Ao lado do seu pet Nando, o bauruense Fernando Garcia nos conta sobre como criou o recém-fundado Rekanto Pet, um hotel e creche para cachorros que oferece um espaço para a socialização – e diversão – dos animais.

Após trabalhar um ano em outro local do mesmo ramo, se aprimorar no cuidado e “pegar amor pelo trabalho com pets”, ele decidiu abrir o próprio espaço. “Queria criar meu canto e dar a minha identidade ao negócio”. 

Dono da creche e hotel para pets

Três pontos explicam qual é essa identidade do Fernando e do Rekanto Pet: a forma de interagir, o horário e o contato com os tutores.

Primeiramente, a interação com os cachorros é feita por meio de atividades que fazem os animais socializarem, aprenderem a ter disciplina e gastarem energia. “Quando a pessoa traz o cachorro dela, o propósito dela é não deixar ele entediado em casa. Então, a expectativa é o pet se divertir. Por isso, damos atenção para o cachorro não ficar parado”, diz.

Outra possibilidade do Rekanto Pet é estar aberto 24 horas. “Diante de um combinado, a pessoa pode vir buscar ou deixar o cachorro em qualquer hora do dia, não tem problema. Queremos oferecer essa mobilidade de acordo com as necessidades do cliente”, garante Fernando.

Onde dormir na creche

Por fim, uma das características do trabalho na creche e hotel é ter mais contato com o tutor. Segundo o empresário, eles sempre mandam fotos e vídeos para mostrar como o pet se comporta no dia a dia.

Dessa forma, o local é uma forma de fazer o cachorro aproveitar mais o dia quando os tutores não podem ficar com eles.

Correr para todo lado

Ou seja, dá para dizer que a diversão é o serviço do Rekanto Pet. Por meio de treinamentos de comandos básicos e atividades de agilidade, os cachorros fazem percursos e respondem a instruções – e brincam nesse processo. 

Espaço da creche

Espaço da creche

Dessa forma, somado à ter mais disciplina, o cachorro também gasta energia em um espaço aberto, “que diminui a ansiedade”, explica Fernando. “Cachorro que fica muito dentro do apartamento pode começar a morder tudo e latir muito. É ótimo um espaço para ele correr para todo lado”, diz ele, enquanto mostra o ambiente do local, um pátio com diversos ‘brinquedos’ para interação.

Além disso, a socialização com outros cachorros traz mudanças no comportamento, conforme Fernando percebeu em conversa com os tutores. É um aprendizado por repetição. “Ele vê outro cachorro fazendo xixi na grama, ele vai fazer também”, comenta.

Quanto tempo?

Exclusivo para cachorros, o Rekanto Pet oferece três modalidades – que podem incluir o transporte -, com diferenças apenas no horário combinado com o tutor. 

  • Esporádico: Para horários mais curtos, a partir de uma hora. “Por exemplo, você quer ir para academia e não quer deixar o cachorro sozinho. Pode ficar duas horas aqui, e não precisa pagar o valor de um dia de creche”, explica Fernando.
  • Creche: O tutor pode combinar um pacote de dias por semana (de segunda a sexta) ou contratar um dia avulso, no qual o cachorro pode ficar das 7h30 às 19h.
  • Hotel: A partir das 19h, começa a contar o tempo de hotel, que é contratado por diárias. Nesse caso, os cachorros dormem no local.

Passar pela adaptação

Nas três modalidades, o cachorro precisa ter a carteira de vacinação em dia e passar pela Adaptação, um processo de cerca de 2h que avalia se o cão fica confortável no local e se consegue socializar. 

“De início, o cachorro tem que conseguir interagir comigo. Depois, ele brinca com dois ou três cachorros, aí vai aumentando a quantidade de ‘companheiros’ até abrir todos os portões para ele”, explica Fernando. 

Ademais, a adaptação é um processo realizado apenas uma vez. Ou seja, uma vez que o cachorro passe pelas etapas, o tutor pode deixá-lo em qualquer momento sem precisar fazer de novo.

Pessoas estão conhecendo

Fernando é daquelas pessoas que adoram interagir com os animais na rua. Mais do que gosto, também serve de propaganda para o Rekanto Pet, principalmente quando os tutores comentam que os cachorros deles não costumam interagir tão facilmente com as pessoas e ele consegue. “É a prática que adquiri ao longo do tempo, de fazer o cachorro se sentir confortável”, diz ele.

Foi uma prática adquirida após algumas mudanças na vida dele, como o nascimento da primeira filha e a entrada no ramo de creche de cachorros.

Com esse aprendizado, adotar o Nando (há uns cinco meses) foi um processo natural. “Inclusive, agora no Rekanto, ele passa o dia inteiro comigo”, diz Fernando, contando como foi uma mudança positiva. “Eu vi como realmente completa a nossa vida”.

De certa forma, o Fernando também foi uma mudança positiva na vida do Nando, pois ele passou por uma mudança que o empresário percebe também nos pets dos clientes. “Cansei de ouvir dos clientes ‘meu cachorro é outro’, porque passou a ser mais tranquilo para passear na rua”, relata.

Ainda segundo o empresário, é um serviço que os bauruenses aos poucos estão conhecendo e entendendo como ajuda o animal, especialmente os tutores que precisam deixar o pet em casa para trabalhar.

Ao invés de ficar sozinho em casa, eles podem se divertir em outro lugar. “Ele vai ter a nossa completa atenção e a dos outros cachorros”, diz Fernando. E se depender do conforto do Nando ao lado dele, não vai faltar bem-estar.

Entrada da creche

publieditorial

Serviço
Rekanto Pet
Endereço: Rua Odilon Braga, 2-38
Horário de funcionamento: Todos os dias, 24h por dia
Contato: (14) 99188-4993
Instagram: @rekantopet
Facebook: /rekantopet

Compartilhe!
Carregar mais em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Vieiras e vinho da rainha compõem o cardápio do novo Monte Serrat Bistrô

As mesas ganham toalhas brancas, a iluminação muda e os copos dão lugares às taças. É assi…