06 março 2021 - sábado 22:49 pm
Home Eugênio Mira

Eugênio Mira

Eugênio Mira

Analista de TI, professor, especialista em metodologia, mestre em mídia e tecnologia, nerd e motoqueiro. Autor de livros na área e de artigos sobre tecnologia e sociedade. Gosta de bar, comida boa e música ao vivo, mas não simultaneamente. Twitter: @rasiano

Postado por Eugênio Mira

Colunistas

Sobre Pix, Bitcoins e Blockchains: quero!


No início de 2020, antes do rolo compressor que nos atropelou ter iniciado sua marcha, fui convidado por uma instituição que produz conteúdo para faculdades para escrever um livro para a disciplina de um curso de pós-graduação (porque nem só de colunas engraçadinhas vive o escritor). O tema era criptomoedas e blockchain e, embora não fosse estranho para mim, chamou …

Continue lendo
Colunistas

Feliz ano-novo e próspero Natal


Enquanto um representa realmente união dos povos e renovação, o outro é mais uma grande fuzarca de gastos sem fim. Eu não sei exatamente quem disse, mas uma vez eu li que Jesus era um cara ótimo, mas que tinha problemas com o seu Fã Clube. Tipo Neymar, sabe? Como não podia deixar de ser, a comemoração do seu aniversário, no …

Continue lendo
Colunistas

Diversidade, chocotones e democracia


Eu sou um grande fã de Chocotones. Sério! Quando chega o calorzinho típico do oriente médio aqui no centro oeste-paulista nessa época, o que me faz perseverar bravamente até o fim do ano é a certeza de que, muito em breve, delícias natalinas com gotas de chocolate pipocarão nas prateleiras, gôndolas, padarias, postos de gasolina e farmácias. Descobrir o chocotone …

Continue lendo
Colunistas

A porrada final


De volta para o futuro é sem dúvidas, com o perdão do trocadilho, um clássico atemporal. Quantas tardes quentes dos anos 90 não fiquei sentado no tapete da sala com os olhos esbugalhados (ainda mais do que de costume) enquanto o ‘Doc’ Emmet Brown e seu jovem amigo Marty McFly enfrentavam os emaranhados do fluxo do espaço-tempo, em uma época …

Continue lendo
Colunistas

Não Convide


O interfone tocou, súbito. Pelo horário da manhã era pouco provável que fosse minha irmã, e minha única visita costumaz estava deitada ao meu lado, dormindo. – Sr. Eugênio? Entrega pro senhor. Desde uns três porteiros novos após eu ter mudado para o condomínio desisti de pedirem para não me chamarem mais de Eugênio, muito menos de Senhor. Nada contra …

Continue lendo