Alunas do curso de Publicidade e Propaganda da FIB, da agência Altitude
Alunas do curso de Publicidade e Propaganda da FIB, da agência Altitude

O Outubro Rosa é um movimento internacional da luta contra o câncer de mama. O “rosa” remete ao laço cor-de-rosa que simboliza esse combate. A história do Outubro rosa começou nos Estados Unidos, onde cada estado americano fazia individualmente campanhas de combate e prevenção ao câncer de mama, incentivando a mamografia e o teste do toque.

O primeiro registro do Outubro Rosa no Brasil foi visto em 2002, no conhecido Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, que se iluminou de rosa por iniciativa de um grupo de mulheres – que já eram simpatizantes do movimento – com o apoio de uma grande empresa de cosméticos. Com o passar do tempo, não só o Outubro Rosa, como muitos outros movimentos, ganharam mais visibilidade. Principalmente por causa das redes sociais.

São as redes sociais que estão possibilitando alguns grupos de universitários de Bauru a se engajar no movimento, orientar e motivar mulheres a procurar ajuda para a prevenção e tratamento da doença. A FIB (Faculdades Integradas de Bauru), por exemplo, faz sua campanha por meio do professor Paulo, que ministra a matéria de Ambientes de Marketing e auxiliou aos alunos a formarem agências no próprio curso. “Nesta campanha, foi preciso estarmos divididos em agências; forma que ajuda no entendimento e aplicação de funções e responsabilidades de profissionais da área de Publicidade e Propaganda. Assim nasceu a Prize”, explicam os participantes Gustavo Losilha, Gustavo Baixo, Leonardo Ricci, Vitor Biondo, William Gouveia e Pâmela Morrison, de uma das agências participantes.

Para os alunos, o primordial seria divulgar a campanha com a sensação de vida e poder de luta. “Não queríamos histórias tristes. É uma prevenção, o objetivo é passar por cima dos medos. Sendo assim, optamos pela campanha #ToqueNesseAssunto”, conta Pâmela. Por esse motivo, o carro-chefe da campanha pareceu óbvio: a música “U Can’t Touch This”, do famoso Mc Hammer, foi a escolha para o vídeo de divulgação.

Também da FIB e usando a mesma estratégia, a Altitude Comunicação fez uma paródia da música “Bang”, da cantora Anitta. “Fizemos um evento no quiosque da faculdade, incentivando o autoexame. Também espalhamos alguns cartazes, layouts no Facebook, mas nosso foco está na paródia”, explicam as participantes, “optamos por trabalhar a campanha de uma forma descontraída, pois quando a pessoa descobre a doença já é um susto, então tentamos passar otimismo e diversão”, completam.

A escolha de “Bang” deve-se ao seu grande sucesso, agitada e “chiclete”. Além da cantora Anitta ser um dos maiores nomes da música atual brasileira. A letra foi criada por Marianna Silva, com auxílio de Anne Moraes. A voz foi fornecida por uma convidada e amiga do grupo, Lívia Camargo, com produção fonográfica de Guilherme Piva. A filmagem e edição foram realizadas por Pedro Melchior, aluno do curso de áudio e visual da FIB. O vídeo conta com a presença da Amanda Gomes, Anne Caroline, Marianna Silva, Taynara Sanches que fazem parte da Agência experimental Altitude do curso de Publicidade e Propaganda, da Faculdade Integradas de Bauru. Além disso, Ana Flávia, que cursa Medicina Veterinária na Unip, Maiara Gonçalves, que cursa Odontologia na USP e Bruna Miho, que cursa Eng. Civil na UNESP também ajudaram a produzir o material.

Quem também promoveu uma campanha de incentivo ao Outubro Rosa foi a Vértice Comunicação, que gravou um vídeo com relatos de mulheres que já enfrentaram ao câncer de mama. “A iniciativa do projeto surgiu inicialmente de um trabalho de faculdade, onde cada uma das agências da sala deveria falar sobre o Outubro Rosa à sua maneira. Para nós da Vértice, o objetivo é, desde os primeiros esboços, trazer um material emocional, real e principalmente humano. Ficamos muito felizes em ver a repercussão de um trabalho que representa tantas pessoas e que significa muito para nós da agência”, afirmam os estudantes.

Alunos do curso de Serviço Social e de Sistema de Informação da ITE (Instituição Toledo de Ensino) também participaram de ações para a campanha. Como atividade de extensão, professores e alunos apoiaram as ONG’s idealizadoras do projeto “Outubro Rosinha”, através de uma ação de sensibilização e conscientização da população sobre a prevenção do câncer de mama em animais. A ação aconteceu no dia 8 de outubro, no Calçadão da Batista, na qual os alunos ajudaram na troca de informações e orientação à população. As idealizadoras da ação foram as ONG’s Naturae Vitae e Instituto Vidadigna.

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Museu virtual e independente abre chamada para artistas de Bauru e região

Estão abertas as inscrições para participar do Museu Bioma, museu virtual destinado à arte…