Um embrulho no estômago tomou conta de Maria Angélica Castanho. Depois das notícias sobre as queimadas na Amazônia, a moradora de Bauru queria fazer algo com a sua indignação.

“Já faz algum tempo que estou preocupada com as crises ambientais do país, como todo cidadão consciente. Mas o acontecimento de segunda-feira, que foi o dia do fogo, me deixou muito comovida. Eu acordei na terça com um embrulho no estômago e queria colocar para fora. Muitas vezes eu me sinto incapaz e eu acordei com o desejo de pegar o meu ‘luto’ e fazer algo”, conta Maria Angélica.

Da indignação e da vontade de fazer algo, surgiu a seguinte arte:

Depois de postar no seu perfil do Instagram, de apenas 2.157 seguidores, a arte viralizou. Hoje, a postagem tem mais de 17 mil curtidas. “Eu fiz a arte para me manifestar, para colocar a dor que eu estava sentindo no meu peito para fora. E para fazer algo, por menor que seja”, relata.

Além das curtidas, a arte que é também uma crítica ao que está acontecendo está sendo publicada em diversos lugares. A primeira pessoa reconhecida internacionalmente a postar foi o jogador italiano Paulo Dybala.

Depois disso, diversas personalidades compartilharam a arte da moradora de Bauru. “Ver tantas pessoas influentes e do mundo inteiro, por meio da minha arte, se manifestando pela Amazônia é um dever cumprido, porque foi o meu maior propósito”, diz a criadora da imagem.





A arte segue sendo repostada por pessoas do mundo inteiro e a imagem está sendo constantemente compartilhada na hashtag #prayforamazonia no Instagram.

Compartilhe!
Carregar mais em Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Bauru participa do Dia do Desafio com atividades gratuitas no Sesc

Após dois anos de programação com ênfase no formato online, o Dia do Desafio chega à 28ª e…