Comemorando cinco anos, os músicos da Aurora Summer trazem uma novidade ao público: uma música inédita, lançada no último dia 30. “Ela causa com as amigas” foi escrita na praia pelo vocalista da banda, Igor Yenes, e conta com a produção musical de Juninho Felício, também músico de Bauru.

E preparem-se: essa é só a primeira de outras músicas que virão, além de um novo show no segundo semestre deste ano. Eu conversei novamente com Igor Yenes, Jay Alves e Dimmas Deryl na semana passada e eles comentaram sobre essas novidades e relembraram o início da banda.

Confira:

Vocês foram, se não me engano, a segunda banda que eu entrevistei aqui para o Social Bauru, na série de entrevistas que eu fiz com músicos da cidade. E agora, quase cinco anos depois, vocês estão aqui para falar de um novo projeto. Como é pensar nisso tudo, nas mudanças da banda e como é a nova música?
Jay: Pois é… tudo novo, muita coisa aconteceu e estamos numa fase.
Igor: É mesmo e essa música vem como mais uma novidade. Ela chama Ela causa com as amigas e tem a ver com tudo o que a gente anda fazendo no novo repertório. É uma música bem pop, de balada, para dançar. E simboliza uma nova fase; agora vamos investir nas novas composições e mostrar o nosso amadurecimento.
Jay: Nós começamos como uma dupla acústica, depois colocamos um baixo, um teclado, vamos colocar dança…
Igor: Exato, queremos mostrar este amadurecimento mesmo, mostrar que a gente não precisa só fazer cover. E vai ter mais música nossa…

Então esta é só a primeira?
Igor: Isso, é a primeira. Pensamos em daqui uns dois, três meses, já lançarmos uma outra que está pronta e depois mais duas e assim em diante. Tudo produzido pelo Juninho Felício, nosso produtor musical.

E como vocês começaram a compor?
Jay: Olha, pra mim, o maior problema era a falta de tempo. Acho que a gente conseguiu priorizar isso só agora. Como estamos fazendo cinco anos de banda, decidimos iniciar este projeto e o Igor deu o pontapé inicial com o Juninho. E é muito bom ter este tempinho para fazer música. É cansativo, mas é muito legal. Ficou bem divertido.

Estão felizes com o resultado?
Igor: Sim, acredito que tenha ficado um trabalho diferente. Apesar de ter a linguagem pop; é uma música para tocar no rádio, não tem idealismo. É para se divertir e a gente é isso: 100% diversão. E as letras são assim também, para tocar no rádio, com uma mensagem fácil de entender.
Jay: Acredito que o nosso público pede isso. Inclusive, nesta primeira entrevista que nós demos a você, nós falamos isso, que tocamos as nossas versões e desde o início o nosso público se identifica com isso. Misturamos sertanejo e reggae, com forró e funk. As nossas músicas são assim também.

E todo mundo compõem?
Igor: Não, as composições são minhas. Aí mando pra eles ouvirem, cada um dá o seu pitaco e formamos a música.

E o que vocês acham que o público vai pensar sobre estas músicas?
Igor: Se eles receberem com o mesmo carinho que a gente fez, a gente já está satisfeito. E o legal dessa mistura é que assim a gente vai descobrindo o gosto do nosso público. Não temos um estilo definido e acho que nem precisamos ter: se quisermos lançar um sertanejo amanhã, ok, um reggae… nosso público aceita.
Jay: A essência da Aurora, que comentamos na primeira entrevista, com certeza a gente não perdeu.

A regra é não ter regras, né?
Igor: Com certeza! Claro que o nosso processo de composição é sério; estar no estúdio é muito cansativo, são horas de gravações. Mas no final o que vale é a nossa descontração. A gente quis passar a verdade da Aurora; não ia adiantar nada ir para o estúdio e fazer algo que o nosso público não vê nos shows.

Vai ter videoclipe?
Igor: A gente ainda não sabe. Estamos pensando sobre isso.

Na primeira entrevista, vocês enfatizaram que o estilo da Aurora é brega. Ainda acreditam nisso?
Igor: Ah não, acho que a gente tá mais para o pop! (risos). E com toda aquela mistura que a gente falou.

A festa durante a minha entrevista com o pessoal da Aurora Summer. Foto: João Vicente Araújo

E vocês imaginavam que iam fazer esse sucesso todo aqui na cidade?
Jay: Não, eu não imaginava. Foi tudo uma brincadeira. Inclusive, a gente ouve muito das pessoas que nos acompanham nos shows, que se sentem em um churrasco com os amigos. E a proposta da Aurora sempre foi essa mesmo e deu certo.
Dimmas: Eu já acompanhava a banda antes de fazer parte dela e via que eles estavam fazendo algo diferente. E eu via o quanto isso era legal e eu queria fazer isso também. Eu queria colocar a minha cara nas músicas.

E estão esperançosos com esta música?
Igor: Muito. Estamos animados não só com a música, mas com o show novo. Vai ter novidade!

Para ouvir, clique aqui: open.spotify.com

Compartilhe!
Carregar mais em Cultura
...

Verifique também

Museu virtual e independente abre chamada para artistas de Bauru e região

Estão abertas as inscrições para participar do Museu Bioma, museu virtual destinado à arte…