silvio-young

Silvio Young está na estrada há mais de 30 anos. E, apesar de ter ficado dois anos sem cantar e tocar, por não conseguir se dedicar integralmente à música, ele está de volta. E podem apostar: voltou com tudo.
“A minha profissão é de comprador. Mas teve um dia que pensei: ‘se eu continuar nesse ritmo, eu não viverei mais dez anos’. Aí, larguei tudo e hoje posso dizer que eu vivo da música”, conta.

A volta aos palcos aconteceu em um bar de Bauru e foi nesse show que o cantor sentiu que deveria apostar de novo na música. “A partir disso, tudo foi acontecendo de um jeito tão abençoado que não tinha como não voltar a tocar. Eu sempre coloco Deus acima de tudo. Acredito que se você faz o bem, você tem o seu retorno. E eu estou tendo esse retorno”, afirma.

Em suas apresentações, Silvio procura inovar com os hits de Creedence e Neil Young e se apresenta, sozinho, com uma guitarra, uma gaita e dois violões – um de seis e o outro de 12 cordas, instrumentos que são usados em determinadas músicas. Apesar de já ter composições próprias, o cantor só apresenta cover, já que sente ‘na pele’ a dificuldade em mostrar o trabalho autoral em seus shows.

“Acredito que a minha música não tem espaço no que acontece hoje na noite. O meu estilo, quando componho, é mais parecido com o cantor Renato Teixeira, e isso não faz sucesso na noite. Talvez até consiga um dia colocar essas minhas músicas no meu repertório, mas hoje não é possível”, conta.

Hoje, quatro anos depois de voltar a se apresentar, o cantor comemora a boa fase e a mudança que Bauru proporcionou em sua vida. Ele, que veio para a cidade para trabalhar em uma empresa, viu tudo tomar um outro rumo com as oportunidades que a cidade lhe proporcionou. “Acredito que Bauru deveria ter algum símbolo em homenagem à música. É aqui que tudo acontece! Bauru é uma cidade extremamente musical. Eu viajo bastante, mas aqui tenho muito espaço também. E hoje, sem amizade em tudo o que você fizer na vida, você não terá sucesso. E graças a Deus, eu tenho muitos amigos aqui”, afirma.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Amanda Araújo
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Live Rock Solidário arrecadará fundos para três iniciativas da região

Como sabemos, a crise causada pelo novo coronavírus tem afetado duramente a economia do pa…