profissionais master coach bauru

Marcio Codogno e Thiago Paluan atuam como master coach em Bauru

Coaching; coach; coachee – você já deve ter escutado alguma dessas palavras. Se não, saiba que elas estão cada vez mais no vocabulário dos bauruenses. O Coaching é uma palavra da língua inglesa e indica uma atividade de formação pessoal. Já o coach (treinador) ajuda o coachee (cliente) a evoluir em alguma área da sua vida.

“Nós, treinadores, temos como objetivo encorajar e motivar o cliente a atingir um objetivo. Isso ocorre por meio do ensinamento de novas técnicas que facilitem seu desempenho. Traçando estratégias para busca de novos resultados”, explica Raphael Azenha Lamonica, coach desde 2014.

Como surgiu

O conceito surgiu por volta de 1830 na universidade britânica de Oxford. O coaching era usado para definir um tutor; alguém que ajudava o aluno a se preparar para uma prova. Com o tempo passou a ser usada também para se referir a um instrutor ou a um treinador de cantores, de atletas ou de atores.

Hoje em dia, a profissão tem se modificado bastante, apesar de manter o mesmo conceito de quando surgiu. Segundo Gina Paula Talon Carlos, coach desde 2012, o coaching ajuda as pessoas a atingirem um objetivo com foco no futuro.
“É um processo que potencializa o poder pessoal de um indivíduo ou de um grupo. Para tanto, são utilizadas metodologias, ferramentas e técnicas cientificamente testadas. O processo leva o cliente a se aprimorar, tendo novos entendimentos e alternativas acerca de seu objetivo. Fazendo com que ele amplie suas realizações, conquistas e eleve sua performance”, diz.

Para ser um coach não é necessária uma formação, apenas um curso de formação. Aqui no Brasil, algumas instituições são especializadas em coaching e oferecem o curso com certificação. Entre as mais conhecidas estão o Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) e a Sociedade Brasileira de Coaching (SBCoaching).

“Há treinamento intensivo para ser coach. Depois do curso básico, tem as graduações e as especializações. O master coach é o nível máximo de conhecimento dentro do coaching”, explica Thiago Paluan, master coach há três anos.

Diferentes áreas

O coaching é utilizado para diversos tipos de situações, atingindo diferentes resultados. Desde alunos que querem passar no vestibular a empresas que têm como objetivo potencializar suas vendas.

Em Bauru, a profissão tem se popularizado e encontramos profissionais que atuam em diferentes áreas:

  • pessoal – é um processo de mentoria individual como foco nos objetivos pessoais.
  • empresarial – é um tipo de coaching para empresários. Tem o objetivo de ajudá-los a desenvolver capacidades e competências para se destacarem no mundo empresarial.
  • profissional – utiliza metodologias, técnicas e ferramentas do coaching para o benefício de uma empresa ou de um indivíduo na sua área profissional.

Além disso, cada profissional pode utilizar o coaching na sua área de formação. Uma nutricionista, por exemplo, pode ajudar uma coachee a emagrecer por meio das técnicas e métodos do coaching.

Coach não é psicólogo

Muitas pessoas confundem o acompanhamento de um coach com a terapia de um psicólogo. A verdade é que, apesar de semelhantes, os dois processos focam em resultados diferentes.

Quem explica as divergências entre psicologia e coaching é o psicólogo e master coach, Marcio Codogno. “O psicólogo entende o passado pra ver porque se deu o hoje. O coach olha o presente, respeita o passado mas foca no futuro. Quando uma pessoa está com a vida programada e tem um objetivo específico para ser alcançado é utilizado o coaching. Agora, uma pessoa com um ego fragmentado, com dúvidas existenciais, com crise de choro, tem que passar pelo psicólogo para entender porque a vida chegou nesse cenário”.

Atitude e mudança

Mais do que ir às sessões, conversar e escutar, o acompanhamento com um coach exige participação ativa do coachee. É ele, com a orientação do coach, que vai mudar o jeito de pensar e tomar as ações para atingir resultados.

“É um processo com começo, meio e fim. A gente faz as estratégias, mas quem vai tomar as ações é o coachee. O coach é um mediador, mas o coachee tomas as ações”, relata Marcio.

O coaching é acessível a toda e qualquer pessoa que busque melhorar em qualquer aspecto. Se você busca chegar a um objetivo, mas não sabe como, o coach vai assessorar para oferecer quais caminhos devem ser tomados para atingir melhores resultados.

E você, já teve alguma experiência de coaching?