aqui. A da Amily Joalheria e Ótica, por exemplo, co…