voz-travestida-home

A temporada cultural promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) em comemoração ao Dia Internacional de Museus, traz para o Museu Histórico Municipal de Bauru, a exposição fotográfica “Voz Travestida”, dos fotógrafos Francine Esqueda e Marcos Leandro.

O objetivo é de celebrar a igualdade e dar voz aos travestis e drag queens da cidade, muitas vezes silenciados e excluídos pela sociedade. Gratuita, a exposição vai até o dia 31 de agosto, com horários de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h.

15ª Semana Nacional dos Museus

A partir do tema proposto pelo IBRAM para a 15ª Semana Nacional dos Museus, o Museu Histórico Municipal de Bauru buscou identificar os seus “silêncios”, ou seja, aquilo que não foi dito durante a sua existência enquanto instituição de salva guarda da memória da cidade.

O tema proposto para esse ano é “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”. De acordo com o IBRAM, foi recorrente nos museus a seleção e a guarda de objetos representativos das memórias das chamadas classes dominantes, ocasionando esquecimentos de peças e relatos que expressam os feitos daqueles que a escrita oficial da História e a narrativa tradicional da Museologia optaram por silenciar.

Durante essa 15ª Semana, os museus participantes oferecem atividades especiais como palestras, eventos, exposições e oficinas. Em Bauru, além da exposição fotográfica “Voz Travestida” no Museu Histórico Municipal de Bauru, acontecerá no dia 20 de maio o 1º Encontro da Cultura Negra em Bauru no Museu Ferroviário Regional de Bauru.

Serviço
Exposição fotográfica “Voz travestida” – de 15/05 a 31/08
Local: Museu Histórico Municipal de Bauru – Rua Rio Branco, 3-16
Horário: De segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h
Gratuito

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Projeto de estudantes de Bauru mostra as transformações na moda durante a pandemia

A pandemia mudou a moda. Devido às atuais circunstâncias, o consumidor se viu obrigado a r…