dicas de organização para bagunceiros

Um estudo realizado na Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, (publicado no jornal O Globo) concluiu que um ambiente bagunçado – não se lê caótico ou inabitável – incentiva o pensamento criativo. Mas a conclusão não é uma desculpa para deixar seu escritório, sua casa e até o seu corpo desorganizado. Se por um lado, é bom para a criatividade, por outro, ele prejudica diversos aspectos da vida.

“Um ambiente caótico, especialmente devido ao acúmulo excessivo de objetos, prejudica outros aspectos da vida da pessoa, como sua sensação de bem-estar geral e vida social, segundo um estudo realizado na Universidade do Novo México. É importante que todos tenham um lugar acolhedor para se desestressar, descansar visualmente e, consequentemente, mental e emocionalmente. Portanto, ao se deparar com um ambiente organizado e arrumado essa sensação de bem-estar tende a ocorrer”, explica a psicóloga Jéssica Rossi Evangelista.

Para quem não é organizado, praticar o hábito da arrumação parece uma missão impossível. A verdade é que deixar tudo em ordem deve ser uma tarefa diária e gradual. Assim, evita que os desorganizados abandonem o serviço logo no começo e cria um costume ao longo do tempo.

Se você se encaixa no tipo de pessoas desorganizadas, mas quer mudar, confira as dicas que da psicóloga de Bauru.

1- Use uma agenda

Perder compromissos e esquecer quais tarefas tem a fazer é um dos problemas dos desorganizados. Usar uma ferramenta visual ajuda a organizar a rotina, além de otimizar o modo com que você executa as atividades. “O ideal é estabelecer a melhor maneira de executar as atividades da vida diária, otimizando, assim, o tempo e diminuindo a possibilidade de se perder diante do que há para ser feito”, diz Jéssica.

2- Estipule metas

Se você não é adepto da arrumação, tentar organizar uma casa inteira em um dia só provavelmente vai ser uma tarefa fadada ao insucesso. Fazer aos poucos pode ser muito mais vantajoso e eficiente. “Estipular metas pequenas e possíveis de serem cumpridas auxilia a organização e aumenta a probabilidade dos comportamentos positivos ocorrerem novamente”, explica.

3- Desapegue do desnecessário

Acumular costuma fazer parte do dia a dia dos desorganizados. A questão é que, quanto mais objetos e tarefas você juntar, maior serão as chances de aumentar a bagunça e não cumprir nenhuma atividade proposta. “Aprender a priorizar as atividades a serem executadas e a não aceitar responsabilidades que não sejam necessárias também são um diferencial para que seja possível se organizar de fato”.

– Faça o bem para você e para outra pessoa: que tal começar a organização pelo guarda-roupa? Separe tudo o que você não usa há algum tempo e doe! Aproveite as campanhas de doação de agasalhos.

4- Crie hábitos

Se você teve sucesso em uma tarefa, por que não continuar praticando-a? Caso você tenha conseguido executar a dica número dois e arrumado o seu quarto, por exemplo, mantenha-o arrumado. É muito mais fácil você tirar uma a roupa e colocá-la novamente no armário ou no cesto de roupa suja, do que deixá-la em cima da cadeira.

5- Mude

“É importante ressaltar que, ao invés de buscar motivação para ocorrer a mudança de comportamento, é necessário que haja primeiro esta mudança. A mesma irá gerar auto motivação para que o sujeito continue buscando comportamentos assertivos e funcionais no seu dia a dia. Esperar que a motivação surja para depois mudar seus hábitos é o mesmo que esperar que o seu reflexo no espelho sorria, para que depois você possa sorrir de volta”.

Compartilhe!
Carregar mais em Comportamento
...

Verifique também

Creche e hotel para cães em Bauru é alternativa para não deixar pet sozinho em casa

Ao lado do seu pet Nando, o bauruense Fernando Garcia nos conta sobre como criou o recém-f…