Quando uma pessoa sofre uma fratura, uma das fases de recuperação é a fisioterapia tradicional. Já se o problema for cardíaco ou pulmonar, também é necessário buscar a área, mas o ideal é que seja uma abordagem especializada, como foi possível constatar na pandemia de Covid-19.

Em Bauru, a primeira clínica especializada nesses casos é a RBCOR, criada pelas fisioterapeutas Rayssa Feitosa, Bruna Anzolin e Beatriz Nogueira.

Focado em fisioterapia cardiorrespiratória – embora também ofereça uma lista de outros serviços de saúde – , o local lida com doenças no pulmão e no coração, seja para tratamento ou prevenção. “O nosso serviço potencializa o tratamento médico, ou seja, contribui para a recuperação”, diz Bruna.

Para isso, a clínica soma a especialização nas técnicas de fisioterapia cardiorrespiratória, a experiência prática do trio em hospitais e atendimento domiciliar e o investimento em tecnologia.

A RBCOR conta com aparelhos para diagnóstico, avaliação da respiração por meio de gráficos, acompanhamento do progresso, indicação de dados da musculatura, entre outras tecnologias. 

Foto: Divulgação

Equipamento de avaliação da RBCOR

Além disso, também possuem uma estrutura direcionada aos pacientes cardiopatas e com problemas pulmonares, com equipamentos de monitoramento de frequência cardíaca, aparelho de eletrocardiograma, oxigênio, itens de primeiros socorros e parceria com ambulância.

Fotos: Divulgação

Especializadas em pulmão e coração

Na especialidade cardiorrespiratória, a RBCOR atua em três possibilidades: encaminhamento médico; pós-internação hospitalar para reabilitação; prevenção ou melhora de performance na respiração. Todos os casos precisam passar por uma avaliação antes de iniciar a abordagem.

Dessa forma, é possível cuidar de diferentes situações, como por exemplo, asma, pós-infarto, pacientes com marca-passo, apneia do sono, vício em cigarro, reabilitação cardiovascular, hipertensão e por aí vai. 

“Nesses casos, nós trabalhamos por etapas, começando pela avaliação para aplicar um tratamento com começo, meio e fim”, explica Beatriz. O objetivo é identificar qual a deficiência, seja ela da musculatura periférica (pernas, abdômen, etc), musculatura respiratória ou condicionamento cardiovascular, tratar e, em seguida, encaminhar para uma atividade física.

Especializada em fisioterapia respiratória pediátrica (foto: Divulgação)

Especializada em fisioterapia respiratória pediátrica (foto: Divulgação)

Além disso, a clínica também oferece um atendimento especializado para as crianças, por meio da fisioterapia respiratória pediátrica. O trabalho melhora a respiração, remove secreções e diminui as crises dos pequenos.

Cardiopilates

Outro serviço da RBCOR é o “cardiopilates”, que combina o Pilates com exercícios aeróbicos. É voltado principalmente para pacientes pós-internação que saem da fase aguda da doença e buscam uma atividade física.

“São pacientes que, por exemplo, querem fazer Pilates ou academia. Só que eles ficam cansados por um combo de condições. Então, esses exercícios ficam difíceis e eles acabam desistindo. O cardiopilates vai trabalhar direcionado e permitir uma continuidade”, esclarece Beatriz. 

Foto: Divulgação

Primeiro, é feita uma avaliação da força muscular, indicando qual músculo precisa ser reforçado e como deve ser trabalhado. Depois, o cardiopilates vira um exercício contínuo na rotina do paciente, com monitoramento do avanço.

“Nós aproveitamos os benefícios do Pilates, só que aplicando exercícios de acordo com as limitações do paciente. Associamos a técnica a exercícios aeróbicos e de força”, complementa.

Foto: Divulgação

Três anos de RBCOR

Para o trio, a especialização em fisioterapia cardiorrespiratória foi a vantagem que garantiu o crescimento da clínica. Há apenas três anos, elas – que se conheceram na pós-graduação e trabalharam juntas em hospitais de Bauru – se uniram para oferecer o serviço domiciliar.

A ideia surgiu de uma preocupação em hospitais. Por lá, elas viam os pacientes saírem da internação e não terem a continuidade de um atendimento especializado. “Era um público que dependia de ventilação e de uma fisioterapia específica que garantisse a recuperação”, comenta Beatriz.

Dois anos depois de começar a atender em casa, elas abriram a clínica. “Começamos em uma sala, aí depois duas, virou três… De repente, já ocupávamos todo o espaço do antigo prédio”, relembra Rayssa.

Diferentes especialidades na clínica

Neste mês, a RBCOR inaugurou um novo espaço. Por lá, além da fisioterapia cardiorrespiratória, oferecem fisioterapia geriátrica e reabilitação ortopédica, quiropraxia, osteopatia e pilates. Além de outras áreas multiprofissionais como nutrição e psicologia.

Foto: Divulgação

publieditorial

Serviço
RBCOR
Endereço: Rua Araújo Leite, 31-47
Horário de funcionamento: De segunda a sexta, das 7h às 20. Sábados, das 7h às 12h
Contato: (14) 99893-6847 | (14) 3223-1719
Instagram: @fisio.rbcor

Compartilhe!
Carregar mais em Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

CardBen ou Vida Top + Saúde? Corretor de Bauru explica a diferença

Desde que entrou no mercado de seguros há 21 anos, depois de ser “convencido” por amigos, …