Você já ouviu falar em casamento duplo? Pois é, esse tipo de cerimônia existe e até já foi realizada aqui em Bauru. Quem aderiu à essa proposta foram os bauruenses Ana Paula Cornacchione de Andrade, Eduardo de Andrade, Mariana Cornacchione Ramos e Tiago David Santos. Para eles, o evento foi, literalmente, a realização de um sonho, já que Tiago já havia sonhado com o casamento duplo. “A ideia inicial foi do meu cunhado que havia sonhado que nós quatro estávamos casando juntos. Minha irmã adorou e veio falar comigo”, conta Ana Paula.

Depois do sonho do marido Tiago, Mariana propôs a união em conjunto para a irmã Ana Paula, que não gostou muito da ideia. “Eu fui a única que não gostei muito da ideia inicialmente, mas minhã irmã passou a me convencer e os nossos pais também haviam adorado”, relembra Ana Paula.

E se organizar uma cerimônia para dois já é trabalhoso, imagina para quatro noivos. Eduardo conta que, além de pensar na entrada das noivas e na disposição dos casais no altar, as maiores dificuldades foram para os prestadores de serviço. “Foi um desafio para a maioria dos prestadores de serviços, mas todos nos surpreenderam atendendo plenamente e de forma fantástica”, conta Eduardo. Por isso, a dica da Ana Paula para quem quer fazer um casamento duplo é: “contratar uma cerimonialista é essencial e também recomendo que as noivas tenham afinidades e gostos semelhantes”.

Entre as vantagens de unir dois casais em uma cerimônia estão a economia das despesas e a emoção redobrada. “Realizar o sonho de casar foi melhor ainda com a minha irmã. A lista de convidados foi a mesma para mim e para ela, então pudemos proporcionar uma festa maior, juntar a família toda e organizar um casamento mais elegante com o mesmo valor de um casamento simples”, diz Mariana.

Como foi o casamento duplo?

Em entrevista para o Social Bauru, os noivos contam como foi, para cada um deles, realizar uma cerimônia com quatro pessoas. Confira:

“Foi inesquecível, com muita emoção e felicidade! A emoção dos nossos pais em ver as duas filhas de noiva ao mesmo tempo foi bem marcante” – Ana Paula.

“O dia ‘D’ foi fantástico e maravilhoso. Resumindo, marcou as nossas vidas e não teve nenhum arrependimento. Apenas o relógio, já que a hora podia ter passado lentamente e ter durado mais, pois passa muito rápido (risos). Foi um sonho, uma explosão de emoções que não tínhamos vivido ainda, pois tudo foi em dobro. Houveram momentos em que descontraímos com situações engraçadas e, às vezes, tensa. Em outros, o sentimento mais forte veio à tona e não teve como segurar as lagrimas de felicidade pelo sonho que já estava sendo vivido e realizado” – Eduardo.

“Eu gostei muito, foi muito bom partilhar esse dia com minha irmã e meu cunhado. Dividir esse sonho com eles, sem dúvidas, vai ficar marcado na nossas vidas para sempre. O mais emocionante foi quando eu e minha irmã estávamos à caminho e ter alguém para segurar a mão no altar. Fui muito abençoada por poder ter o casamento com a minha irmã” – Mariana.

“Eu achei que o casamento duplo foi uma experiência única, já que realizamos os sonhos juntos e unimos as três famílias” – Tiago.

Compartilhe!
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Juliana Oba
Carregar mais em Geral
...

Verifique também

5 filmes de Natal do Netflix para assistir e entrar no clima de fim de ano

Natal é a época ideal para comer muito bem, ganhar presentes legais, passar um tempo com o…